Jump to content
Forum Autoracing

Williams Renault

Members
  • Content Count

    321
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    5

Williams Renault last won the day on May 4 2018

Williams Renault had the most liked content!

Community Reputation

50 Excellent

About Williams Renault

  • Rank
    Veterano

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  1. Você fala com tanta propriedade que faz parecer ser o técnico físico dele, pois olha, tu é cheio de axiomas e propriedades vazias. Qual é a métrica para afirmar com tanta propriedade que o piloto está em decadência? Tantos fatores, Tantas variáveis, Mas você quer arrematar com comparações rasas e frias sobre a condição bio-fisiológica do piloto, Ah, cara, vá dormir.
  2. Vocês estão equalizando o sinônimo de gênio ao super piloto. O fato de VOCÊS equalizarem não torna real a questão. Assim como VOCÊS acreditarem em determinada ideia não a torna verdade absoluta. Se a mídia tradicional europeia não o nomeia como gênio a lá Fangio, Clark (este não concordo) ou Senna (que com carros não dominantes ainda dava um show de pilotagem vide época da Lotus e a famigerada Monaco em uma Toleman), por que vocês iriam nomear? Só porque querem então ele é? Ah, façam-me o favor. Como bem dito acima pelo colega, dar carteirada por conta de OPINIÃO de outrem (ainda que seja qualificado) não torna o garoto num gênio como querem. Piloto bom ele é. Sem dúvidas, mas gênio? GÊNIO? Não. Ao menos ainda não.
  3. Montoya pra mim continua sendo o talento puro mais desaproveitado da F1 pós Senna.
  4. Pessoa, não precisamos de três carros. Precisamos de paridade entre os carros ao ponto em que o braço se sobressaia ao carro. Não precisamos de carros puramente iguais, mas ao menos uma pequena margem de diferença, onde a questão de talento faça o resto acontecer. As pessoas querem ver pilotos reais e não essa eterna dúvida sobre "ah, o cara é campeão porque tem o melhor carro e não dá pra saber se ele teria esse mesmo resultado em um carro ruim". O problema da F1 é que a tecnologia ofusca talento e erroneamente exponencia talento ao mesmo tempo. Vettel era o "mito" na era Redbull, mas agora mostra que espana e não tira o máximo do carro em condições atuais. As corridas norte americanas são tão excitantes de assistir, pois a paridade de carros é altíssima, sendo que o braço sempre mostra seu valor. Motor é apenas coadjuvante.
  5. Gasly já recebe marca de piloto queimado. Fato. Na Redbull é assim: ou você mostra a quem veio imediatamente ou se queima eternamente. Gasly obviamente considera-se na segunda opção.
  6. Gênio não. Como brasileiro é apaixonado, né? só por causa de algumas corridas boas já querem elegê-lo como gênio? calma, gênio não. Mas de fato é um ótimo piloto.
  7. Olha, Fazia tempo que não acompanhava uma corrida tão emocionante quanto essa. A penúltima também foi. Corridas como esta exige que o piloto se sobressaia além do carro. Os carros dominantes patinaram. Pilotos considerados deuses, sofreram. Uma corrida que trouxe à tona a visibilidade sobre quem tem "braço" e quem não tem. - Vettel fez uma ótima corrida. Digna de vencedor; - Verstappen fez uma ótima corrida, mas foi agraciado pela sorte de rodar e não ter sua corrida prejudicada como tantos outros tiveram; - Tião não conseguiu brilhar em condições atípicas. É fácil ser "genial" quando tudo esta sob controle. "genial" é justamente o contrário; - Bottas, 2020 não vai rolar e você será sempre assombrado por admitir internamente que não é capaz de superar o Tião. (PS: Rosberg ganha brilho no seu único título, pois com carro igual conseguiu bater o negão, mas Valterri não); - Hulkenberg chorando na garagem foi de doer o coração. Torço tanto por ele, mas tá difícil conseguir um podium; - Stroll teve sorte. Só isso.
  8. Vettel foi campeão, pois tinha em suas mãos um carro dominante. Assim como Villeneuve foi campeão, pois tinha um carro dominante. Assim como Button foi campeão, pois tinha um carro dominante. Assim como Hill foi campeão, pois tinha um carro dominante. Sabe o que os conecta? Sua mediocridade. Eram médios, medianos, mas com foguetes em suas mãos foram campeões e aí voltamos a clássica filosofia autoesportiva: quem vence é o carro, não seu braço.
