Jump to content
Forum Autoracing

coelho010xx

Members
  • Content Count

    11,085
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    65

Posts posted by coelho010xx


  1. Eu sinceramente não acho que alguém está escondendo o jogo . Basta ver as declarações de Hamilton, de Wolff que fica claro que o W 10 precisa de mais entendimento. Não faz sentido você perder dias de teste , uma vez que ele são cada vez mais raros apenas para pregar peças nos concorrentes. Toda a imprensa especializada já conseguiu estabelecer que a Ferrari é o carro mais equilibrado da temporada até agora . Em nehum dia a Mercedes foi destaque . Não sei se este ano dá para ficar seguro no cliche de que teste de temporada não quer dizer nada .


  2. Aí que tá o X da questão.

    Como eu falei no meu post: Se houver outra, que digam.

    O Piquet contou sua versão. E nunca ouvi uma réplica do Patrick Head ou uma negação contundente.

    O Piquet pode ter seus defeitos, e certamente tem vários. Mas nunca ficou marcado pelo chororô.

    Mas enfim, é capaz de ficar eternamente nas histórias dos bastidores da F1.

    E não é uma especie de chororo ficar falando que Head lhe retirou a suspensão ativa , segundo ele para beneficiar Mansell que era contra seu uso?. Na ocasião da gravação do Fusion ele não tocou neste assunto assim como não desmentiu o que Mansell disse sobre quase ter ficado aleijado apos o seu acidente em 1987. A historia que espalhou por aqui foi que Mansell arregou.


  3. Isso sem falar na suspensão ativa que a williams designou o nelson desenvolver ela e quando ela ficou boa tiraram do carro dele e deixaram só pro mansell usar.

     

    O que o Piquet declara é que o acidente do Frank Williams que fez com que o mesmo ficasse afastado durante quase toda a temporada de 86 fez com que as coisas mudassem, foi o frank que o contratou e quando ele ficou ausente quem mandava na equipe era o patrick head, que preferia o mansell.

     

     

    A versão que eu conheço é meio essa também.

    Se houver outra, que digam.

    Como assim se Mansell não gostava da suspensão ativa? Isto está na web para quem quiser ver . Se for pensar de maneira isenta eu acho chato Piquet ficar reclamando de um artificio que não lhe foi dado para superar Mansell. Como assim se o cara segundo ele era um paspalho veloz? Mansell era tão contra o uso desta suspensão que quando a Honda saiu da F1 ele sugeriu a retirada da suspensão ativa por causa da falta de potencia do motor Judd no FW 12 . Eu acho que ficaria mais bonito nesta situação que Piquet assumisse que Mansell lhe impôs uma ferrenha oposição do que ficar se fazendo de vitima e se dizendo sacaneado, sendo que se você juntar 2 mais 2 vai ver que a conta não fecha se for alegado este favorecimento. ESpero sinceramente que um dia Head fale sobre 86 e 87.


  4. desculpe discordar, Coelho. Eu so ouvi a versao do Nelson, mas ele afirma varias vezes, em varias entrevistas, que foi SIM sacaneado pela willians. Tanto eh que, ao notar que estavam roubando seus setups, teve que comecar a esconder o jogo. Isso entre diversas outras coisas.

    Bom ninguém deixa para sacanear alguém e o deixa disputar o título na ultima corrida do campeonato . Quando foi que, nos anos que Rubens e Felipe foram sacaneados , a Ferrari deixou para fazer isto na ultima corrida?

    Nelson só empalidece seus anos na Williams contando esta historia . Afinal foi uma disputa épica . Ele só faz isto por que falou um monte de Mansell e no fim tomou uma canseira do cara .


  5. https://esporte.uol.com.br/f1/ultimas-noticias/2018/02/14/ex-mclaren-diz-que-alonso-tinha-razao-em-2007-queriam-hamilton-campeao.htm

     

    Nada contra o Hamilton. Mas sim contra os que insistem em dizer que o Alonso tomou pau do Hamilton em 2007.

    Foi muito parecido com Mansell vs Piquet na willians em 86 e 87.

