F1 – Acordo da Petrobras com a McLaren deve ser encerrado

McLaren e Petrobras

O acordo de patrocínio da McLaren com a Petrobras deverá ser encerrado em uma questão de dias, segundo o site Autosport.

O governo brasileiro é proprietário de 64% da Petrobras por meios diretos e indiretos; no ano passado, a petrolífera anunciou uma parceria técnica de longa duração com a McLaren a partir do começo desta temporada.

Porém, em maio, o presidente brasileiro Jair Bolsonaro revelou nas mídias sociais que havia ordenado o cancelamento do acordo original de cinco anos.

“Em 2018, a Petrobras assinou um contrato publicitário de R$782 milhões com a McLaren, válido por cinco anos”, disse Bolsonaro em sua conta oficial do Twitter. “No momento, a companhia, por decisão do meu governo, busca uma maneira de encerrar o contrato”.

Agora, documentos publicados pelo Ministério da Economia do Brasil nesta semana confirmaram o fim do acordo.

O documento, detalhando os planos financeiros do governo, afirmou: “Um acordo de patrocínio injustificável da Petrobras para a McLaren, equipe de Fórmula 1, no valor de £163 milhões foi encerrado”.

Apesar das indicações do Brasil, a McLaren se recusou a comentar o assunto. Um porta-voz da equipe declarou: “Tais assuntos são comercialmente confidenciais e nós não podemos fazer comentários adicionais neste momento”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.