Aston Martin dificilmente será vencedora na F1

Racing Point

A Aston Martin tem poucas chances de se tornar uma equipe de fábrica vencedora na Fórmula 1, de acordo com uma ex-empresária de piloto e funcionária de equipe.

Oksana Kosachenko, que foi empresária de Vitaly Petrov e também teve um papel comercial na Caterham, duvida que quando a Racing Point se tornar Aston Martin em 2021, a equipe esteja na briga por título.

“Talvez em algum tempo, se a Aston Martin realmente quiser ficar na Fórmula 1”, disse ela ao Sportbox da Rússia. “Mas eu me considero uma cética e acredito que, nesta situação, o pai está apenas apaziguando seu filho, comprando-lhe a oportunidade de estar em uma equipe de fábrica”.

Na verdade, o pai bilionário do piloto da Racing Point, Lance Stroll, Lawrence, comprou a fabricante de carros britânica Aston Martin, num negócio que pode chegar aos 600 milhões de dólares.

Kosachenko continuou: “Não estou tão certa de que Lawrence Stroll seja um empresário tão clarividente na indústria automotiva e automobilística para continuar a desenvolver este projeto após o fim da carreira de Lance”.

Ela também comentou o que será uma semana muito ocupada para o mundo da F1 na próxima semana, quando as equipes começarem a lançar seus carros antes dos testes de pré-temporada.

“Não espero nada da apresentação dos carros – estes são principalmente eventos de relações públicas”, comentou Kosachenko. “O que vai ser interessante são os testes. Gostaria de ver uma batalha de mais de duas ou três equipes este ano, mas talvez tenhamos de esperar por isso, porque a maioria delas já está trabalhando para 2021”.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.