    No final das contas, o Alonso foi sacaneado. contratado para ser primeiro piloto e de repente rola essa presepada

    a materia eh tosquissima. da foice de sao paulo. mas vou tentar identificar o livro e ler. porque acho que nem o nome do livro falaram.

    Piquet nem de longe foi sacaneado na Williams. Ele começou não levando Mansell a serio, afinal pilotos que arrancam alavancas de cambio sempre olhamos com um certo desdem..Mas o fato é que atras daquele ar de songa monga de Mansell havia um piloto . Se você resolve sacanaear alguém ou faz ou não faz , por que há um risco enorme do tiro sair pela culatra. Deixar o cara com chances de ser campeão é um risco enorme. Nem em 87 Piquet foi sacaneado. Ele queria usar a suspensão ativa , para ter uma vantagem contra Mansell , que não a utilizava por não se simpatizar com ela. Não vejo aonde houve uma aça deliberada para prejudicar Piquet . Enxergo a mesma situação com Alonso, que na minha opinião apelou quando viu que na pista não poderia se firma como numero um.

    • Like 1

  6. Bom fato é o seguinte . Ron não contratou Alonso para que ele fizesse papel de palhaço , o contratou para ser o potencial campeão pela Mclaren. Acho que nem ele e nem ninguém imaginaria o que Hamilton conseguiria fazer tanto. Agora acho uma coisa forçada ver uma competição surgindo dentro da equipe ,e simplesmente um dono e equipe ter que frear um jovem piloto que alem de tudo é cria da casa por que um bi campeão não consegue por seus próprios meios estabelecer a hierarquia na pista e apela para o contrato . Mesma coisa na Williams entre Piquet e Mansell.


  7. Concordo com esta sua afirmação. apesar do tempo a VW ainda fica de miguelagem. Havia uns 20 naos que não tinha um contato mais proximo com os VW. Por força de ter que trabalhar em aplicativos aluguei um. Logo de cara estranhei sua falta de torque em baixa que deixa o carro meio preguiçoso, principalmente em comparaçao com meu Escort CHT que parece um trator em baixa . No mais os VW de entrada continuam divertidos de dirigir . No começo torcia o naria para o jeitão irmão mais novo dele , mas agora estou curtindo muito. Econômico e aceita de boa rodar a 50 km por hr a 1000 rpm em 5 marcha . Gostei!

    • Like 1

  8. Lauda em 84= Piquet em 87= Prost em 89. :positivo: :positivo:

     

    Ficavam na "espera", correndo de forma conservadora, até as vitórias caírem no colo. E deu certo nos 3 casos.

     

    Deixa eu me explicar....

     

    Existiram épocas diferentes da F1.

     

    Na ERA Piquet-Prost-Mansell-Senna o piloto tinha que poupar o carro tirando 100%. Isso não quer dizer que o piloto saísse que nem uma VACA BRAVA andando no fio da navalha a corrida toda, isso não existia naquela época. E nisso (saber andar rápido e poupar equipamento) os grandes pilotos sabem fazer como ninguém. Na ERA Schumacher, sim (concordo!), o piloto tinha que andar no fio da navalha a corrida toda, pois havia o reabastecimento e a permissão de uso de PNEUS e MOTORES ILIMITADO. A F1 atual se parece mais com a ERA Piquet-Prost-Senna.

     

    O que me faz dizer categoricamente que Massa e Rubinho foram bons pilotos é a quantidade de carros vencedores que eles tiveram em mãos e não foram campeões:

     

    Rubinho 2000, 2001, 2002, 2003, 2004 e 2009 (nesse ano em diante minha "ficha" sobre o Rubinho caiu).

     

    Massa 2006, 2007 e 2008.

     

    Compara agora com os carros campeões que Fittipaldi, Piquet e Senna tiveram e quantos títulos eles ganharam, e me diga se eu não tenho razão....

