Jump to content
Forum Autoracing

Search the Community

Showing results for tags 'EUA'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Comunidade Autoracing
    • Leia aqui antes de Postar
    • Torneio de Palpites
    • Notícias Autoracing
  • Formula 1, Indy, Moto GP, Stock Car...
    • F1, Indy, GP2, F3 e outras Formulas
    • Stock Car, Nascar, Endurance, Estaduais, etc...
    • Moto GP, Moto 2, SBK e outras
  • Simuladores Online
    • LBN - Liga Brasileira Nascar
    • Jogos de Formula 1 - Race Brasil
  • Fun Foruns
    • Off-Topic
    • Automóveis / Mecânica / Tuning
    • Plastimodelismo
    • Classificados

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Location


Interests

Found 9 results

  1. F1 – GP dos EUA 2019 – Preview Autoracing ------ Horário dos treinos e corrida Sexta-feira, 01 de Novembro de 2019 Treino Livre 1 13:00 – 14:30 (SporTV) Treino Livre 2 17:00 – 18:30 (SporTV) Sábado, 02 de Novembro de 2019 Treino Livre 3 15:00 – 16:00 (SporTV) Classificação – 18:00 – 19:00 (SporTV) Domingo, 03 de Novembro de 2019 Corrida – 17:10 (SporTV)
  2. Pessoal, passei 10 dias com uma Chevrolet Captiva nos EUA. Eu tinha alugado um Nissan Maxima, mas não tinha nenhum naquela hora, então me deram um "upgrade" para esse caminhãozinho. Rodei dentro de Las Vegas e San Diego e na estrada entre essas duas cidades, coisa de umas 550 milhas no total. O carro era praticamente 0km, pois tinha menos de mil milhas rodadas. Não gostei, pra mim foi um downgrade. Achei o carro extremamente duro, a começar pelo bancos e terminando pela suspensão e pneus. CONFORTO - Entrei no carro, sentei e já senti que o banco era duro demais, desconfortável até. O painel de instrumentos é comum, o acabamento também comum e o espaço para recuar o banco do motorista é pequeno para um cara de 1,90m como eu. Tem vários porta-trecos e evidentemente 2 porta-copos na frente e 2 atrás. O espaço para quem vai atrás também é pequeno para um SUV. O porta malas é razoável, cabem 3 malas grandes (não jumbo) sem atrapalhar a visão do espelho interno retrovisor. Se colocar uma mala de mão em cima das 3 malas já complica a visão. Os espelhos retrovisores externos são bons, tem grande angulação. MOTOR - É bom, apesar de barulhento. O carro anda direito, mas não sei se a versão que vendem aqui é mais leprosa. Se vc colocar no modo "ECO" ele fica meio xoxo, mas economiza alguma coisa. Gastei 2 tanques para andar as 550 milhas, sendo a maior parte disso em estrada. CAMBIO - Razoável em modo normal e xoxo no modo ECO, quando vc tem que tuchar mesmo o acelerador para ele reduzir uma marcha e andar. ESTABILIDADE - Boa para um SUV de tração dianteira quando está sem as malas e razoável para boa quando cheia. A direção é bastante direta, eu gosto disso, mas é perigoso se vc não estiver 100% focado ao dirigir. SUSPENSÃO - Fica claro que para conseguirem deixar o carro com boa estabilidade, a suspensão ficou bem dura. As ruas nos EUA praticamente não tem buracos, mas às vezes tem uma diferença pequena de um tipo de asfalto para outro (pontes, etc) e a porrada é sentida na hora. Imagino que aqui no Brasil o carro deva ser muito mais mole, senão desmancha na rua em 2 ou 3 meses de uso. Bem, pelo que me lembro é isso. Achei um carro médio, que lá tem um preço médio para pessoas com exigência média. Eu não compraria esse carro lá, apesar de um semi-novo com 10 mil milhas custar cerca de U$ 18 mil. Aqui é aquela roubalheira usual, já que o caminhãozinho 0km começa a partir de R$ 104.000,00 !!!! Quem quiser mais detalhes basta perguntar. P.S. Depois fiquei 5 dias com o Nissan Maxima. Outro dia escrevo sobre ele...
  3. Preview Autoracing ------ Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018 Treino Livre 1 12:00 – 13:30 (SporTV) Treino Livre 2 16:00 – 17:30 (SporTV) Sábado, 20 de Outubro de 2018 Treino Livre 3 15:00 – 16:00 (SporTV) Classificação – 18:00 – 19:00 (SporTV) Domingo, 21 de Outubro de 2018 Corrida – 15:00 (SporTV)
