Jump to content
Forum Autoracing
Sign in to follow this  
knOx

Top 10 - Momentos de brilhantismo do seu piloto favorito

Recommended Posts

O canal oficial da F1 no YouTube tem postado top 10 de diversos pilotos.

Entao eu pensei que podiamos fazer o mesmo aqui, tanto para pilotos que ja apareceram la quanto outros que ainda nao.

Vou comecar aqui. Espero que gostem da ideia do topico.

RUBENS BARRICHELLO

Segue a lista em ordem cronologica. Se for o caso, depois eu edito e coloco em ordem de importancia (pelo meu ponto de vista, claro).

  1. Donington Park, 1993: Largada sensacional, chegou a andar em segundo por um bom tempo, seguia tranquilo para um podio, mas o carro o deixou a pe perto do fim.
  2. Aida (Pacifico), 1994: Primeiro podio.
  3. Spa, 1994: Primeira pole.
  4. Monaco, 1997: Com um carro que so quebrava, mostrou extrema habilidade no molhado em uma pista dificil como Monaco. Coracao acelerou nessa corrida quando o Schumacher rodou, mas o alemao tinha muita sorte e conseguiu continuar para vencer. Belo podio.
  5. Franca, 1999: Pole position, liderava, deu X no Schumacher, quando a chuva apertou ele conseguiu abrir mais de um segundo por volta, ai veio o safety car, e tanto McLaren quanto Jordan fizeram estrategias melhores, levando Hakkinen e Frentzen a ultrapassa-lo. Ainda chegou no podio.
  6. Hockenheim, 2000: Sem comentarios. Largando la do fim do grid, optou por um acerto com mais asa, ultrapassou um monte, deu sorte com a invasao de pista, e segurou o carro no braco quando comecou a chover e ele continuou na pista com pneus de seco. Vitoria belissima!
  7. Silverstone, 2003: Mais uma pole, e uma demonstracao fenomenal de como guiar com a faca nos dentes em um carro mais acertado ao seu estilo.
  8. Silverstone, 2008: Coincidencia ou nao, mais uma demonstracao incrivel de habilidade no molhado, levando a porcaria da Honda ao podio.
  9. Valencia, 2009: Vitoria em um momento crucial da temporada, mantendo acesas suas chances de titulo, em um momento em que a Brawn ja nao era mais o melhor carro.
  10. Hungria, 2010: Aqui foi mais pela coragem do que pela posicao de chegada. Ultrapassagem em cima de Schumacher espremido no muro. Bela manobra.

Foi dificil reduzir para apenas 10 momentos. Inicialmente, minha lista estava com pelo menos 15 a 20.

Resolvi descartar as vitorias de 2002 porque em todas elas o Schumacher chegou colado nele, no que claramente foi a Ferrari pedindo para simplesmente "levarem os carros para casa".

Barrichello teve uma bela carreira. Acredito que tenha tomado algumas decisoes ruins em termos de para qual equipe ir, mas sem duvidas merecia ter sido campeao.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Foram os grandes momentos do Barrichello mesmo na F1 , só colocaria vitória em Monza 2009 no lugar da passadão do Shucrute na Hungria, porque foi uma vitória de quem queria o titulo .

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dos Brasileiros

Piquet

1- San Marino 1980 ( Passão nas 2 Willians Jones e Rotman e vitória)

2- Alemanha 1981 ( Corrida que mostrou maturidade para titulo )

3 - Canada 1982 ( A dó pé queimado só na duvida se foi 84 , mais acho que foi 82 mesmo kkk)

 4- Brasil 1983 ( 1 volta no segundo Rosber , acertou carro de forma impressionante)

5- Africa 83 ( Pela estratégia de corrida, frieza na decisão)

6 - França 1985 ( veio passando todo mundo  , conteve ataques finais do Prost no final)

7 - Hungria 1986 ( ultrapassem na Lotus do Senna)

8 - Monza 1987 ( vitória no mano a mano contra Mansel , o que não estava sendo comum em 87 )

9 - Austrália 1990 ( Puta vitória, passou Berguer, Prost, Mansel,  ai Senna bateu e herdou liderança , mais de Bennetton)

10 - Canadá  1991 (contou com quebras o tchauzinho do Mansel parando ultima volta mais passou as duas Ferraris na corrida Prost e Alesi .