     

    Lógico que esses percentuais são especulações da minha cabeça. Não tenho como comprovar isso. :positivo: :positivo:

     

    Rubinho tirava 98% do carro, mesmo com um carro campeão. Em 2003, RB quase deu pau no Schumacher por que ele conseguiu um PNEU melhor para si, e recomendou um PNEU pior para o Schumacher, pelo menos é o que ele deixa entender nas entrevistas sobre esse assunto. Gostaria muito que ele contasse isso no SEU LIVRO SOBRE A F1....

     

    Já se o Massa tivesse um carro no seu estilo de pilotar (traseiro) ele tirava quase 100% do carro. Já se o carro fosse dianteiro ele tirava bem menos que 100%.

     

    PP

    Continuo discordando até por que falamos de Ferrari no caso de Rubens e Massa. Não adianta nos enganarmos e achar que haveriam condições iguais a dois pilotos quando um top driver é contratado. Não foi assim.

     

    Em 2006 Felipe era um novato e com Schumacher na equipe jamais teria prioridade em disputar campeonato. Não acho um terceiro lugar em um campeonato de estreia ruim não. Felipe não foi a aposta para 2007 senão não haveria a necessidade de contratar KIMI.

     

    Em 2007 tambem não vejo como um mal campeonato.A Ferrari teve chance mais pela luta fratricida entre Alonso e Hamilton do que por esforço proprio. Não demitiria meu piloto por ele estar em sua segunda temporada e perder o campeonato por 15 pontos em relação ao seu companheiro de equipe.

    Em 2008 sempre culpam Felipe por rodar na Inglaterra. Agora o que me dizem do pitstop de Monaco e das quebras de motor .? Foi ruim o desfecho do campeonato? O cara tá na historia da F1 por causa daquela decisão. Perdeu lutando.

     

    As pessoas falam sobre as temporadas depois em que o carro não se adapta as características de Felipe mas se esquecem que é quase impossível voce fazer um cara que aprecie um carro traseiro mudar seu estilo para um carro que tenha característica dianteira. É instinto. Num carro traseiro seu primeiro pensamento é resolver no volante. No dianteiro voce tira o pé antes .

     

    Com relação a Rubens na Brawn é a mesma coisa . O cara teve vários problemas durante a primeira parte da temporada , mas eles não foram levados em conta.

    Não adianta voce ter um freio que não age de seu agrado. Ajuste de pedaleira muda de piloto para piloto imagine estes outros detalhes

    Senna em 1992 não tinha carro e não teve como ele driblar este percalços e fazer mais do que era possível. Por isso é que eu não concordo com este lance de que o piloto não era de nada .


  9. Massa x Rubinho:

     

    Rubinho: piloto rápido, técnico, bom de chuva, bom acertador e desenvolvedor de carros, mas ele nunca soube tirar 100% da pilotagem, como tiravam Fittipaldi, Piquet e Senna. Ele é aquele piloto que tira 98% do carro, por isso ele foi um BOM PILOTO.

     

    Massa: piloto rápido, arrojado, mas não muito técnico e razoável na chuva. Ele teve dificuldades com vários carros que pilotou, mas se tiver um carro no estilo de pilotar, ele dá trabalho a qualquer piloto do grid. Ele também foi um BOM PILOTO.

     

    Fittipaldi falou mais ou menos isso: " A diferença entre um grande campeão e um bom piloto é muito pequena, mas esse detalhe faz toda a diferença no final do campeonato."

     

    Eu concordo com ele.

    :positivo: :positivo:

     

    PP

    Acho sinceramente que Glorificam de forma exagerada os campeões. Não concordo que Emerson Senna e Piquet tiraram 100 por cento do carro 100 por cento do tempo. Em 73 isso fica claro para Emerson , 86 fica claro para Piquet e talvez o ano de 89 fica claro para Senna..

    Não acho que haja uma receita infalível para ser campeão. Os anos Schumacher , a era Vettel e se continuar a era Hamilton acabaram banalizando a coisa, mas não há de fato uma receita para ser campeão e nenhum piloto consegue dar 100 por cento todo o tempo.

