Jump to content
Forum Autoracing

Recommended Posts

Modo "Mãe Dinah" ligado: ano que vem, a Williams termina somente na frente da Sauber nos construtores.

Aguenta uns 2 meses. Já tenho uma ideia de pasta só pra registrar os FEITOS da Williams em 18.

Aguardem!!!!!

Link to post
Share on other sites
Não gosto de nenhum dos dois pilotos da Haas. :diabo:

Nunca vi nada demais no Grosjean, pelo contrário. Quando estreou na Renault tomava mais do Alonso do que o Nelsinho Piquet tomava.

 

Ele evoluiu, mas ainda assim, não passa de um bom piloto.

 

PP

Link to post
Share on other sites

Uma grande carreira sob todos os aspectos . O brasileiro da era pós Senna que chegou mais próximo de ser campeão. Uma pena que com sua retirada das pistas se encerra uma era . A dos brasileiros que chegavam a F1 ostentando um currículo vitorioso na base. Amo automobilismo , mas fiquei muito triste com o fato de em 2018 apos quase 50 anos não terei um piloto brasileiro para torcer .Isso para mim era importante . Vou aproveitar o tempo até o inicio da temporada de 2018 para assimilar isto. Mas valeu Felipe!! Sucesso e leve meu apoio para onde você for.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
Uma grande carreira sob todos os aspectos . O brasileiro da era pós Senna que chegou mais próximo de ser campeão. Uma pena que com sua retirada das pistas se encerra uma era . A dos brasileiros que chegavam a F1 ostentando um currículo vitorioso na base. Amo automobilismo , mas fiquei muito triste com o fato de em 2018 apos quase 50 anos não terei um piloto brasileiro para torcer .Isso para mim era importante . Vou aproveitar o tempo até o inicio da temporada de 2018 para assimilar isto. Mas valeu Felipe!! Sucesso e leve meu apoio para onde você for.

 

Na era pós-Senna, surgiram várias promessas, vários pilotos brasileiros chegaram à F1, mas só Barrichello e Massa tiveram carreiras sólidas lá. Ambos são mais respeitados no exterior do que aqui. Vai entender...

Link to post
Share on other sites

Na era pós-Senna, surgiram várias promessas, vários pilotos brasileiros chegaram à F1, mas só Barrichello e Massa tiveram carreiras sólidas lá. Ambos são mais respeitados no exterior do que aqui. Vai entender...

Na era pós-Senna, surgiram várias promessas, vários pilotos brasileiros chegaram à F1, mas só Barrichello e Massa tiveram carreiras sólidas lá. Ambos são mais respeitados no exterior do que aqui. Vai entender...

O grande problema é que inconscientemente Senna virou parâmetro e mesmo se sabendo que ele foi um piloto extra série se passou a comparar todos com ele. E na minha opinião se cometeu uma injustiça.Rubens e Felipe tiveram mais conquistas que muitos campeões foram tratados como derrotados .Independente de serem pessoas que acompanham F1 ou não sempre mesmo que inconscientemente sempre compararam com os resultados de Senna. As categorias de base mudaram muito e estão mais fracas mas quando um brasileiro participa e vence sempre se questiona se o campeonato tem algum valor. A cada GP o que mais se ouvia eram criticas sobre o desempenho de nossos pilotos. Infelizmente ao não reconhecerem a condição de fora de serie de Senna tudo o que Massa e Barrichello fizeram, e que não foi pouco ficou abaixo do que Senna fez.Não vejo futuro para termos um novo brasileiro na F1 enquanto nosso subconsciente ficar imaginando um novo Senna.

Link to post
Share on other sites

Minha única crítica ao Felipe é sobre o episódio do Alonso is faster than you. Eu teria tacado o phoda-C. Mas ele é ele e eu sou eu. Cada um sabe onde aperta o calo. Mas acho que aquilo abalou o psicológico dele.

O outro fator, involuntário, foi a molada. Acho que teve alguma consequência física. Mas não sou o médico dele, só acho.

 

De resto teve uma carreira positiva, foi correto e leal nas pistas. Fez o que podia e encerrou a carreira de cabeça em pé. Parabéns!

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
Minha única crítica ao Felipe é sobre o episódio do Alonso is faster than you. Eu teria tacado o phoda-C. Mas ele é ele e eu sou eu. Cada um sabe onde aperta o calo. Mas acho que aquilo abalou o psicológico dele.

O outro fator, involuntário, foi a molada. Acho que teve alguma consequência física. Mas não sou o médico dele, só acho.

 

De resto teve uma carreira positiva, foi correto e leal nas pistas. Fez o que podia e encerrou a carreira de cabeça em pé. Parabéns!

