F1 – Bottas, Gasly e Hulkenberg ficaram pelo caminho na Alemanha

Valtteri Bottas

O GP da Alemanha de 2019 foi um festival de rodadas, com vários pilotos escapando e até ficando fora da prova ao sair da pista. Entre eles estão Valtteri Bottas, que vinha na quarta posição, Nico Hulkenberg, que estava em posição de pódio, e Pierre Gasly, que marcaria bons pontos.

Valtteri Bottas (Mercedes): “Eu próprio cometi um erro, a equipe também me disse para me esforçar mais e eu estava fazendo tudo o que podia para chegar ao pódio. Obviamente, empurrei um pouco demais naquela curva, perdi a traseira. Foi um erro meu e talvez devesse ter tentado me manter mais calmo e levar o meu tempo, mas talvez se não me esforçasse assim tanto talvez não tivesse chegado ao pódio. Obviamente que devia ter feito a corrida sem erros, é sempre esse o objetivo, mas aconteceu na altura errada e na curva errada, e pronto.

Pierre Gasly (Red Bull): “Foi uma corrida louca, teve tudo. Com a chuva, as batidas, os carros de segurança e as paradas nos boxes, foi uma lotaria e houve muitas oportunidades, por isso estou bastante desapontado por não ter terminado a corrida. No final, eu estava lutando com o Alex (Albon) durante as últimas voltas e fizemos contato, o que me tirou a asa da frente e me deu um furo de pneu, por isso tive que parar o carro”.

Nico Hulkenberg (Renault): “Foi uma corrida movimentada, divertida na maior parte dela. Apenas um momento na entrada da Curva 16, perdi o carro um pouco numa pista húmida com pneus desgastados. É bastante normal, mas cheguei perto da pista e fui usá-la o suficiente para rodar. A pista preta ao lado da pista normal é basicamente como gelo e eu não sabia disso. O carro estava apenas patinando na parede”.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.