F1 – Brawn admite que congelamento dos motores é possível

Ross Brawn

Ross Brawn admitiu que o desenvolvimento dos motores na Fórmula 1 pode ser congelado.

Apesar do regulamento estar mudando substancialmente para 2021, as unidades de potência híbridas continuarão iguais.

“Nós sabemos exatamente onde estamos em 2021”, disse Cyril Abiteboul, chefe da Renault. “Mas combustível, biocombustível, congelamento parcial, progressivo, completo? Em nossa opinião, esses aspectos precisam ser definidos também”.

A linguagem do “congelamento” é uma referência às propostas de banir o desenvolvimento adicional dos motores, com a possível exceção da parte híbrida ecologicamente amigável.

“Há dois obstáculos”, declarou Ross Brawn, diretor esportivo da F1, à Auto Motor und Sport. “Um é que as fabricantes só irão concordar com isso quando os quatro motores estiverem aproximadamente no mesmo nível”.

“A outra questão é o combustível. Nós queremos promover combustíveis neutros em carbono. Mas para isso, os motores talvez precisem ser congelados gradualmente. Então, talvez seja um tipo de sistema de fichas que permita o desenvolvimento visando igualar as rivais ou para adaptar os motores a um novo combustível”.

Clique AQUI para apostar no GP do Brasil

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.