Jump to content
Forum Autoracing

FontesL

Members
  • Content Count

    2,223
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    105

Everything posted by FontesL

  1. O Max falou algo neste sentido: Verstappen alfineta Perez: “Eu estou sozinho na luta” https://www.autoracing.com.br/f1-verstappen-alfineta-perez-eu-estou-sozinho-na-luta/ Não sei se, caso o Perez estivesse mais próximo, poderia impedir a estratégia de duas paradas da Mercedes, mas, ao menos, poderia dar uma atrapalhada. Isso vai pesar na hora da renovação.
  2. Ainda acho que faltou o Perez andar mais próximo, para que ele desse uma atrapalhada na estratégia da Mercedes. O Hamilton pôde, assim como na Hungria 2019, fazer um pit stop a mais, recuperar o tempo perdido e ultrapassar o Max. Em ambas situações, faltou um outro piloto da Red Bull para dar uma atrapalhada nesta estratégia.
  3. Repeteco da Hungria 2019? Se for, a passagem do Perez na Red Bull será curta...
  4. 👍 Estes 4 citados estão entre os melhores pilotos que passaram pela F-1. Por isso digo que o piloto diferenciado guia qualquer tipo de carro.
  5. Em um dos Loucos, o Fábio comenta que o Max nunca disputou um título em sua carreira, então, não se sabe como ele se comporta sob pressão. Pode ser que ele tenha razão.
  6. Já pensei nisso também, se ele tivesse ido pra Ferrari e sido tricampeão, e é bem possível que tivesse conquistado aqueles títulos (ou ganhado ao menos 1). Teria sido interessante.
  7. Até hoje acho que pilotos como Alonso, Ricciardo, Rosberg poderiam ser campeões com aqueles carros (ou dificultar mais as conquistas do Hamilton). E outra coisa, o Hamilton seria campeão com aquelas Ferraris, mas o Vettel não seria com as Mercedes daqueles anos.
  8. Dizem que a Aston Martin é a Ferrari inglesa, estão se comportando como tal...
  9. Do Vettel não espero mais nada. Já acho que é aqueles casos em que o negócio e dizer adeus mesmo. O Alonso, eu acho que o tempo parado e a idade estão pesando. Embora ele deva melhorar mais pra frente. Mas não será aquele Alonso de uns seis, sete anos atrás, quando estava no auge. Mas ainda assim, deve ser melhor que a maioria do grid.
  10. Acho que até a quinta ou sexta prova a MB iguala e depois ultrapassa a RB. Por isso digo que o Max tem que somar o máximo de pontos possíveis, com o Perez tirando o máximo de pontos do Hamilton, ou 2018 se repetirá.
  11. Todo mundo tem o seu "dia para esquecer". Não é uma corrida que vai estragar tudo que ele tem feito até agora. Foi o seu dia de fúria. Tem que esfriara a cabeça, e pensar no que aconteceu. De qualquer forma, quem deve estar mais preocupado é o finlandês, que estava fazendo uma péssima prova. __________________________________ Mudando de assunto, o que vcs acham dos desempenhos do Ricciardo e do Sainz em suas novas equipes? Sinceramente, esperava um pouco mais deles, em que pese ser apenas a segunda prova do ano. O australiano completamente apagado na corrida e o espanhol fazendo a escolinha do Vettel (embora tenha terminado bem aprova).
  12. Não sei o que vai acontecer na corrida, mas a Red Bull está dando chances pro 8° título do Hamilton. 2021 deve ser como 2018, quando a Ferrari começou melhor, não soube aproveitar, e a Mercedes (Hamilton) se recuperou e ganhou o título.
  13. Eu lendo na maior empolgação o texto do Thiago sobre o Emerson, pensando na sorte dele ter acompanho a carreira dele na F-1 e lembrar, depois de tantos anos, estas passagens. No fim, era um texto do Globo Esporte...🤣 Me lembrou o Vettel no Bahrein, que fez duas belas ultrapassagens no Alonso e logo depois dá aquela pancada no Ocon... 🤣
  14. O Rodrigo Mattar conta sobre esta passagem deles na F-1: "A parceria entre Footwoork e Arrows traria mudanças profundas na equipe a partir de 1991. Wataru Ohashi subscreveu Jackie Oliver, ficou majoritário e pôs o nome de sua organização nos carros que anteriormente se chamavam Arrows. Não obstante, o japonês conseguiu que a Porsche construísse um motor aspirado para a Fórmula 1." "Concebido em 12 cilindros em V com um ângulo de 80º nas bancadas, o propulsor, que recebeu a sigla 3512, ficou pronto ainda em 1990 e foi testado num chassi antigo da Arrows antes que o novo modelo – projeto de Alan Jenkins, antigo engenheiro de pista de John Watson na McLaren e responsável pelo Onyx que correu entre 1989 e 1990 – ficasse