Share this post


Link to post
Share on other sites

Senna

1 - Monaco 1984 ( Toleman 2 lugar , que poderia ser vitória)

2 - Portugal 1985 ( 1 volta no segundo na chuva)

3- Jerez 1986 Brigando lotus corrida toda contra 2 maclarens , 2 willians e aquela chegada 16 milésimos contra Mansel

 4- Japão 1988 ( a maior decisão de títulos de todos , de 16 até passadão espetacular no Professor Prost )

 5- Japão 1989 ( uma batalha épica contra o Prost , que ele ganharia , e foi um show apesar de tudo depois)

 6-Hungria 1990 ( corridao, chegou ficar 40 segundo atrás do líder no começo , veio passando , dando totó , quase no final passou o Boutsen na ultima volta mais ficou em 2)

 7- Brasil 1991 ( Todos conhecem)

8 - Hungria 1991 ( Aula , segurando os 2 willians mais rápidos a corrida toda , sem parar e sem gastar pneu)

9- Monaco 1992 - Deu sorte furo Mansel, mais segurar aquela Williians de pneu novo no final sem deixar bater kkk e ganhar entrou para historia

10 - Europa 1993 ( Volta inesquecível)

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Massa

1 - Europa 2002 -  desobedeceu ordem Sauber e chegou na frente do Hideffeld pontuando.

2 - Brasil 2004 - começo da corrida de Sauber brigando Raikkoene, Montoyia e Barrichello

3 - Malásia 2006 - Chegou na frente do Shumacher 

4 - Turkia 2006 - primeira vitória

5 - Brasil 2006 - vitória em casa é vitória em casa mesmo com um canhão na mão kk

6- Espanha 2007 - Sai pra lá Alonso hehehe ,Vitoria na casa do Espanhol tocando o mesmo para fora na primeira curva.

7 - Pole em Monaco 2008, não andava nada lá, fez um temporalll

8 - Hungria 2008 - pecado quebra do motor , seria sua maior vitória , aquele passão por fora do Hamilton na primeira curva foi foda

9 -  Brasil 2008, Vitoria de gente grande em uma decisão de titulo , corrida no seco , molhado, faltou só não ter caído a chuva na ultima volta que o Hamilton não teria passado Glock , seria 9 titulo Brasileiro F1.

10 - Abu Dhabi 2014 - melhor corrida dele na Willians , chegou 2 segundos do Campeão Hamilton  , e mais de 20 do seu parceiro Bottas ...faltou pouco , se Hamilton tivesse dado uma tirada de pé no final ...mais foi ultima grande corrida do Massa.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

SENNA segurando o LEÃO NIGEL MANSELL pelas ruas de Mônaco e vencendo a corrida, este é o maior momento de brilhantismo do meu piloto favorito. 

A Williams de Mansell era praticamente imbatível, suspensão ativa, só faltava dirigir sozinha, tanto que Mansell viria a ganhar o seu ÚNICO título em toda a sua carreira na Fórmula 1. Mas em Mônaco não, lá estava o REI DE MÔNACO para mostrar a Mansell que não adiantava ter o melhor carro. Em Mônaco é preciso ter braço e muito sangue frio, coisa que o LEÃO não tinha.  

Houveram diversos outros? Claro que houveram, basta ler os depoimentos dos foristas acima do meu post, mas para o SENNA era normal brilhar e em se tratando de SENNA era algo corriqueiro. DRIVEN TO PERFECTION 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Emerson Fittipaldi

GP dos Estados Unidos de 1970
Logo na sua quarta corrida na F1, a primeira como número 1 da Lotus, Emerson Fittipaldi alcançou a primeira vitória. Largando em terceiro, o brasileiro começou de forma cautelosa e avançou aos poucos até se encontrar em segundo lugar quase no fim. Mas aí Pedro Rodríguez precisou entrar nos boxes para reabastecer, e Emerson assumiu a liderança para não mais perdê-la. Foi a primeira vitória do Brasil na F1. O próprio Emerson deu um maravilhoso depoimento ao F1 Memória para comemorar o cinquentenário da conquista histórica.

GP da Espanha de 1972
Emerson Fittipaldi começou a temporada de 1972 com um abandono na Argentina, quando era o terceiro colocado, e uma segunda posição na África do Sul, onde liderou por 12 voltas. A primeira vitória com a Lotus preta e dourada patrocinada pelos cigarros John Player Special estava amadurecendo. E ela veio no GP da Espanha, em Jarama. Quinto no fim da primeira volta, Emerson subiu na classificação mesmo numa pista de difíceis ultrapassagens após superar Clay Regazzoni (Ferrari), Jacky Ickx (Ferrari), Denny Hulme (McLaren e Jackie Stewart (Tyrrell) em apenas nove voltas. Dali em diante, despachou os adversários para vencer pela primeira vez no ano do título.