  4. Pronta para ataque, Coreia do Norte dá prazo a diplomatas Seul afirma que mísseis já estão em lançadores e escondidos na costa leste A Coreia do Norte instalou dois mísseis de alcance intermediário em lançadores móveis e os escondeu na costa leste do país, afirmou nesta sexta-feira a agência sul-coreana Yonhap, citando fontes militares. A informação dá forças às especulações de que a Coreia do Norte está pronta para lançar um míssil abruptamente. Ao mesmo tempo, segundo a BBC, diplomatas britânicos foram informados, pelo governo de Pyongyang, que sua segurança não poderá ser garantida após 10 de abril, no caso de um conflito - reforçando orientação anterior de desocupação de todas as embaixadas no país. Leia mais: ONU alerta a Coreia do Norte: 'Ameaça nuclear não é jogo' Coreia do Norte pode lançar míssil em breve, dizem EUA Na quinta-feira, a CNN divulgou imagens e conversas interceptadas que mostravam a movimentação da Coreia do Norte com o transporte de mísseis, lançadores e combustíveis para a costa leste. Em resposta, a Coreia do Sul deslocou nesta sexta-feira dois navios de guerra com capacidade para interceptar mísseis balísticos para sua costa. Segundo declarou um porta-voz do ministério da Defesa para a agência de notícias sul-coreana, os destróieres com 7.600 toneladas foram divididos entre a costa leste e oeste do país e estão equipados com o sistema de radar Aegis, capaz de detectar e destruir mísseis em sua trajetória intermediária. Nesta semana, o regime comunista transportou dois mísseis do tipo Musudan para a costa leste, levando os EUA a enviarem seu avançado sistema de defesa de mísseis à sua base de Guam, no Oceano Pacífico. Quem é quem: Coreia do Norte x Coreia do Sul A guerra de imagens da Coreia do Norte A Coreia do Sul e os Estados Unidos estão monitorando de perto o local onde estariam os mísseis Musudan já instalados nos lançadores. Segundo a Yonhap, o míssil pode alcançar entre 3.000 e 4.000 quilômetros e seria capaz de atingir a base americana de Guam. Contudo, o radar sul-coreano pode localizar milhares de alvos até 1.000 quilômetros de distância. “Se o norte lançar um míssil, nós localizaremos sua trajetória”, disse uma autoridade do Exército sul-coreano. Embaixadas - Nesta sexta-feira, a agência oficial de notícias da China, Xinhua, informou que a Coreia do Norte recomendou, a todas as embaixadas estrangeiras, a considerarem a possibilidade de retirada de seu pessoal de Pyongyang. A informação foi confirmada pela Rússia e, logo depois, pela Grã-Bretanha - que, após ser comunicada sobre o prazo de segurança, diz estar analisando "os próximos passos". Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/misseis-norte-coreanos-estao-prontos-para-lancamento-diz-seul
  5. PREVIEW AUTORACING Para garantir o Mundial de Pilotos já nos EUA, Hamilton precisa marcar 16 pontos a mais que Vettel e 3 pontos a mais que Bottas. Ou seja: Se Hamilton vencer, é campeão se Vettel chegar de sexto para trás. Se Hamilton terminar em segundo, é campeão se Vettel terminar de nono para trás e Bottas não vencer. Se Hamilton chegar de terceiro para trás, o campeonato não acaba nos EUA. Para a Mercedes vencer o Mundial de Construtores nos EUA, basta que a Ferrari não consiga tirar pelo menos 17 pontos de diferença. Ou seja, se uma Mercedes vencer, a equipe já é campeã. Enfim, na minha opinião, é só uma questão de tempo para que os dois títulos estejam garantidos para Hamilton/Mercedes. O de construtores é certo. O de pilotos está muito próximo. Não acredito em uma virada espetacular de Vettel.
  6. http://www.autoracing.com.br/f1-gp-dos-eua-2016-preview-autoracing/
  7. Animado com o sucesso do GP dos EUA, realizado no Circuito das Américas, em Austin, Texas, Bernie Ecclestone agora afirmou que acha que "vamos ter de ir para a California". Como circuitos possíveis, descartou Long Beach, mas considerou possíveis Sonoma e Laguna Seca. Por fim, ainda não abriu mão do desejo de correr em New Jersey, o que foi adiado por falta de apoio financeiro. Desde que não destruam o circuito (com a mão podre do Tilke, que já matou a Peraltada), eu adoraria ver a F1 em Laguna Seca. Só não sei o que vão fazer para ter a segurança desejada na Corkscrew.
  8. Preview Autoracing: http://www.autoracing.com.br/f1-gp-dos-eua-2015-preview-autoracing/ Lembrando que o GP não será transmitido ao vivo pela Globo. Apenas SporTV.
