Jump to content
Forum Autoracing
Adauto

LUZ no fim do túnel !!

Recommended Posts

Um dos fundadores. Como tem sido veiculado por toda parte, em vários meios de comunicação.

 

Agora, se este dado tem total acurácia ou se é controverso, isto pouco importa.

 

O que está em discussão é o embasamento que o jurista deu ao pedido, este sim, inequivocamente robusto.

 

:diabo:

Link to post
Share on other sites
Compra de Fiat Elba derrubou Collor?

 

:no:

 

Helio Bicudo fundador do PT?

 

:no:

 

Não sei se vc é mal informado ou mal intencionado, o que pouco me importa.

 

Mas tenho compromisso com o pessoal que participa do Forum e dessa pasta, portanto devo dizer que apesar do Collor ter sido absolvido em praticamente todas as acusações que foram feitas a ele para se conseguir o impeachment naquela época, eu fui a favor do impeachment dele (inclusive participei do grande ato em São Paulo pró-impeachment) e continuo a favor, porque não quis e não quero um bandido como presidente da república.

 

O PT - e já está mais do que provado - é um antro de bandidos, cujos chefes vem presidindo nosso país há quase 15 anos.

 

Mas devo confessar que Collor é um "trombadinha" perto dessa quadrilha de marginais que está hoje no poder, cuja chefe é incompetente, mentirosa e cometeu crimes previstos na Constituição para perder o cargo.

 

Supremo absolve ex-presidente Collor por falta de provas

 

Após absolvição, Collor pergunta: 'Quem me devolverá o que me foi tomado?'

 

STF absolve Collor por crimes de corrupção da época em que era presidente

Link to post
Share on other sites
Dra Janaína Paschoal no Roda Viva, fundamentando o impeachment da "Presidenta".

 

 

“PEDALADAS FISCAIS”
— Antecipação de receitas é um mecanismo usual praticado por TODOS os governos – inclusive estaduais e municipais – que possuem convênios com bancos para efetuar pagamentos de benefícios e programas sociais ou para garantir projetos estratégicos.
— Se isso servisse para cassar o mandato de Dilma, também deveriam ser cassados o governador Geraldo Alckmin, o governador Beto Richa e tantos outros gestores, inclusive o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que pedalou durante oito anos e o TCU nunca deu um pio.
— Se o TCU considera errada a prática, deveria tão somente apresentar uma recomendação de alteração de procedimento, tal como ocorre em outros processos fiscalizatórios. Este órgão, que é um tribunal APENAS no nome, JAMAIS poderia rejeitar as contas de um governo por conta de atos praticados por TODAS as gestões anteriores!
DECRETOS
— O argumento dos decretos de créditos suplementares é ainda mais inconsistente e frágil do que o das “pedaladas”.
— Os decretos também são práticas usuais de todos os governos e servem para garantir a execução de ações essenciais em programas e projetos cuja dotação orçamentária não foi excedida com os decretos.
— Em outras palavras, os decretos não ampliaram gastos, mas tão somente desbloquearam recursos contingenciados para que o governo tivesse flexibilidade para alocar e utilizar verbas para uma área essencial.
— Afinal, por que a oposição não listou nos seus pedidos de impeachment os decretos que criam créditos suplementares e foram assinados pelo vice-presidente Michel Temer?
— Será que a oposição acredita de verdade que toda a população brasileira vai engolir essa história mal contada de terem omitido os decretos assinados pelo vice-presidente?
Link to post
Share on other sites
Um dos fundadores. Como tem sido veiculado por toda parte, em vários meios de comunicação.

 

Agora, se este dado tem total acurácia ou se é controverso, isto pouco importa.

 

O que está em discussão é o embasamento que o jurista deu ao pedido, este sim, inequivocamente robusto.

 

:diabo:

 

Lógico que Hélio Bicudo foi um dos fundadores do PT. Qualquer imbecil sabe disso.