     

    Vários fatores influenciam nisso. Rubens e Felipe não eram para ser campeões assim como era para um cara como Chris Amon não vencer um unico Gp oficial de F1 apesar de ser considerado um dos melhores de sua geração.

    F1 apesar de toda a tecnologia passa longe de ser uma ciência exata. Alonso apesar de ser um dos melhores da historia da F1 tem apenas dois campeonatos .É um fato concreto que ele ajudou a tornar isso possível mas...

    Acho que condições de ser campeões os dois tinham. Há gente menos talentosa que os dois que chegou lá.

    Rubens poderia ter sido campeão se não ficasse marcando passo na Jordan,

    O caso de Felipe é ainda mais estarrecedor . Sempre tentam culpar o cara pela perda do campeonato, mas fica claro que sua equipe errou mais do que ele e durante o ano e varias chances de conquistar o pontinho foram perdidas .

     

    Não concordo com a metodologia empregada para avaliar a carreira dos dois não. As vezes vejo critérios subjetivos e até uma certa pinimba com os caras pelo fato de não chegarem perto do que foi Ayrton.

    • Like 1

  10. Um detalhe sobre os motores que todos nós sabemos mas que talvez não estejamos lembrando:

     

    Lembram daquela polêmica em que acusavam a Mercedes de queimar óleo com o combustível? Aí limitaram a partir da Itália a queima em 0.9 litro por 100 km... Aí fizeram um acordo de cavalheiros entre as fabricantes para todas lançarem a 4ª e última versão de seus motores no novo regulamento... Aí a Mercedes safadinha antecipou a 4ª versão para Spa Francorchamps e pode continuar no regulamento de 1.2 litro por 100 km... Então: poder queimar mais óleo ajuda na combustão (+ potência), diminui a temperatura e otimiza o consumo de combustível. Ferrari e Renault sofreram para se adaptarem ao regulamento de 0.9 litro. E a dona Mercedes nadou de braçada.

    A principal função da queima do lubrificante não é causar um aumento na eficiência do combustível . E sim aumentar a resistência do combustível a detonação.

    • Like 1

  11. Minha única crítica ao Felipe é sobre o episódio do Alonso is faster than you. Eu teria tacado o phoda-C. Mas ele é ele e eu sou eu. Cada um sabe onde aperta o calo. Mas acho que aquilo abalou o psicológico dele.

    O outro fator, involuntário, foi a molada. Acho que teve alguma consequência física. Mas não sou o médico dele, só acho.

     

    De resto teve uma carreira positiva, foi correto e leal nas pistas. Fez o que podia e encerrou a carreira de cabeça em pé. Parabéns!

     

     

    Quanto à ultima frase, assino embaixo...

     

    Quanto à molada, pode ser; Piquet reconheceu que depois da panca em Imola ele sentiu diferença. Mas mesmo assim ambos seguiram em frente.

     

    Quanto ao "Fernando is faster than you", não dá pra esquecer que piloto é funcionário da equipe, assinou contrato, recebe pra correr e tem que cumprir ordens do chefe - senão é pé na bunda. Não podia fazer como o Vestappinho fez - deu um não redondo via rádio - porque tem muito mais respaldo dentro da equipe do que Felipe tinha na Ferrari na época.

    E não se esquecendo do fator Alonso: por onde ele passa, ou o companheiro fica na dele (Vandoorme) ou é pisado até ficar. Trouxe - acho eu, se estiver errado, corrijam-me - o patrocínio do Santander pra Ferrari, o que na época (e hoje em dia tb) tinha peso.

     

    Voltando à última frase: se ele não fosse assim, não teria recebido homenagem de TODAS as equipes na despedida do ano passado. Na desse ano eu nem ligo, ele voltou pra ganhar mais algum $$ e ajudar; não tinha (na minha opinião) mais nada a provar. Meus parabéns a ele pela carreira e esperemos vê-lo em breve nas pistas, fazendo o que gosta.

    E um fato claro que a chegada a Ferrari depois do acidente e ver que ele não tinha mais a importância que tinha antes do acidente , causou um impacto psicologico que prejudicou Felipe. A segunda parte da temporada de 2012 deu um alento , que acabou de cair em 2013.