Quanto à ultima frase, assino embaixo...

 

Quanto à molada, pode ser; Piquet reconheceu que depois da panca em Imola ele sentiu diferença. Mas mesmo assim ambos seguiram em frente.

 

Quanto ao "Fernando is faster than you", não dá pra esquecer que piloto é funcionário da equipe, assinou contrato, recebe pra correr e tem que cumprir ordens do chefe - senão é pé na bunda. Não podia fazer como o Vestappinho fez - deu um não redondo via rádio - porque tem muito mais respaldo dentro da equipe do que Felipe tinha na Ferrari na época.

E não se esquecendo do fator Alonso: por onde ele passa, ou o companheiro fica na dele (Vandoorme) ou é pisado até ficar. Trouxe - acho eu, se estiver errado, corrijam-me - o patrocínio do Santander pra Ferrari, o que na época (e hoje em dia tb) tinha peso.

 

Voltando à última frase: se ele não fosse assim, não teria recebido homenagem de TODAS as equipes na despedida do ano passado. Na desse ano eu nem ligo, ele voltou pra ganhar mais algum $$ e ajudar; não tinha (na minha opinião) mais nada a provar. Meus parabéns a ele pela carreira e esperemos vê-lo em breve nas pistas, fazendo o que gosta.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
Minha única crítica ao Felipe é sobre o episódio do Alonso is faster than you. Eu teria tacado o phoda-C. Mas ele é ele e eu sou eu. Cada um sabe onde aperta o calo. Mas acho que aquilo abalou o psicológico dele.

O outro fator, involuntário, foi a molada. Acho que teve alguma consequência física. Mas não sou o médico dele, só acho.

 

De resto teve uma carreira positiva, foi correto e leal nas pistas. Fez o que podia e encerrou a carreira de cabeça em pé. Parabéns!

 

 

Quanto à ultima frase, assino embaixo...

 

Quanto à molada, pode ser; Piquet reconheceu que depois da panca em Imola ele sentiu diferença. Mas mesmo assim ambos seguiram em frente.

 

Quanto ao "Fernando is faster than you", não dá pra esquecer que piloto é funcionário da equipe, assinou contrato, recebe pra correr e tem que cumprir ordens do chefe - senão é pé na bunda. Não podia fazer como o Vestappinho fez - deu um não redondo via rádio - porque tem muito mais respaldo dentro da equipe do que Felipe tinha na Ferrari na época.

E não se esquecendo do fator Alonso: por onde ele passa, ou o companheiro fica na dele (Vandoorme) ou é pisado até ficar. Trouxe - acho eu, se estiver errado, corrijam-me - o patrocínio do Santander pra Ferrari, o que na época (e hoje em dia tb) tinha peso.

 

Voltando à última frase: se ele não fosse assim, não teria recebido homenagem de TODAS as equipes na despedida do ano passado. Na desse ano eu nem ligo, ele voltou pra ganhar mais algum $$ e ajudar; não tinha (na minha opinião) mais nada a provar. Meus parabéns a ele pela carreira e esperemos vê-lo em breve nas pistas, fazendo o que gosta.

E um fato claro que a chegada a Ferrari depois do acidente e ver que ele não tinha mais a importância que tinha antes do acidente , causou um impacto psicologico que prejudicou Felipe. A segunda parte da temporada de 2012 deu um alento , que acabou de cair em 2013.

Eu achava que a mola poderia não ter causado estrago , mas depois que li que ele tem um buraco no cranio, que foi preenchido com um aplaca de titanio, não consigo acreditar que não houve sequelas e não ficarei surpreso se no futuro ele revelar que perdeu alguma coisa depois do acidente. Karl Wendlinger também nunca mais foi o mesmo depois de seu acidente.

No mais foi um vencedor

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Massa x Rubinho:

 

Rubinho: piloto rápido, técnico, bom de chuva, bom acertador e desenvolvedor de carros, mas ele nunca soube tirar 100% da pilotagem, como tiravam Fittipaldi, Piquet e Senna. Ele é aquele piloto que tira 98% do carro, por isso ele foi um BOM PILOTO.

 

Massa: piloto rápido, arrojado, mas não muito técnico e razoável na chuva. Ele teve dificuldades com vários carros que pilotou, mas se tiver um carro no estilo de pilotar, ele dá trabalho a qualquer piloto do grid. Ele também foi um BOM PILOTO.

 

Fittipaldi falou mais ou menos isso: " A diferença entre um grande campeão e um bom piloto é muito pequena, mas esse detalhe faz toda a diferença no final do campeonato."

 

Eu concordo com ele.

:positivo: :positivo:

 

PP

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...




×
×
  • Create New...