Copa Truck – André Marques é o campeão da Copa Sudeste

André Marques

Evitando o temporal previsto para o início da tarde na região de Curvelo (MG), a Copa Truck entregou uma de suas etapas mais disputadas para as 14 mil pessoas que compareceram na manhã de domingo no Circuito dos Cristais. Além de duas corridas imprevisíveis, um novo campeão foi coroado nesta temporada: André Marques. Já as duas vitórias ficaram nas mãos de Felipe Giaffone.

Piloto mais consistente do ano, Marques chegou a Minas Gerais na vice-liderança da Copa Sudeste, seis pontos atrás de Roberval Andrade. Contudo, uma série de problemas envolvendo o rival o deixou em uma situação um pouco mais favorável, mas não menos tranquila, uma vez que um drive-through na primeira prova e uma perda de rendimento na segunda acenderam a luz de alerta nos boxes de sua equipe. “Foi pra lavar a alma!”, descreve. “É o que falo faz tempo, é muito trabalho, dedicação, esforço, tudo, e o resultado foi esse. Chegamos com problemas desde sexta no caminhão, ajustamos ontem e fizemos uma prova com a cabeça, controlando todos os parâmetros de segurança do caminhão. Tivemos uma regularidade exemplar. Um título já chegou e o outro está na mira”, completa.

No entanto, Roberval não estava no seu fim de semana: desclassificação por problemas de fumaça o jogaram para o fundo do grid; em seguida, um problema o fez ficar a maior parte da primeira corrida nos boxes. Por fim, na prova complementar, o piloto da Scania ficou preso em uma batalha com Débora Rodrigues pelo oitavo lugar. Quando se desvencilhou de Débora, no entanto, já era tarde demais. “Já larguei com problemas. Salvar esses oito pontos, no fim das contas, acabou sendo a salvação de um fim de semana difícil. O prejuízo foi pequeno perto do que poderia ter acontecido.”

Com um sétimo e um quarto lugares, Marques fechou a Copa com 59 pontos, enquanto Roberval ainda perderia o vice-campeonato para Renato Martins, o aniversariante do dia, que completou 60 anos com a última vaga para a final, marcada para dezembro em Curitiba. “Foi um presentão maravilhoso. Já tava pensando no terceiro, mas o vice foi melhor ainda! Agora vamos curtir!”

Alheio a tudo isso, Felipe Giaffone conseguiu reverter um fim de semana difícil, largando de 13º e transformando isso em duas vitórias, repetindo o feito de Buenos Aires ao ser o único piloto no ano a vencer as duas provas de uma etapa. Sem chance de campeonato, ele correu sem nenhuma pressão e isso acabou representado no resultado da etapa. “Foi legal demais. Juro que não esperava. Ontem tivemos problemas com fumaça, meu caminhão não estava muito bem acertado mas hoje acertei em cheio. A primeira corrida teve um pouco de sorte, mas a segunda foi bom demais”.

Com isso, estão classificados para a final os seguintes pilotos: Marques (128 pontos), Roberval (126), Giaffone (124), Wellington Cirino (122), Martins (110) e Giuliano Losacco (110). “Eu imagino e sonho com esse título Brasileiro. E vou lutar por ele com todas minhas forças”, afirma o líder Marques. “Fui campeão pela primeira vez em Curitiba e pretendo ganhar meu primeiro título da Truck lá”, destaca Roberval. “Vai ser apertado e teremos a certeza de um grande show. A Copa Truck merece”, completa Cirino.

A grande decisão da Copa Truck está marcada para o dia 2 de dezembro, em Curitiba (PR).

 

Classificados para a Grande Final:

1. André Marques, 128 pontos
2. Roberval Andrade, 126
3. Felipe Giaffone, 124
4. Wellington Cirino, 122
5. Giuliano Losacco, 110
6. Renato Martins, 110

Classificação final da Copa Sudeste:
1. André Marques, 59 pontos
2. Renato Martins, 51
3. Roberval Andrade, 48
4. Witold Ramasauskas, 46
5. Felipe Giaffone, 40
6. Luciano Burti, 34
7. Danilo Dirani, 32
8. Fabio Fogaça, 31
9. Rodrigo Belinati, 29
10. Wellington Cirino, 27
11. Debora Rodrigues, 27
12. Beto Monteiro, 24
13. Leandro Totti, 23
14. Adalberto Jardim, 22
15. Rogerio Castro, 20
16. Regis Boessio, 20
17. Alex Fabiano, 17
18. Luiz Lopes, 10
19. Duda Bana, 10
20. Pedro Paulo, 6
21. Giuliano Losacco, 0
22. Djalma Fogaça, 0

Resultado da corrida 1:
1. Felipe Giaffone (Volkswagen), 14 voltas em 25min55s067
2. Regis Boessio (Volvo), a 0s374
3. Danilo Dirani (Mercedes-Benz), a 5s708
4. Witold Ramasauskas (MAN), a 15s375
5. Beto Monteiro (Iveco), a 16s816
6. Renato Martins (Volkswagen), a 33s618
7. André Marques (Mercedes-Benz), a 34s400
8. Leandro Totti (Scania), a 34s911
9. Wellington Cirino (Mercedes-Benz), a 38s736
10. Rodrigo Belinati (Volkswagen), a 40s718
11. Adalberto Jardim (Ford), a 55s380
12. Debora Rodrigues (Volkswagen), a 56s390
13. Duda Bana (Volvo), a 1min17s751
14. Pedro Paulo Fernandes (Mercedes-Benz), a 1 volta
15. Luiz Lopes (Iveco),a 1 volta

Não completaram:
Djalma Fogaça (MAN), a 7 voltas
Roberval Andrade (Scania), a 8 voltas
Giuliano Losacco (Iveco), a 11 voltas
Fabio Fogaça (Ford), a 11 voltas

Melhor volta: Danilo Dirani, 1min48s147

Resultado da corrida 2:
1. Felipe Giaffone (Volkswagen), 14 voltas em 25min47s603
2. Wellington Cirino (Mercedes-Benz), a 0s772
3. Danilo Dirani (Mercedes-Benz), a 10s695
4. André Marques (Mercedes-Benz), a 13s342
5. Leandro Totti (Scania), a 14s174
6. Renato Martins (Volkswagen), a 34s195
7. Beto Monteiro (Iveco), a 34s850
8. Roberval Andrade (Scania), a 52s733
9. Debora Rodrigues (Volkswagne), a 54s679
10. Witold Ramasauskas (MAN), a 55s976
11. Luiz Lopes (Iveco), a 57s991
12. Fabio Fogaça (Ford), a 1min00s481
13. Duda Bana (Volvo), a 1min00s589
14. Rodrigo Belinati (Volkswagen), a 1 volta

Não completaram:
Adalberto Jardim (Ford), a 9 voltas
Regis Boessio (Volvo), a 12 voltas
Pedro Paulo Fernandes (Mercedes-Benz), a 14 voltas
Djalma Fogaça (MAN), não largou
Giuliano Losacco (Iveco), não largou

Melhor volta: Felipe Giaffone, 1min47s705

EB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.