 

Se a gente for ficar dando corda pra qualquer um que entrar no debate mal intencionado, nenhum de nós vai aprender nada por aqui... e nem por ali !! :woot:

 

:zamigos:

Link to post
Share on other sites

Bom o fato deste governo ter que pedir autorização aos órgãos competentes para fechar um orçamento com um rombo de ais de 100 bilhões é um motivo mais que suficiente para a abertura de um processo de impedimento.

Houve irresponsabilidade no trato do dinheiro publico

Link to post
Share on other sites
Lógico que Hélio Bicudo foi um dos fundadores do PT. Qualquer imbecil sabe disso.

 

Se a gente for ficar dando corda pra qualquer um que entrar no debate mal intencionado, nenhum de nós vai aprender nada por aqui... e nem por ali !! :woot:

 

:zamigos:

 

"Por conveniência e oportunismo, a mídia conservadora tem divulgado insistentemente que Hélio Bicudo foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT). Acontece que ele mesmo, em vídeo que circula nas redes sociais, diz o contrário. Quem o fez se aproximar do PT foi meu irmão mais velho, José."

 

Parece que você sabe mais que o filho dele, José Eduardo :woot:

 

LINK

Link to post
Share on other sites


Os juristas que se reuniram nesta segunda-feira (7) com a presidenta Dilma Rousseff para apresentar pareceres e um manifesto contrário ao processo de impeachment afirmam que não há fundamento jurídico para que o processo seja levado adiante. De acordo com os juristas, uma das “impropriedades graves” no pedido é o fato de os parlamentares ainda não terem julgado as contas presidenciais.


Para o professor Luiz Moreira Gomes Júnior, conselheiro nacional do Ministério Público, “está muito claro para a comunidade jurídica brasileira” que não há embasamento constitucional no pedido. Moreira disse que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que acatou o pedido para abertura do processo, não tem “credibilidade”, nem “idoneidade” para se apresentar como protagonista do processo.


Para Moreira, a situação pode ser caracterizada como “golpe parlamentar”. “A sociedade precisa entender, os cidadãos entenderão que o mandato de uma presidenta como Dilma não pode ser contestado por alguém que responde por várias ações no Supremo Tribunal Federal”, disse Moreira, que é doutor em direito. Ao conceder entrevista a jornalistas após o encontro com Dilma, o jurista fez também referência ao fato de o processo ter sido deflagrado após o PT anunciar que votaria contra Cunha no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados.


“Estamos a discutir um capricho de uma autoridade da República, que por ter sido contrariado pelo partido da presidenta, resolveu receber representação [sobre o pedido de impeachment] e colocar todas as instituições da República e da sociedade civil submetidas a seu capricho”, afirmou.


Em documento, os especialistas em direito declaram apoio à continuidade do governo até 2018, condenam "rupturas autoritárias" e afirmam que não há "qualquer fundamento jurídico" para impeachment. Segundo cópia do manifesto distribuída pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência, mais de 70 juristas já assinaram o texto.


De acordo com a advogada e doutora em ciência política Rosa Cardoso, o processo do impeachment envolve a prática de um crime. Rosa Cardoso entende que não foi possível encontrar justa causa nem tipicidade de crime no processo em análise. “Um fato só pode ser atribuído a alguém se houver justa causa do ponto de vista criminal. Isso é materialidade criminosa, e materialidade criminosa não é ter feito qualquer coisa. Materialidade criminosa é alguma coisa que se considere crime”, afirmou.

Para o subprocurador-geral da República aposentado, Juarez Tavares, dentre os crimes de responsabilidade, estão “infrações graves que atentem contra a Constituição Federal. “Não se incluem entre os crimes infrações menores, nem irregularidades administrativas que possam ocorrer durante mandato presidencial”, disse.


