Jump to content
Forum Autoracing

Filhão

Members
  • Content Count

    7,313
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    2

Filhão last won the day on January 3 2015

Filhão had the most liked content!

Community Reputation

10 Good

2 Followers

About Filhão

  • Rank
    Pega eu ...

Contact Methods

  • Website URL
    http://
  • ICQ
    0

Profile Information

  • Location
    Exílio
  • Interests
    Velocidade

Recent Profile Visitors

1,108 profile views
  1. Vitórias de Salas e Khodair. Stock Car embolada a uma etapa do fim The Legend domingo, 22 de novembro de 2020 às 14:50 Largando na frente na segunda prova, Rubens Barrichello traçou estratégia que lhe permitia manter o título de “Rei de Goiânia” 💪em busca de sua sexta vitória na capital de Goiás. Tudo vinha funcionando muito bem, apesar dos ataques de Daniel Serra. Depois do pit stop, foi Allam Khodair quem surgiu em segundo, seguido de Nelsinho Piquet. O trio se manteve muito próximo durante toda a segunda metade da corrida, até que na última volta, a duas curvas do final, o carro de Barrichello apontou falta de combustível e começou a falhar. Khodair passou para vencer pela primeira vez com a Blau Motorsport e Piquet superou o companheiro de equipe na linha de chegada por apenas 54 milésimos de segundo . RESULTADO DA 11ª ETAPA – Corrida 2 1 Allam Khodair (Blau Motorsport/Cruze), em 32min01s3342 Nelson Piquet Jr (Full Time Bassani/Corolla) a 1.0053 Rubens Barrichello (Full Time Sports/Corolla) a 1.059 4 Daniel Serra (Eurofarma-RC/Cruze) a 2.8655 Ricardo Mauricio (Eurofarma-RC/Cruze) a 3.4426 Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Cruze) a 6.9227 Pedro Cardoso (R. Mattheis Motorsport/Cruze) a 7.1158 Gabriel Casagrande (R. Mattheis Motorsport/Cruze) a 8.2509 Bruno Baptista (RCM Motorsport/Corolla) a 8.60610 Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Corolla) a 13.75311 Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Corolla) a 14.87712 Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Corolla) a 14.95213 Lucas Foresti (Vogel Motorsports/Cruze) a 15.03614 Julio Campos (Crown Racing/Cruze) a 15.22215 Átila Abreu (Shell V-Power/Cruze) a 15.41716 Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Corolla) a 16.89317 Cacá Bueno (iCarros ACDelco Crown Racing/Cruze) a 1:04.26718 Tuca Antoniazi (Hot Car Competições/Cruze) a 1 VoltaNão completaram19 Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Cruze) a 14 Voltas20 Matias Rossi (Full Time Sports/Corolla) a 14 Voltas21 Guilherme Salas (KTF Sports/Cruze) a 14 Voltas22 Diego Nunes (Blau Motorsport/Cruze) a 15 Voltas23 Gaetano di Mauro (KTF Sports/Cruze) a 18 Voltas24 Felipe Lapenna (Vogel Motorsports/Cruze)25 Galid Osman (Shell V-Power/Cruze)
  2. Instituto de Barrichello desenvolve atividades para idosos na quarentena Mais de 35 videoaulas estão disponíveis para os idosos participantes do projeto 'Viver Melhor' The Legend O Instituto Família Barrichello, que atende 1800 idosos no projeto "Viver Melhor" desenvolveu atividades online para ajudar seus alunos durante o período de quarentena imposta pela pandemia do novo coronavírus. "Tivemos que inovar, assim como todos os setores. Nunca tínhamos feito nada online. Reunimos nosso time e, em menos de duas semanas, conseguimos produzir conteúdo para que eles pudessem fazer a atividade física em casa", conta William Boudakian, assistente social e Diretor Executivo do IFB. Mais de 35 videoaulas estão disponíveis para os idosos participantes do nosso projeto desde o último dia 23 de março. Os idosos estão sendo orientados para acessar os conteúdos no Youtube e um grupo no WhatsApp conta com professores para dar suporte. "Os vídeos têm sido um potente instrumento para nos aproximar deles e estimulá-los a continuar fazendo os exercícios, só que em suas casas e de forma segura com orientações de seus professores. Assim, continuam a manter uma boa imunidade, o que é fundamental em tempos de combate ao coronavírus", diz Dayane Alves, Gerente do Projeto Viver Melhor de São Paulo.
  3. Filhão