pronto. De saída, os alemães vacilaram num detalhe fundamental: o peso do motor. Com nada menos que 200 kg, a unidade germânica era a mais pesada da categoria, num tremendo contraste com os outros propulsores V-12 da época, construídos por Ferrari, Honda e até Lamborghini." "Em vista do FA12 precisar ser redesenhado para acomodar o motor Porsche, o jeito foi a Footwork iniciar a campanha de 1991 com o modelo FA11C, que serviu de “mula”, dando quilometragem ao motor Porsche, que segundo consta, eram dois V-6 fundidos. O desempenho de Michele Alboreto e Alex Caffi com o velho carro desenhado por James Robinson foi sofrível. Só Alboreto conseguiu um lugar no grid nas três primeiras corridas, largando em penúltimo no GP dos EUA em Phoenix e abandonando por quebra de câmbio." "No circuito de Imola, o veterano piloto teria à disposição finalmente o FA12, mas destruiu o carro num grande acidente na fatídica curva Tamburello. Felizmente o ângulo da pancada foi favorável e Alboreto saiu andando, apenas tirando a poeira do macacão. Nem ele e nem Caffi se qualificariam para aquela corrida. Em Mônaco, foi a vez de Caffi sofrer outro acidente violento com o Footwork FA12 . O carro se partiu em dois na pancada com o guard-rail dos Esses da Piscina. Monocoque e motor para um lado, câmbio e suspensão traseira para o outro. O resultado foi que o piloto ficou “de molho” por algumas corridas e em seu lugar entrou outro veterano, o sueco Stefan Johansson." "No Canadá, como por milagre, tanto ele quanto Alboreto conseguiram se qualificar, mas ambos enfrentaram problemas mecânicos na corrida e desistiram. Johansson não conseguiu correr no México e o italiano abandonou com queda de pressão de óleo, naquela que seria a última aparição – até hoje – de um motor Porsche na Fórmula 1. De comum acordo, os alemães e a Footwork romperam o contrato, depois de tamanho “mico” perpetrado pela equipe nas primeiras corridas de 1991." (Fonte: Saudosas pequenas: Arrows - parte VIII)
  15. Será que teremos um repeteco de 2018, quando a Ferrari começou ligeiramente melhor que a Mercedes, mas não conseguiu aproveitar e os então prateados viraram o jogo?
  16. Tem quase um mês para a próxima prova, a Mercedes pode diminuir a vantagem da Red Bull, já foram bem melhores em relação aos teses. Se o Max não devolve a posição, a punição seria do quê, 5 segundos? Será que seria melhor ele não ter devolvido a posição e tentado abrir mais que 5s? Ou ele corria o risco de ser desclassificado?
  17. Bem, me parece que foi o pior resultado possível para o Drugovich, vamos ver como ele se recupera nas próximas etapas. É nessas horas que o grande piloto aparece, não sucumbe a pressão e se recupera. Entra naquele probleminha que falo do 2° ano em uma mesma categoria (embora no caso, não tinha como ele subir). Para efeitos de comparação, o Hulkenberg, quando foi campeão em 2009 (GP2), começou bem mal na 1ª etapa, com apenas um 9°, na corrida 1 e sem pontuar na 2. E o Mick tbm não começou tão forte, com um 11° e 7°. Samaia, é fraco. O Petecof me parece que não pode fazer muita coisa com o equipamento que tem, tem que ficar a frente do companheiro.
  18. Dando dois passões no Alon... Porra Vettel!!! Não trava as rodas e passa reto na curva!...
  19. Williams revela seu FW43B para 2021 https://www.autoracing.com.br/f1-williams-revela-seu-fw43b-para-2021/
  20. Olha, eu sempre tenho a esperança de que ele vai reagir e fazer uma boa temporada, mas ele vem errando muito. Assim, a dúvida que fica é, qual o Vettel da Aston Martin, o dos seus últimos anos de Ferrari, o multicampeão da Red Bull, ou um meio termo? O que conquistou diversos títulos, só vai aparecer se voltar o difusor soprado (ele tem sérios problemas com carros de traseira solta, o Adauto comenta muito sobre isso), o da Ferrari não me parece ser o Vettel real (que rodava mais que o "pião da casa própria"). Assim, aposto num meio termo, no qual ele será um piloto rápido, que vai cometer os seus erros (muito menos que na Ferrari), e vai chegar bem classificado nas corridas, marcando bons pontos e à frente do Stroll.
  21. Belo carro, talvez o mais bonito (leyout), mas com os pilotos sendo uma incógnita.
  22. Dos carros apresentados até o momento, achei a pintura mais bonita. Seguida das da Mercedes e da Alpha Tauri. Na expectativa da Aston Martin.
×
×
  • Create New...