Durante a entrevista concedida a jornalistas, alguns dos responsáveis pelos pareceres afirmaram que fazem a defesa do mandato da presidenta Dilma Rousseff “independentemente de coloração partidária” e que não estavam falando em nome de governo, e sim como estudiosos da matéria.


Ao se manifestar, o professor Francisco Queiroz Cavalcanti, professor titular da Universidade Federal de Pernambuco, ateve-se ao mérito dos argumentos utilizados pelos autores do pedido. Segundo Cavalcanti, não cabe responsabilização por “pequenos atrasos” do Tesouro Nacional no financiamento de bancos como o Banco Nacional de Desenvolvimeto Econômico e Social (BNDES), a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil.


Cavalcanti sustenta que o país passa por um quadro econômico “absolutamente desfavorável” e que “medidas de fomento” tiveram de ser feitas. “De que a presidenta de apropriou? Nada. O que ela fez? Do que ela tinha conhecimento? O que se está tentando é imputar responsabilidade. Seria melhor atrasar um pouco pagamentos da Caixa do que deixar tantas pessoas sem recurso”, disse, referindo-se ao pagamento do Programa Bolsa Família.


Já para o doutor em direito Marcelo Labanca, como não houve nenhum ato pessoal direto da presidenta, não se pode gerar o chamado crime de responsabilidade. Labanca ressaltou que o que se deve analisar neste caso é se houve intenção de fraudar, e não somente “qualquer ato ilícito”. “O crime exige fraude, intenção da desonestidade. Não foi encontrado qualquer ato que levasse a presidenta a perder o seu mandato. O direito está sendo manipulado com finalidade política”, afirmou.

Link to post
Share on other sites
“PEDALADAS FISCAIS”
— Antecipação de receitas é um mecanismo usual praticado por TODOS os governos – inclusive estaduais e municipais – que possuem convênios com bancos para efetuar pagamentos de benefícios e programas sociais ou para garantir projetos estratégicos.
— Se isso servisse para cassar o mandato de Dilma, também deveriam ser cassados o governador Geraldo Alckmin, o governador Beto Richa e tantos outros gestores, inclusive o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que pedalou durante oito anos e o TCU nunca deu um pio.
— Se o TCU considera errada a prática, deveria tão somente apresentar uma recomendação de alteração de procedimento, tal como ocorre em outros processos fiscalizatórios. Este órgão, que é um tribunal APENAS no nome, JAMAIS poderia rejeitar as contas de um governo por conta de atos praticados por TODAS as gestões anteriores!
Falácia.
Os técnicos do TCU mostraram um gráfico que coloca uma pá de cal no assunto. Quanto a Caixa Econômica, por exemplo: Durante os governos anteriores e até mesmo os dois primeiros anos da Marmota, o saldo se alterna ligeiramente entre positivo e negativo e de forma constante, de repente em 2013 cai de forma brusca. O saldo devedor fica muito grande e piora em 2014.
É totalmente diferente o governo oscilar em saldo negativo por questões contratuais, do que ficar devendo por muito tempo aos bancos.
O art 36 da LRF proíbe a operação de créditos com bancos públicos. O "Desgoverno" Dilma não fez o repasse dos recursos de programas sociais como o bolsa família e outros, intermediado neste caso pela CEF, o que o obrigou a tirar de suas reservas para honrar seus compromissos. A demora do repasse foi tão grande que o banco teve de reclamar na Justiça. :mongol:
A rejeição de contas pelo TCU, simboliza o fortalecimento desta Lei que foi de fundamental importância pra reorganização do país, lá atrás, através do Plano Real e que demorou um tempão pra ser concluída. O que serve de alerta pros gestores, todos eles, sejam governadores, prefeitos, etc que devem atentar para as leis fiscais. No total foram 15 irregularidades cometidas pela Dilma. Vai lá tenta desmentir cada uma delas.
E pra piorar o art. 38 diz que tal prática é vedada PRINCIPALMENTE em ano de eleição. Coisa que a Marmota infringiu também. Maqueou as contas públicas, cometeu um verdadeiro estelionato eleitoral pra se reeleger, tapeando os seus fieis eleitores otários... :positivo1:
DECRETOS
— O argumento dos decretos de créditos suplementares é ainda mais inconsistente e frágil do que o das “pedaladas”.
— Os decretos também são práticas usuais de todos os governos e servem para garantir a execução de ações essenciais em programas e projetos cuja dotação orçamentária não foi excedida com os decretos.
— Em outras palavras, os decretos não ampliaram gastos, mas tão somente desbloquearam recursos contingenciados para que o governo tivesse flexibilidade para alocar e utilizar verbas para uma área essencial.
— Afinal, por que a oposição não listou nos seus pedidos de impeachment os decretos que criam créditos suplementares e foram assinados pelo vice-presidente Michel Temer?
— Será que a oposição acredita de verdade que toda a população brasileira vai engolir essa história mal contada de terem omitido os decretos assinados pelo vice-presidente?