    HORA 1

    O que me surpreende é que ainda consegue emprego ...
  4. Mais uma demonstração de pilotagem do garoto Charles, destruindo as farsas bávara e morena ... A propósito, o tal do holandês já chegou ? Temos que fechar o autódromo ...
  5. 27 de Agosto : Dia do Psicólogo
  6. Rubens Barrichello vai voltar a correr de monopostosexta-feira, 16 de agosto de 2019 às 17:02 Vai Barrica O ex-herói da Ferrari Rubens Barrichello se inscreveu para voltar às corridas de monopostos com a nova categoria S5000 na Austrália! O vencedor de 11 GPs está correndo na Stock Car desde 2012. A S5000 contará com carros com motores V8 e está programada para começar em setembro. Barrichello disse ao S5000.com: “Estive na Austrália muitas vezes durante a minha carreira na F1, estou animado por voltar na primeira corrida da história da S5000 em Melbourne”. “O conceito da S5000 é muito interessante, o carro parece ser um verdadeiro desafio e estou ansioso para desempenhar o meu papel no seu lançamento”, comentou o brasileiro. “É ótimo ver o que será um ressurgimento nas corridas de monopostos na Austrália. Eu ouço a visão e o som de um V8 de cinco litros na parte de trás do S5000, é incrível”, entusiasmou-se ele. “Eu nunca estive no circuito de Sandown antes, então haverá muito para absorver, mas parece ser um ótimo local para os S5000s fazerem sua estréia. Vai ser uma grande experiência”, concluiu Barrichello. EB - www.autoracing.com.br
  7. Cachorro 'mais fofo do mundo' morre aos 12 anos Boo tinha milhões de seguidores nas redes sociais. Segundo donos, ele teve problemas cardíacos no último ano. https://g1.globo.com/mundo/noticia/2019/01/19/cachorro-mais-fofo-do-mundo-morre-aos-12-anos.ghtml
  8. Homem mais velho do mundo morre aos 113 anos no Japão Masazo Nonaka faleceu enquanto dormia em sua casa, informaram veículos de imprensa locais. https://g1.globo.com/mundo/noticia/2019/01/20/homem-mais-velho-do-mundo-morre-aos-113-anos-no-japao.ghtml
  9. Marcelo Yuka, fundador d'O Rappa, morre aos 53 anos no RJ https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2019/01/19/marcelo-yuka-fundador-do-rappa-morre-aos-53-anos-no-rio-de-janeiro.ghtml
  10. Manja que te fa benne ... https://esportes.estadao.com.br/noticias/velocidade,barrichello-abre-restaurante-proprio-inspirado-em-vivencias-da-carreira,70002685363
  11. Stock Car – Rubens Barrichello vence a Corrida do Milhão em Goiânia domingo, 5 de agosto de 2018 às 12:20 The Legend A décima edição da Corrida do Milhão, realizada no final da manhã deste domingo (5) em Goiânia, trouxe além de uma corrida espetacular, um pódio verdadeiramente apoteótico. Disputada em altíssima velocidade pelos 2.696 metros do anel externo do circuito da capital de Goiás, a prova foi vencida por Rubens Barrichello, que leva um milhão de reais pela segunda vez após ter vencido em 2014 também em Goiânia. Barrichello aproveitou-se de toda sua experiência, de um carro muito bem acertado e de uma estratégia diferente em relação aos ponteiros do grid para subir no degrau mais alto do pódio – além, claro, do Fan Push votado pelo público. Em sua última parada de box, a três voltas do final, conseguiu sair à frente do então líder Max Wilson, da Eurofarma-RC. O português Antonio Félix da Costa, que correu como convidado da Hero Motorsport, fechou o pódio em terceiro lugar. “O Mau-Mau (Maurício Ferreira, chefe da equipe) dizia para não termos medo de sermos diferentes. Ficar na pista era um risco, pois podia entrar um safety car, que já tinha entrado outras vezes. Para nós, graças a Deus, não recebi nenhum toque, mas foi uma prova de muitos acontecimentos, alguns acidentes que a gente precisa revisar. De qualquer forma, ficar na pista andando rápido e, cara, usar o Fan Push, aquele que o público votou, aquele que o público me ajudou. É realmente pagar de volta todos aqueles momentos que a gente teve junto nos 19 anos de Fórmula 1. Agradecer a Deus por estar aqui – vou sempre me emocionar, porque não posso me esquecer do problema de saúde que tive no começo do ano. Com 46 anos, competitivo desse jeito, só posso agradecer aos céus de verdade”, discursou. O público lotou as arquibancadas, arena e camarotes do Autódromo Internacional de Goiânia em uma manhã bastante quente. O pódio, montado no meio da arena, colocou o público junto a seus ídolos, a uma proximidade jamais vista na Stock Car – o que tornou a comemoração do vencedor ainda mais memorável. “Goiânia é muito especial para mim. Eu tinha um sentimento quando acordei hoje de manhã: o de que seria muito competitivo, mas não seria fácil”, pontuou. Foi a primeira vez que a Corrida do Milhão aconteceu em um circuito de anel externo. O traçado de 2.696 metros proporcionou as médias de velocidades mais altas da Stock Car, com os carros completando uma volta a até 204 km/h de média. O pole position Daniel Serra manteve a ponta na largada, e saindo de segundo, Barrichello