GP da Inglaterra de 1972
No desafiador circuito de Brands Hatch, Emerson duelou desde as primeiras voltas com Ickx e Stewart. O brasileiro chegou a dar uma escapada e caiu para terceiro, mas recuperou o segundo lugar ao ultrapassar o escocês e assumiu a liderança com a quebra da Ferrari do belga. Dali em diante, nas 28 voltas que faltavam, controlou Jackie e conquistou um triunfo fundamental na vitoriosa campanha de 1972.

GP da Áustria de 1972
Depois de largar na pole position, Emerson caiu para terceiro nas primeiras voltas. Com cabeça e técnica, o "Rato" passou Regazzoni e partiu para cima de Stewart. No velocíssimo circuito austríaco, Fittipaldi caçou o rival até quase a metade da prova mas tomou a liderança numa bela manobra. Nas voltas finais, o brasileiro recebeu uma pressão fortíssima de Hulme, mas conseguiu se sustentar na frente. A vitória deixou Emerson muito perto do título.

GP da Argentina de 1973
Primeiro brasileiro campeão do mundo, Emerson começou 1973 com a corda toda, naquela que ele mesmo declarou ter sido sua melhor corrida na Fórmula 1. Em Buenos Aires, Fittipaldi foi constantemente trancado por Stewart na disputa pelo segundo lugar, enquanto François Cevert, companheiro do escocês, tentava abrir. Sinalizando para forçar passagem, Emerson cerrou os dentes e despachou Jackie. Partiu para cima de Cevert e, com duas rodas na grama, passou pelo francês para assumir a liderança. Uma vitória consagradora.

GP do Brasil de 1974
Em nova equipe, a McLaren, Emerson disputou sua segunda corrida na temporada de 1974 no Brasil. Diante da torcida, fez a pole position, mas caiu para terceiro no começo da prova. Logo na quarta volta, Fittipaldi passou Carlos Reutemann, da Brabham, e partiu para o ataque em cima do antigo parceiro de Lotus Ronnie Peterson. Emerson levantou o público de Interlagos ao passar o amigo no retão antes da saudosa Curva 3. Depois, abriu na frente até a chuva começar a cair, e o diretor de prova encerrar a prova.

GP da Inglaterra de 1975
Em 1975, numa outra corrida com influência do clima, em Silverstone, Emerson Fittipaldi teve a leitura perfeita das condições ao longo da prova. O bicampeão parou nos boxes nos momentos certos e, na hora em que o temporal desabou de vez, só ele estava com os pneus adequados. Com isso, conseguiu passar ileso pelas curvas Stowe e Club, que estavam praticamente alagadas, e estava inteiro para receber a bandeira quadriculada quando a direção de prova resolveu interromper a corrida. Foi a última vitória de Emerson na F1.

GP do Brasil de 1978
Em 1976, Emerson trocou a McLaren pelo sonho de conduzir o carro brasileiro da própria equipe, a Copersucar-Fittipaldi. Com empenho e dedicação, começou a colher resultados aos poucos O melhor deles foi no Rio de Janeiro, na primeira corrida de F1 em Jacarepaguá. Desde os treinos, o modelo F5A teve ótimo rendimento, e Fittipaldi foi o sétimo no grid. Antes da prova, um susto, com a quebra do eixo-piloto do carro titular. Emerson teve de recorrer ao reserva, que estava melhor ainda. Com uma atuação brilhante, o brasileiro foi ultrapassando seus adversários até chegar ao segundo lugar. Não dava para alcançar Carlos Reutemann na Ferrari, mas o resultado foi histórico e inesquecível.

GP da Áustria de 1978
A melhor temporada de Emerson na equipe Copersucar-Fittipaldi foi sem dúvida a de 1978. Além do segundo lugar em Jacarepaguá, o bicampeão obteve mais dois quartos lugares, dois quintos e um sexto, o que demonstrou um crescimento consistente do time. Um desses quartos lugares foi fruto de uma grande atuação de Fittipaldi na Áustria: sob chuva, o brasileiro teve uma primeira volta complicada e caiu para o fim do pelotão; depois, numa reação extraordinária, foi ultrapassando seus concorrentes e, depois da troca para pneus slicks, se consolidou em quarto. Uma atuação nem tão lembrada, mas brilhante de Emerson.

