F1 – Azerbaijão 2017: Ricciardo vence corrida maluca

Largada Baku 2017

Largada Baku 2017

Daniel Ricciardo se livrou dos inúmeros problemas acontecidos durante o GP do Azerbaijão para finalmente acabar com a hegemonia de Ferrari e Mercedes e vencer a primeira corrida da temporada para a Red Bull.

Os dois rivais do campeonato, Hamilton e Vettel, entraram em confronto com o Safety Car, com Vettel recebendo uma penalização de dez segundos por “condução perigosa” depois de jogar seu carro contra o de Hamilton enquanto reclamava que o inglês estava muito lento. Mas Hamilton também foi obrigado a fazer uma parada extra por seu protetor de cabeça ter se soltado – provavelmente pela batida provocada por Vettel -, o que lhe custou a liderança.

Ricciardo conquistou a primeira vitória da Red Bull desde o GP da Malásia no ano passado, à frente a Valtteri Bottas, que passou pela Williams de Lance Stroll nos metros finais antes da bandeira quadriculada.

Hamilton liderou no início, mas o contato entre Valtteri Bottas e Kimi Raikkonen deixou o carro de Bottas muito danificado e ele teve que voltar ao box, perdendo uma volta no processo.

Max Verstappen abriu caminho para P4 e pressionou Sergio Perez pelo P3, mas novamente seu Red Bull quebrou com um aparente problema de motor.

Dannil Kvyat puxou o seu Toro Rosso para fora da linha de corrida logo após quebrar na volta 12, mas mesmo assim a direção de corrida trouxe o SC [sem necessidade] para a primeira das várias aparições da tarde.

A corrida foi retomada, mas o safety-car voltou imediatamente depois que mais destroços foram espalhados pelo circuito por vários contatos pequenos entre uma série de pilotos por todo o grid.

Então veio o momento mais dramático da corrida, já que Sebastian Vettel bateu na traseira de Hamilton enquanto o piloto da Mercedes se preparava para o reinício da corrida.

Vettel puxou ao lado de Hamilton para gesticular contra seu rival com raiva, e bateu novamente em Hamilton. Apesar da colisão, não pareceu haver danos nos dois carros.

Ao reiniciar, as duas Forças Indias de Sergio Perez e Esteban Ocon colidiram, prejudicando ambos e jogando ainda mais detritos no circuito, que foram atingidos pela Ferrari de Raikkonen, causando um furo do pneu traseiro direito.

O SC foi implantado mais uma vez, mas com tantos detritos em torno das ruas de Baku, a corrida foi temporariamente suspensa pela bandeira vermelha.

Quando a corrida foi retomada, Hamilton liderava Vettel, mas Hamilton foi forçado a entrar no box com um apoio de cabeça solto, enquanto Vettel recebeu uma penalização de dez segundos por “condução perigosa”, após aquelas colisões com Hamilton.

Isso promoveu o Red Bull de Ricciardo na liderança, à frente de Lance Stroll, que manteve-se fora de todos os problemas. Valtteri Bottas recuperou-se depois de seguidos Safety-cars e bandeira vermelha, indo para P3 atrás do novato da Williams.

Vettel e Hamilton também se recuperaram para P4 e P5, respectivamente, mas foi Ricciardo quem liderou a corrida para levar sua primeira vitória da temporada para a Red Bull.

Bottas passou Stroll graças ao DRS praticamente na linha de chegada, mas o canadense conseguiu sua primeira aparição do pódio em P3. Ocon se recuperou para P6, à frente de Kevin Magnussen, Carlos Sainz e Fernando Alonso, que conseguiu os primeiros pontos da temporada para a McLaren em P9.

Pascal Wehrlein completou os pontos para Sauber em P10.

Felipe Massa fez grande corrida realizando várias ultrapassagens na largada e relargadas, mas teve um problema de suspensão que o obrigou a abandonar uma corrida em que provavelmente poderia ter vencido [com os problemas de Hamilton e Vettel], ou no mínimo ter chegado em P3.

Veja a classificação final do GP do Azerbaijão de 2017:

Pos Piloto Carro – Motor Diferença
1 Daniel Ricciardo Red Bull/Renault 2h03m55.573s
2 Valtteri Bottas Mercedes 3.904s
3 Lance Stroll Williams/Mercedes 4.009s
4 Sebastian Vettel Ferrari 5.976s
5 Lewis Hamilton Mercedes 6.188s
6 Esteban Ocon Force India/Mercedes 30.298s
7 Kevin Magnussen Haas/Ferrari 41.753s
8 Carlos Sainz Toro Rosso/Renault 49.400s
9 Fernando Alonso McLaren/Honda 59.551s
10 Pascal Wehrlein Sauber/Ferrari 1m29.093s
11 Marcus Ericsson Sauber/Ferrari 1m31.794s
12 Stoffel Vandoorne McLaren/Honda 1m32.160s
13 Romain Grosjean Haas/Ferrari 1 volta
14 Kimi Raikkonen Ferrari abandonou
Sergio Perez Force India/Mercedes abandonou
Felipe Massa Williams/Mercedes abandonou
Nico Hulkenberg Renault Acidente
Max Verstappen Red Bull/Renault abandonou
Daniil Kvyat Toro Rosso/Renault abandonou
Jolyon Palmer Renault abandonou

 

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.