    Eu achava que a mola poderia não ter causado estrago , mas depois que li que ele tem um buraco no cranio, que foi preenchido com um aplaca de titanio, não consigo acreditar que não houve sequelas e não ficarei surpreso se no futuro ele revelar que perdeu alguma coisa depois do acidente. Karl Wendlinger também nunca mais foi o mesmo depois de seu acidente.

    No mais foi um vencedor

    • Like 2

  12. Na era pós-Senna, surgiram várias promessas, vários pilotos brasileiros chegaram à F1, mas só Barrichello e Massa tiveram carreiras sólidas lá. Ambos são mais respeitados no exterior do que aqui. Vai entender...

    Na era pós-Senna, surgiram várias promessas, vários pilotos brasileiros chegaram à F1, mas só Barrichello e Massa tiveram carreiras sólidas lá. Ambos são mais respeitados no exterior do que aqui. Vai entender...

    O grande problema é que inconscientemente Senna virou parâmetro e mesmo se sabendo que ele foi um piloto extra série se passou a comparar todos com ele. E na minha opinião se cometeu uma injustiça.Rubens e Felipe tiveram mais conquistas que muitos campeões foram tratados como derrotados .Independente de serem pessoas que acompanham F1 ou não sempre mesmo que inconscientemente sempre compararam com os resultados de Senna. As categorias de base mudaram muito e estão mais fracas mas quando um brasileiro participa e vence sempre se questiona se o campeonato tem algum valor. A cada GP o que mais se ouvia eram criticas sobre o desempenho de nossos pilotos. Infelizmente ao não reconhecerem a condição de fora de serie de Senna tudo o que Massa e Barrichello fizeram, e que não foi pouco ficou abaixo do que Senna fez.Não vejo futuro para termos um novo brasileiro na F1 enquanto nosso subconsciente ficar imaginando um novo Senna.


  13. Uma grande carreira sob todos os aspectos . O brasileiro da era pós Senna que chegou mais próximo de ser campeão. Uma pena que com sua retirada das pistas se encerra uma era . A dos brasileiros que chegavam a F1 ostentando um currículo vitorioso na base. Amo automobilismo , mas fiquei muito triste com o fato de em 2018 apos quase 50 anos não terei um piloto brasileiro para torcer .Isso para mim era importante . Vou aproveitar o tempo até o inicio da temporada de 2018 para assimilar isto. Mas valeu Felipe!! Sucesso e leve meu apoio para onde você for.

    • Like 1

  14. Apesar de eu absolutamente não concordar com ele (para mim 2017 foi um ano bem equilibrado) essa declaração é uma crítica indireta aos pilotos da Ferraris (Vettel e Kimi).

     

     

    Dá um desconto...os dirigentes da Ferrari têm histórico de falar MERDA em público.

     

    "Motor é pra puxar o carro, e não para empurrá-lo".

    (Enzo Ferrari, sobre os motores traseiros no final da década de 50)

     

    "Turbos é pra quem não sabe projetar motores."

    (Enzo Ferrari, dois anos mais tarde a Ferrari estava fazendo seu primeiro motor turbo)

     

    "Aerodinâmica é pra quem não sabe construir motores."

    (Enzo Ferrari, pois é.... o projetista que ganhou maius títulos de construtores da História, é o MAGO DA AERONÂMICA)

     

    PP

    Os italianos assim como os ingleses da BRM sempre acharam que um motor potente sempre resolveria as coisas . A Alfa Romeo sempre apostou em um motor potente e a Brabham acreditou nisso quando se aliou a elas e em momento nenhum isto se tornou verdade . Quando acordaram para a era turbo estava atrasados . Mas sempre acharam que a solução estava no motor . . Alfa Romeo sempre mais radical sempre fugiu do que considerava convencional , tanto que na era turbo aonde o bom senso indicava quea configuração v6 er a mais indicada ela foi e se enterrou em um V8

    • Like 1
×
×
  • Create New...