GP dos EUA-Oeste de 1980
Depois de uma temporada de 1979 desastrosa com o tétrico modelo F6, a equipe Fittipaldi se fundiu com a Wolf, e Emerson passou a ter como companheiro Keke Rosberg. O Fittipaldi F7 começou bem o ano, com um pódio do finlandês na Argentina. Na quarta corrida do ano, nas ruas de Long Beach, Emerson largou no fim do grid, mas com inteligência, usou sua experiência para subir na classificação até o terceiro lugar. Foi o último pódio de Fittipaldi, que, num momento simbólico, estava ao lado de Nelson Piquet, que conquistara sua primeira vitória. Uma passagem de bastão entre dois gênios.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/motor/formula-1/blogs/f1-memoria/post/2020/12/12/no-aniversario-de-emerson-fittipaldi-relembre-o-top-10-de-corridas-do-bicampeao-na-f1.ghtml

 

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu lendo na maior empolgação o texto do Thiago sobre o Emerson, pensando na sorte dele ter acompanho a carreira dele na F-1 e lembrar, depois de tantos anos, estas passagens. No fim, era um texto do Globo Esporte...🤣

Me lembrou o Vettel no Bahrein, que fez duas belas ultrapassagens no Alonso e logo depois dá aquela pancada no Ocon... 🤣

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Uma pena que dessa época do Emerson só conseguimos documentários, muito difícil vt das corridas inteiras .

Decisão de 1974 sou louco para ver , disputa dele com Clay foi logo na primeira volta, mais depois tem a corrida toda fazendo precisando pontuar 4 pontos  para ser campeão, mesmo Clay se arrastando lá atrás .

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vou mudar um pouco, e colocar as melhores corridas dos 6 melhores que vi correr:

1) Senna:

Portugal 85, Brasil 91 e Europa 93

2) Hamilton:

Hungria 2018 e Bélgica 2018

3) Schumacher:

Bélgica 95 e Espanha 96

4) Prost:

Austrália 86 e México 90

5) Piquet:

Hungria 86 e Austrália 90

6) Alonso:

Malásia 2012 e Alemanha 2012

PP

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 4/14/2021 at 12:48 PM, FontesL said:

Eu lendo na maior empolgação o texto do Thiago sobre o Emerson, pensando na sorte dele ter acompanho a carreira dele na F-1 e lembrar, depois de tantos anos, estas passagens. No fim, era um texto do Globo Esporte...🤣

Me lembrou o Vettel no Bahrein, que fez duas belas ultrapassagens no Alonso e logo depois dá aquela pancada no Ocon... 🤣

HAUHUAHAUHAUA poxa, mas ia ser muita vigarisse da minha parte postar o texto sem postar a fonte, como se fosse meu rs

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 4/24/2021 at 7:37 PM, Piloto P said:

Vou mudar um pouco, e colocar as melhores corridas dos 6 melhores que vi correr:

1) Senna:

Portugal 85, Brasil 91 e Europa 93

2) Hamilton:

Hungria 2018 e Bélgica 2018

3) Schumacher:

Bélgica 95 e Espanha 96

4) Prost:

Austrália 86 e México 90

5) Piquet:

Hungria 86 e Austrália 90

6) Alonso:

Malásia 2012 e Alemanha 2012

PP

 

 

Senna: Suzuka 88, Brasil 93, Europa 93

Piquet: Australia 90

Alonso: Malasia 2012, Europa 2012, 

Button: Canadá 2011, Hungria 2006, Australia 2009

Vettel: Monza 2008, Singapura 2013, Malasia 2015

Hamilton: Canadá 2011 😈

Schumacher: Europa 97 😈

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu não vi Fangio correr (lógico), mas dizem que o GP Alemanha 1957, foi a MAIOR atuação de um piloto na historia da F1. Ele fez seu pit stop (ele já fazia isso muito antes de Piquet e Schumacher), e depois andou 13s mais rápido do que fez no treino. Um absurdo!

Treino Fangio 9m25s6

Corrida Fangio 9m12s4

PP

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Piloto P said:

Eu não vi Fangio correr (lógico), mas dizem que o GP Alemanha 1957, foi a MAIOR atuação de um piloto na historia da F1. Ele fez seu pit stop (ele já fazia isso muito antes de Piquet e Schumacher), e depois andou 13s mais rápido do que fez no treino. Um absurdo!

Treino Fangio 9m25s6

Corrida Fangio 9m12s4

PP

Qualquer coisa antes dos anos 1980 eh muito dificil para julgarmos. Dependemos muito de relatos, os quais dificilmente serao totalmente isentos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 hours ago, knOx said:

Qualquer coisa antes dos anos 1980 eh muito dificil para julgarmos. Dependemos muito de relatos, os quais dificilmente serao totalmente isentos.

Sei disso, por isso temos que confiar nos relatos históricos de quem assistiu essa corrida.

Veja a temporada 1957 no site www.tudosobreformula1.com.br , o site é gratuito.

👍👍

PP

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...