Jump to content
Forum Autoracing
LUCIANO

Galvão e Burti falando MERDA na transmissão...

Recommended Posts

Aí podiam chamar alguém com a cabeça nos anos 1970 e 1980 como o Lito ou o Reginaldo.

 

Aí essa pasta iria bombar :woot:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vou falar uma coisa... eu tenho quase todas as corridas gravadas desde 1978.

 

Vai ser uma decepção enorme pra quem acha que as corridas antigas eram melhores. Com raras exceções elas são no mesmo nível das atuais, senão piores na média, pois em muitas temporadas havia tanta diferença de equipamento que só os 2 primeiros chegavam na mesma volta, às vezes só o vencedor chegava na mesma volta.

 

É que a nossa memória guarda as 10 - 15 corridas memoráveis que vimos lá atrás....

 

:zamigos:

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que me desmotiva na F1 atual é a estabilidade excessiva dos carros. Hoje em dia você não vê mais um piloto "segurar o carro no braço", como os pilotos antigos faziam. Andar no trilho e rápido, era coisa para poucos.

 

Vejam o qualifying de Adelaide 1985, a pole do Senna com aquela Lotus querendo sair de tudo quanto é lado, é completamente diferente de hoje.

 

Infelizmente a importância do piloto diminuiu sensivelmente de uns anos para cá.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vou falar uma coisa... eu tenho quase todas as corridas gravadas desde 1978.

 

Vai ser uma decepção enorme pra quem acha que as corridas antigas eram melhores. Com raras exceções elas são no mesmo nível das atuais, senão piores na média, pois em muitas temporadas havia tanta diferença de equipamento que só os 2 primeiros chegavam na mesma volta, às vezes só o vencedor chegava na mesma volta.

 

É que a nossa memória guarda as 10 - 15 corridas memoráveis que vimos lá atrás....

 

:zamigos:

Verdade. Mes de outubro tava de ferias e aproveitei pra ver umas corridas de meados dos anos 80 e inicio dos 90 e tem cada corridinha q faz a corrida mais chata desse ano ser um espetaculo. A diferença de equipamento era absurda, parecia q tinha varias categorias na corrida, tinha corrida q com 15 voltas ja tinha retardatario :wallbash:

Share this post


Link to post
Share on other sites
O que me desmotiva na F1 atual é a estabilidade excessiva dos carros. Hoje em dia você não vê mais um piloto "segurar o carro no braço", como os pilotos antigos faziam. Andar no trilho e rápido, era coisa para poucos.

 

Vejam o qualifying de Adelaide 1985, a pole do Senna com aquela Lotus querendo sair de tudo quanto é lado, é completamente diferente de hoje.

 

Infelizmente a importância do piloto diminuiu sensivelmente de uns anos para cá.

Mas nakela epoca todo mundo pilotava assim, desde senna ate o pangare q fechava o grid, a pilotagem era completamente diferente. Pouca aero, muita mecanica, turbo lag absurdo, pistas extremamente onduladas, enfim, o carro era muito mais permissivo do q os de hj.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vou falar uma coisa... eu tenho quase todas as corridas gravadas desde 1978.

 

Vai ser uma decepção enorme pra quem acha que as corridas antigas eram melhores. Com raras exceções elas são no mesmo nível das atuais, senão piores na média, pois em muitas temporadas havia tanta diferença de equipamento que só os 2 primeiros chegavam na mesma volta, às vezes só o vencedor chegava na mesma volta.

 

É que a nossa memória guarda as 10 - 15 corridas memoráveis que vimos lá atrás....

 

:zamigos:

Não precisa ir muito longe. Naquele especial do Senna que reprisaram um monte de corrida, a grande maioria foi um saco de assistir.

 

A emoção ficava mais por conta do carro não quebrar do que qualquer outra coisa.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Verdade. Mes de outubro tava de ferias e aproveitei pra ver umas corridas de meados dos anos 80 e inicio dos 90 e tem cada corridinha q faz a corrida mais chata desse ano ser um espetaculo. A diferença de equipamento era absurda, parecia q tinha varias categorias na corrida, tinha corrida q com 15 voltas ja tinha retardatario :wallbash:

 

O que dá essa falsa impressão é a qualidade das transmissões, que deixavam a coisa entediante.

 

Não havia busca por brigas no pelotão intermediário, e o posicionamento das câmeras era terrível.

 

A quase monomarca de motores ajudava um pouco no equilibrio, mesmo havendo versões e privilégios na distribuição deles.

 

Ficava explícito as diferenças de acerto entre companheiros, e suas intimidades com pistas preferidas.

 

E como pilotar nessa época era um baita esforço, percebia-se quem estava melhor preparado para a prova.

Share this post


Link to post
Share on other sites
O que me desmotiva na F1 atual é a estabilidade excessiva dos carros. Hoje em dia você não vê mais um piloto "segurar o carro no braço", como os pilotos antigos faziam. Andar no trilho e rápido, era coisa para poucos.

 

Vejam o qualifying de Adelaide 1985, a pole do Senna com aquela Lotus querendo sair de tudo quanto é lado, é completamente diferente de hoje.

 

Infelizmente a importância do piloto diminuiu sensivelmente de uns anos para cá.

 

O problema de esportes radicais como automobilimso é que tem um limite de segurança que não pode ser ultrapassado, senão começa a morrer nego e aí a coisa degringola.
Na Indy os carros da década de 90 eram bem mais rápidos que os atuais, mas morria tanto piloto que foram obrigados a ir diminuindo a velocidade.
Nas F1 os carros de 2004 eram mais rápidos que os de hoje. Não morreu ninguém por causa disso naquela época, mas a F1 tem paúra disso.
Os carros atuais não tem estabilidade excessiva, ao contrário, estão menos estáveis do que eram porque o regulamento vem podando downforce há 10 anos, justamente para eles não ficarem rápidos demais e perigosos demais.
A tocada dos caras mudou, mas as cameras onboard mostram as diferenças de cada um ainda. As diferenças ficaram mais sutis. Nas décadas de 70 e 80 tinha-se, muitas vezes, diferenças de 1 a 2s entre as posições no grid. Hoje essas diferenças estão em décimos de segundo, as vezes centésimos...
Já viu a onboard do México?
:zamigos:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ótimo vídeo Adauto, sem dúvida, mas...

 

Pra mim os carros tinham que ser mais rústicos, tinham que depender mais do conhecimento técnico do piloto do que da eletrônica.

 

Hoje em dia você não vê mais a figura do piloto "acertador" de carros, aquele carinha que agregou anos e anos de conhecimento técnico em outras categorias para aplicá-lo na F1.

 

Atualmente o piloto dá 100% o tempo inteiro limitado apenas à duração dos pneus e ordens dos boxes.

 

Não que Max Verstappen por exemplo seja pior ou menos preparado tecnicamente que o Senna ou Piquet quando estrearam, mas a minha impressão é a de que o nível de exigência de 30 anos atrás para estrear (e permanecer) na categoria era muito maior que o de hoje.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nem precisam assistir corridas da década de 80/90. Basta lembrar do câmbio manual e das 1000 trocas de marcha em cada corrida.

Um cara que quebrava o bico do carro fica totalmente fora da pontuação, hoje se troca o bico em poucos segundos.

Nem dá pra comparar a dificuldade de antes com a atual.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...