  9. Uma das especialidades do Americano na indústria do entretenimento é empolgar o consumidor para faze-lo gastar. Acredito que alguns foristas aqui já tenha ido a Universal Studios em Orlando, que é um parque de diversão muito bacana. Na saída de cada atração existe uma lojinha para capitalizar em cima da empolgação criada no consumidor do parque. O Americano tem o objetivo de criar todas as condições para fazer você gastar, eles fazem isto com competência. É preciso se ter isto em mente para entender o entretenimento que a IndyCar tenta proporcionar ao aficcionado por automobilismo de monopostos. Eles permitem ao torcedores a acompanhar de perto o dia a dia da equipe e dos pilotos. Pagando dez dólares é possível frequentar o paddock observando as equipes e encontrar os pilotos. Criando o vínculo com o torcedor, o próximo passo é vender produtos dando suporte a equipes e pilotos. Eles estão trabalhando e você se divertindo. Afinal, cliente feliz paga sem reclamar. Um negócio é bom quando é bom para todas as partes. Para o promotor da corrida, o melhor negócio é lidar com um cliente feliz. Pois embora ele tenha que pagar apenas dez dólares para entrar, depois ele vai pagar cinco dólares por uma água ou refrigerante, oito dólares por um pretzel ou uma cerveja, doze dólares por uma pizza. Então o promotor ganha dinheiros arrendando espaço para barracas de alimentação e para outras empresas que divulgam seus produtos automobilisticos no mesmo espaço com ar climatizado. Afinal de contas o torcedor não vai ficar feliz na arquibancada se ficar tomando sol o dia inteiro, correndo risco de ensolação, desidratação etc... Carro em Exposição em Trade Show Então uma corrida de Indycar se torna um ambiente de negócio para todo mundo, incluindo patrocinadores, ganhar dinheiro enquanto o torcedor está feliz. O qual estará se divertindo vendo esportivos exóticos, passeando de Monster Jam truck, andando de kart, comprando souvenirs e comendo hot dog. Se houver gasto de dinheiro público isto não é para ser dito ao torcedor. Pois não é o momento dele se preocupar em como os impostos são gastos. Mensagem do Patrocinador para o Consumidor. É um ambiente em que todo mundo ganha de acordo com a qualidade do trabalho que realiza. Então qual o problema da Fórmula Indy? A NASCAR é onde está o dinheiro, o Montoya pode falar do dinheiro que ganhava mesmo com poucas vitórias por lá. Então a corridas de stock em ovais é um destino natural para o garoto que se apaixona por corridas depois das primeiras voltas de kart. Tendo a NASCAR como categoria principal do automobilismo americano, os Estados Unidos sozinho não forma pilotos suficientes com a habilidade necessária para controlar estes monopostos com médias de velocidade acima dos 300km/h nos ovais. Se torna mais difícil criar um vínculo com o torcedor americano tendo um número grande de pilotos estrangeiros. Os Americanos cultuam os vencedores, e para o bem da audiência na televisão é bom que os vencedores sejam da terra do tio Sam. Ou então vão haver consumidores que vão apenas saber se referir ao Hélio de Castro Neves como o vencedor de Dancing with the Stars. Então qual o caminho para a IndyCar? Enquanto houver as 500 milhas de Indianapolis, sempre haverá a categoria IndyCar, com os carros para esta histórica corrida. A categoria precisa se reagrupar para melhorar. Enquanto houver gente gastando dinheiro com corridas nos EUA então sempre haverão potenciais pilotos para serem desenvolvidos. O que não falta nos EUA é gente querendo correr de carro, pode ser em kart, track days, trash car championship, MX-5, Formula Mazda, Indy Lights, etc. Vejam na foto a seguir os diversos tipos de carros que foram para pista juntos no final de semana da Indy em Houston. Turismo, Formula, Buggie, etc Tudo ao Mesmo Tempo Agora. Mazda MX-5 Miata - Carro para Corrida Preliminar em Houston Tendo uma organização em ganhem dinheiro é possível manter as categorias de base necessárias para uma categoria de monopostos forte. Júlia, a Argentina Pilotando Pro-Mazda Por vezes existem Brasileiros se formando em categorias de base nos EUA sem que tenhamos conhecimento. Eu não sabia dos pilotos Brasileiros disputando a Pro-Mazda que é uma categoria de base que correu nas pre-liminares da Indy em Houston. Carro do Felipe Donato, o Mais Novo Brasileiro na Pro-Mazda Pilotos da Pro-Mazda http://www.starmazda.com/teams-drivers/current-drivers Incluindo Três Brasileiros e Três Meninas.
×
×
  • Create New...