foi superado por Félix da Costa. Entretanto, o carro de segurança fez sua primeira intervenção já na quarta volta, após a batida de Galid Osman. A relargada aconteceu três giros depois, e na nona volta voltou à pista depois que Julio Campos saiu da pista por causa de um toque e também acabou batendo. Rubinho ainda foi superado por Lucas di Grassi, e logo começaram as primeiras paradas de box, em movimento aberto pelo líder Serra e Di Grassi. Barrichello foi na volta seguinte. Daniel Serra teve um pit stop lento, e voltou atrás de Félix da Costa. Optando por primeiro abastecer e trocar pneus só na segunda parada, Lucas Foresti assumiu a liderança. Na 23ª volta, um acidente envolvendo Thiago Camilo, Cacá Bueno, Bruno Baptista e Daniel Serra forçou a terceira entrada do safety car. Quando a bandeira verde liberou a disputa, Da Costa superou Foresti na saída da curva 1. Max Wilson fez o mesmo trazendo Barrichello e Di Grassi. Max e o português aproveitaram para fazer a segunda parada na volta 31, enquanto Rubinho assumia a liderança para parar na volta seguinte. Enquanto isso, Felipe Massa saía da pista depois de um toque com Denis Navarro. Com um pneu furado, foi o fim da Corrida do Milhão para Massa. Barrichello só parou para abastecer no 34º giro, e saiu imediatamente à frente de Max a quatro voltas do final. Na linha de chegada, os três primeiros receberam a bandeirada separados por apenas 1,2 segundo. Foi a senha para a festa da torcida nas arquibancadas. Rubinho fez zerinhos pela pista e, ao parar na reta, repetiu, com o filho caçula o gesto feito em sua primeira vitória na Corrida do Milhão, quatro anos antes, também em Goiânia, quando subiu no teto do carro com o primogênito Dudu. “Eu tenho dois filhos; subi no carro para comemorar com um na primeira vez e eu queria subir com o outro – e eu tinha um feeling de que isso iria acontecer. Só me concentrei em fazer tudo certo – voltas, pit stops – e estar na pista lutando para que meu filho subisse no teto do carro junto comigo. É um sentimento especial, uma alegria enorme estar vivendo isso hoje e poder dividir o pódio com meu filho, com o público. Este pódio foi maravilhoso”, explicou. “Quanto ao milhão, vou usar a minha parte no Instituto Barrichello, que faz um trabalho bem bacana e, como todo instituto, sofre as suas dificuldades para tentar ajudar o Brasil a melhorar um pouco”, concluiu. Felipe Fraga foi o quarto colocado na prova, seguido por Marcos Gomes, Ricardo Zonta, Allam Khodair, Daniel Serra, Guga Lima e Bia Figueiredo. O argentino Agustín Canapino terminou a prova na 12ª posição. Felipe Massa, após o furo de pneu com a saída de pista, concluiu em 24º lugar. A Stock Car volta em ação dentro de duas semanas com a sétima etapa da temporada em rodada dupla que será disputada em Campo Grande (MS). Classificação da Corrida do Milhão: 1. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – 39 voltas em 41min24s444 2. 65 Max Wilson (Eurofarma RC) – a 0s684 3. 444 Antonio Félix da Costa (Hero Motorsport II) – a 1s250 4. 88 Felipe Fraga (Cimed Chevrolet Racing) – a 4s791 5. 80 Marcos Gomes (Cimed Chevrolet Racing Team) – a 7s333 6. 10 Ricardo Zonta (Shell V-Power) – a 9s654 7. 18 Allam Khodair (Blau Motorsport) – a 10s703 8. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) – a 15s700 9. 9 Guga Lima (Vogel Motorsport) – 17s707 10. 3 Bia Figueiredo (Ipiranga Racing) – a 17s911 11. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – a 17s71 12. 86 Agustín Canapino (Cimed Chevrolet Team) – a 18s321 13. 12 Lucas Foresti (Cimed Chevrolet Racing Team) – a 18s635 14. 8 Rafael Suzuki (Bardahl Hot Car) – a 19s279 15. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) – a 24s337 16. 33 Nelson Piquet Jr. (Full Time Bassani) – a 33s074 17. 70 Diego Nunes (Full Time Bassani) – a 34s995 18. 117 Guilherme Salas (Bardahl Hot Car) – a 38s925 19. 555 Renato Baga (Bardahl Cifarma RZ) – a 42s133 20. 44 Bruno Baptista (Hero Motorsport) – a 42s169 21. 51 Átila Abreu (Shell V-Power) – a 1 volta 22. 5 Denis Navarro (Cavaleiro Sports) – a 8 voltas 23. 11 Lucas Di Grassi (Hero Motorsport) – a 9 voltas 24. 19 Felipe Massa (Cimed Chevrolet Team) – a 9 voltas NÃO COMPLETARAM 25. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – a 18 voltas 26. 0 Cacá Bueno (Cimed Chevrolet Racing) – a 18 voltas 27. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) – a 21 voltas 28. 90 Ricardo Maurício (Full Time Sports) – a 22 voltas 29. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) – a 32 voltas 30. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Contuflex) – a 34 voltas 31. 28 Galid Osman (Cavaleiro Sports) – a 37 voltas 32. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) – a 39 voltas 33. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) – excluído MELHOR VOLTA: Antonio Félix da Costa, 47s622 (média de 203,7 km/h) EB - www.autoracing.com.br
×
×
  • Create New...