  9. Olha, não sei vocês, mas.. Eu estou desgostando da administração da Liberty Media. Alguns pilotos já vêm fazendo críticas sobre a forma como a F1 vem sendo conduzida. Não como um esporte, mas sim como um show de entretenimento. Eles contratam pessoas que nunca tiveram no meio do automobilismo como Will Smith, David Beckham e etc., para atrair público, visto o carisma que estas pessoas tem, mas nada agregam às questões de automotor em si. Os americanos são administradores natos de "Show Business", mas como a F1 é um esporte naturalmente europeu, não sinto que essa forçação de barra em querer torná-la um "show, balada, festa" vá funcionar com os fans enraizados. Talvez funcione para as novas gerações, mas estas não interesses diversos, como tecnologia e etc. Carros, velocidade, não são mais tão fascinante aos olhos dos novos, quanto eram aos nossos olhos. Sei lá, tá chato acompanhar esse "show" da F1. Essa porra é um esporte, não uma balada.
  10. Comparação totalmente descabida visto que não há parâmetros igualitários para auferir a capacidade individual de cada um. Deveria ter a humildade de aceitar a crítica invés de manter um posicionamento infantil. De fato idade não necessariamente condiz com maturidade mental.
  11. Hamilton já levou, então torço pro Frango. Gosto do Frango. Talvez goste dele, pois ele me faz lembrar da F1 de 00, quando havia Schumi, Montoya, etc. Apesar de ter sido uma década monôtona, eu era menino e gostava de assistir corridas e depois correr pro Playstation 1 e jogar Formula 1 2000 com aquela minardi da Telefônica que eu achava sensacional. Fico nostalgico. Sei que quando Alonso e Kimi sair fora, acabou remanescentes de uma época que eu achava demais.
  12. E mais uma vez empacamos.. Depois têm a pachorra de dizer que querem "melhorar o show" sendo que não tocam no que é o cerne da questão. http://www.autoracing.com.br/f1-teto-orcamentario-nao-progrediu-segundo-camilleri/
  13. Sou só eu ou vocês também desconfiam que essas quebras constantes são propositais? Na boa.. ..não é possível que isso esteja acontecendo com ele da maneira que está ocorrendo. Ainda mais que, após o anúncio dele referente a mudança à Renault, ele foi vetado a participar de reuniões do time, bem como outras coisas. Eu não sou adepto de teoria de conspiração, mas começo a desconfiar que ele está sendo queimado propositadamente. Dá dó vê-lo nessa situação. Acompanhei os comentários pós corrida do Méxicoe ele falando com o reporter é algo que dá pra sentir uma mágoa por trás.
  14. Estava acompanhando a página principal do Autoracing quando vi a materia sobre a opinião do George Russel (líder do campeonato da F2) dizendo falta 2 equipes atualmente e que a ideia de um terceiro carro não seria ruim. Até aí tudo bem, pois essas discussões não são novas, mas vi um comentário de um usuário que ilustrou uma ideia que eu achei interessante. Segue: "Libera os pilotos das equipes para brigarem e no final da temporada os piores colocados cedem os lugares para os terceiro ou quarto pilotos do time ou para um banco de pilotos já habilitados pela FIA." ( usuário Valter). De fato esta seria uma ideia interessantíssima, visto que mexeria com a atual política das equipes sobre primeiro e segundo piloto. E mais, toda novidade sobre alternância das políticas de distribuição do dinheiro barra nas grandes equipes. Começo a perceber (talvez tarde) que o grande culpado das coisas estarem como estão não é os próprios cartolas da FIA, mas sim as equipes grandes que não querem competição, mas sim manter-se invictas.
  15. Não sei se vocês perceberam, mas o Stroll já estava criticando o carro nas entrevistas pós corridas. Na última corrida ele não deu entrevista pós corrida. Claramente o menino mimado está de mal com a Williams e obviamente está pedindo para seu pai o ajudar a sair dela. No caso de Sirotkin, vejo uma questão positiva. O rapaz em todas entrevistas reconhece a dificuldade da equipe, mas a elogia, dizendo que os engenheiros estão trabalhando duro para dar o melhor carro possível. Ele tem um discurso agregador, de união, apesar das dificuldades. Sempre busca enaltecer os trabalhos realizados. Admiro muito esse espírito de união em meio ao caos.
×
×
  • Create New...