Chefe do GP do Bahrain não espera problemas para a Formula 1

Bahrain-circuito-vista-aerea615
O chefe do GP do Bahrain acredita que a Fórmula 1 não terá nenhum transtorno no evento deste fim de semana, apesar dos temores a respeito de possíveis problemas dos manifestantes nas semanas recentes.

O pessoal da Fórmula 1 começou a chegar ao Bahrain nesta segunda-feira. E o chefe da corrida, Zayed Alzayani, disse em uma entrevista ao site Autosport que quaisquer preocupações das equipes diminuirão assim que elas constatarem como está a situação.

“Alguns estão céticos, mas acho que ver é acreditar, e quando eles chegarem e verem como as coisas estão, irão se sentir diferentes”, explicou ele.

“Acabei de conversar com Christian Horner (chefe da Red Bull) e ele já tem uma equipe de pessoas lá, e as coisas estão normais. Todos saíram para jantar na noite passada e tudo correu bem. Bernie (Ecclestone) disse que está tudo bem”.

“Eu estive em todas as equipes aqui (na China), e creio que as pessoas apreciam o que tentamos fazer, mantendo-as informadas a respeito dos verdadeiros desenvolvimentos”.

Alzayani acrescentou que não quer que as pessoas se esqueçam que sua equipe esteve envolvida na decisão de cancelar a corrida no ano passado. “Uma coisa que as pessoas ignoram é que fomos nós que adiamos a corrida no ano passado. Não fomos forçados a fazer isso: fizemos porque havia outras coisas a serem feitas no país e não era o ambiente correto para receber as pessoas”.

“Temos uma boa imagem no Bahrain. Somos conhecidos como uma corrida amigável e não queríamos forçar as pessoas a vir para cá. Até mesmo quando se falou sobre a remarcação da prova (no final da temporada 2011), houve muita conversa sobre férias e nós dissemos que iríamos sacrificar a corrida, porque estamos nisso a longo prazo”.

“Mas, neste ano, estamos 100 por cento confiantes de que está tudo bem para sediá-la. Foi nossa escolha no ano passado e é nossa escolha neste ano. Mas eles (críticos) parecem não mencionar isso: dizem que a corrida foi cancelada, mas cancelada por quem? Para mim, isso é significativo. Nós não arriscaríamos. Sabemos o que está em jogo, e é uma decisão calculada, não emocional. Há muito apoio do país, porque o GP é o nosso maior evento, tanto economicamente quanto socialmente”.

LS – www.autoracing.com.br 

 

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.