Brawn: F1 deve evitar “impasse mexicano”

Ross Brawn

Ross Brawn

Ross Brawn quer que a Fórmula 1 evite um “impasse mexicano” em relação ao seu futuro, mas indicou que as equipes mais ricas devem estar preparadas para sacrificar seus atuais termos financeiros favoráveis.

A estrutura comercial da F1 com as equipes é baseada nos acordos fechados por Bernie Ecclestone, que envolvem pagamentos adicionais para as maiores equipes além daqueles baseados nas posições do campeonato de construtores.

Após a compra da Liberty Media, há esperanças de que a renda seja melhor dividida quando os novos acordos entrarem em vigor depois de 2020.

Brawn, que foi trazido pela Liberty para cuidar dos assuntos esportivos, espera que as discussões a respeito dos novos contratos seja diferente desta vez.

“Sempre haverá diferenças de opinião, diferentes visões sobre as coisas, e às vezes tudo fica um pouco acalorado”, declarou ele. “Mas, no fundo, há muita disposição a cooperar”.

“O elefante na sala, todos nós sabemos, é a distribuição de fundos, e as discussões a respeito disso precisam ter início a fim de que todos saibam a opinião dos outros e possamos começar a encontrar soluções”.

“Não queremos ter um impasse mexicano em 2020 para ver quem desiste primeiro, foi o que aconteceu da última vez”.

 

LS - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que contenham ofensas não serão aprovados pelo moderador.