 

Créditos suplementares dependem de aprovação do Congresso Nacional. A Marmota fez sem permissão...

Link to post
Share on other sites

O importante é que este atraso de vida chamado populismo vai sendo varrido da América do Sul onde somente causou atraso. Foi varrido da Argentina, começa ser desmontado na Venezuela .e Se Deus quiser ficaremos livres dele aqui no Brasil. Dilma começa a ficar isolada no poder .por que o PMDB está tão comprometido não vai morrer abraçado com o governo .. É importante o eleitor acompanhar os acontecimentos por que este tipo de politica que este partido faz é um grande responsável pelos rumos que o pais tomou nos últimos anos.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
Bom sendo assim o que seria melhor? Manter esse governo?

 

O que você REALMENTE, entende pela expressão, ESCOLHAM OUTRO?????

 

vc é alfabetizado?!?!?!

 

cara, vou tomar um BAN por isso, mas tu é muito burro mesmo, ou se faz... para ver briguinhas aqui no forum que não levam a nada...

 

pronto falei, detesto gente burra!!!

Link to post
Share on other sites

Fundadores do PT no Rio criticam Hélio Bicudo

Fundador do PT, Hélio Bicudo pede impeachment de Dilma
Fundador do PT apresenta pedido de impeachment de Dilma Rousseff
Fundador do PT humilha Lula e pede desculpas ao povo brasileiro; assista
Fundador do PT quer impeachment de Dilma Rousseff
Hélio Bicudo, um dos fundadores do PT, é internado em hospital de SP
Hélio Bicudo, fundador do PT, entra com pedido de impeachment de Dilma

 

Adauto, a afirmação do filho do Bicudo é exatamente sobre essas fontes que você postou.

 

Se a declaração do cara é verídica, acho que não há discussão.

 

Só fica a dúvida por eu não ter ouvido ele dizer ao vivo :risada:

 

E se a proposta de impeachment do cara é legítima, tanto faz se é ou não fundador.

Link to post
Share on other sites

O cara está lá desde 1981. Se não assinou o papel da fundação, toda vez que se fala o nome Hélio Bicudo imediatamente vem a sigla PT à cabeça.

 

É interessante como no caso do Delcídio, para rifar o cara alegou-se que era tucano. O cara assinou ficha de filiação lá, nem foi homologado e já é tucano de carteirinha. Fez carreira no PT, elegeu-se senador pleo PT, foi candidato a governador do Estado pelo PT, foi líder do governo do PT, escolha pessoal da Dilma e os caras dizem que era tucano.

 

Já Hélio Bicudo ficou desde 1981 até o mensalão, muito mais tempo de PT que o Delcídio de PSDB e vem diminuir a importância do cara no PT? Interessante que com João Paulo Cunha, Vaccari, Delúbio e outros que sujaram a sigla, daí não tem nenhuma objeção: os caras são petistas com muita honra e orgulho!!!

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...


×
×
  • Create New...