F1 – Bottas abre passagem e Hamilton vence o GP da Rússia

Lewis Hamilton

Lewis Hamilton ampliou sua vantagem sobre Sebastian Vettel na disputa pelo título mundial da Fórmula 1 com a vitória no GP da Rússia depois que a Mercedes mandou Valtteri Bottas abrir passagem.

Bottas largou na pole e era o líder real da prova, atrás de Max Verstappen, que ainda não havia parado, quando foi instruído a deixar Hamilton passar a fim de protegê-lo de Vettel.

O oitavo triunfo de Hamilton na temporada lhe deu uma vantagem de 50 pontos sobre Vettel a cinco etapas do final e ainda restam 125 pontos em jogo. O piloto da Ferrari chegou em terceiro, atrás de Bottas.

As posições do grid se mantiveram na largada e Bottas foi o primeiro a fazer seu pit-stop na volta 12. Vettel entrou na passagem seguinte e Hamilton seguiu na pista por uma volta a mais.

A Mercedes pediu para Bottas reduzir o ritmo e segurar Vettel, mas isso não foi suficiente para impedir que o alemão tomasse o segundo lugar de Hamilton.

Entretanto, o britânico ultrapassou seu rival por dentro na curva 4 momentos depois e encostou em Bottas. Seguindo seu companheiro de perto por várias voltas, Hamilton começou a desenvolver uma bolha em seu pneu traseiro esquerdo.

A Mercedes tomou uma atitude na 25ª voltas, pedindo para Bottas tirar o pé e abrir passagem para Hamilton na curva 13, o que ele fez.

Enquanto isso, Verstappen continuava liderando com relativa tranquilidade, estendendo um primeiro stint impressionante no qual ele subiu de 19º para quinto em apenas sete voltas.

O holandês finalmente parou na volta 43, deixando o caminho livre para a dupla da Mercedes confirmar a dobradinha. Bottas perguntou se eles terminariam naquela ordem, sugerindo que queria ter seu favor retribuído, mas foi informado que as posições seriam mantidas.

Kimi Raikkonen obteve uma discreta quarta colocação, enquanto Verstappen não teve velocidade com pneus ultramacios novos para desafiar o finlandês da Ferrari nos estágios finais.

Daniel Ricciardo foi o sexto após ser ultrapassado por Verstappen na largada e não conseguir uma recuperação tão rápida quanto a de seu companheiro de equipe na Red Bull.

Charles Leclerc teve uma ótima atuação, chegando a andar em quinto no início da corrida e recebendo a bandeirada em sétimo – a primeira vitória da Sauber na “classe B” em 2018.

Kevin Magnussen (Haas) foi o oitavo após se defender dos pilotos da Force India ao longo de toda a prova. Esteban Ocon inclusive abriu passagem para Sergio Perez tentar passar o dinamarquês, mas o mexicano não teve sucesso e devolveu a posição.

Classificação da prova:

Pos. Piloto Equipe Voltas Tempo/dif.
1 Lewis Hamilton MERCEDES 53 1h27m25.181s
2 Valtteri Bottas MERCEDES 53 2.545s
3 Sebastian Vettel FERRARI 53 7.487s
4 Kimi Raikkonen FERRARI 53 16.543s
5 Max Verstappen RED BULL RACING 53 31.016s
6 Daniel Ricciardo RED BULL RACING 53 1m20.451s
7 Charles Leclerc SAUBER FERRARI 53 1m38.390s
8 Kevin Magnussen HAAS FERRARI 52 1 volta
9 Esteban Ocon FORCE INDIA MERCEDES 52 1 volta
10 Sergio Perez FORCE INDIA MERCEDES 52 1 volta
11 Romain Grosjean HAAS FERRARI 52 1 volta
12 Nico Hulkenberg RENAULT 52 1 volta
13 Marcus Ericsson SAUBER FERRARI 52 1 volta
14 Fernando Alonso MCLAREN RENAULT 52 1 volta
15 Lance Stroll WILLIAMS MERCEDES 52 1 volta
16 Stoffel Vandoorne MCLAREN RENAULT 51 2 voltas
17 Carlos Sainz RENAULT 51 2 voltas
18 Sergey Sirotkin WILLIAMS MERCEDES 51 2 voltas
19 Pierre Gasly TORO ROSSO HONDA 4 abandono
20 Brendon Hartley TORO ROSSO HONDA 4 abandono

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.