Werner Neugebauer, Vitor Baptista e Chico Horta são campeões na Porsche Cup

Werner Neugebauer

O último dia de corridas de sprint da Porsche Cup Império em 2018 coroou três novos campeões com os carros de corrida mais produzidos no planeta. Werner Neugebauer foi quarto colocado e levantou o título da Carrera Cup 4.0 com o carro #8 da equipe RCHLO. Primeiro vencedor do Porsche Junior Program, Vitor Baptista fez um início de prova fantástico para conquistar seu primeiro título com carros de turismo, na Carrera Cup 3.8. E Chico Horta ficou com a taça da GT3 Cup 3.8 com a vitória na classe no evento suporte da F1 em São Paulo -na véspera, Sylvio de Barros já havia assegurado a coroa na GT3 Cup 4.0.

As duas vitórias no geral nas corridas deste domingo ficaram com carros da equipe Hero. Bruno Baptista, representante brasileiro na fase global do Porsche Junior Program há duas semanas na Europa, duelou com Vitor pela vitória e acabou no alto do pódio em Interlagos. Ele chegou a ser ultrapassado na escalada do concorrente, mas soube dar o troco e vencer novamente com o carro #44, garantindo assim o terceiro lugar no campeonato da Carrera Cup 3.8 (o vice ficou com Gaetano di Mauro, da Shell Racing).

Meia hora depois da vitória de Bruno, foi a vez de seu tio, Ricardo Baptista, largar bem para assumir a liderança na Carrera Cup 4.0. Ele controlou Pedro Queirolo e Lico Kaesemodel durante a prova toda e levou o carro #27 ao primeiro lugar.

Mas a maior festa no pódio foi do quarto colocado, Werner Neugebauer. Ele também largou bem e conseguiu colocar carros entre sua máquina e a do concorrente pelo campeonato, Miguel Paludo. Pressionado, o competidor do carro #7 da Brandt arriscou para cima de Marçal Müller na quarta volta. Eles se tocaram, e Miguel não conseguiu continuar na prova.

Na classe GT3 Cup 4.0, Tom Filho mostrou mais uma vez que cresce em preliminares do GP Brasil de F1. O competidor do carro #19 patrocinado pela UBS liderou todas as voltas de sua classe e subiu no pódio muito emocionado, dedicando a vitória aos filhos.

Já na GT3 Cup 3.8 a conquista de Chico Horta foi mais dramática. Ele precisava de ao menos um carro entre o seu e o de Paulo Totaro para levantar a taça. Teve em alguns momentos, mas nem sempre. No fim, fez diferença a consistência. Totaro rodou tentando recuperar terreno, bem como o então líder da classe Nelson Monteiro. Horta ficou com a vitória na classe e no campeonato como consequência.

Após a última bandeirada em Interlagos, a categoria premiou seus campeões em grande estilo no lounge montado na curva da Junção.

A categoria faz sua reunião final dentro de duas semanas, também em Interlagos, em prova de 500 km em que serão conhecidos os campeões de endurance e overall em cada categoria.

 

Confira os cinco primeiros de cada campeonato:

Carrera Cup 4.0:Werner Neugebaeuer, Miguel Paludo, Lico Kaesemodel, Marçal Müller e Pedro Queirolo

Carrera Cup 3.8:Vitor Baptista, Gaetano di Mauro, Bruno Baptista, Marcel Coletta e Murilo Coletta

GT3 Cup 4.0:Sylvio de Barros, Adalberto Baptista, Maurizio Billi, Tom Filho e Carlos Ambrósio

GT3 Cup 3.8:Chico Horta, Paulo Totaro, Patrick Choate, Marco Billi e Nelson Monteiro

 

As corridas

4.0

Com a inversão dos seis primeiros colocados, definida por sorteio como prevê o regulamento, o grid de largada teve Pedro Queirolo partindo da primeira posição, seguido por Ricardo Baptista, JP Mauro, Marçal Müller, Werner Neugebauer e Miguel Paludo.

Já na largada, Ricardo Baptista assumiu a liderança da prova, deixando Pedro Queirolo em segundo, JP Mauro em terceiro, Werner em quarto e Lico Kaesemodel em quinto. Miguel Paludo, que necessitava chegar à frente de Werner para ser campeão, caiu de sexto para o sétimo lugar.

No giro seguinte, Werner abria caminho para o título ultrapassando JP Mauro e conquistando o terceiro lugar. Mais atrás, Paludo pressionava Marçal buscando se aproximar de Werner.

Lico Kaesemodel fazia grande prova de recuperação e já ocupava a quarta colocação, colado em Neugebauer na volta número quatro. Enquanto isso, na disputa pela sexta posição, um toque entre Miguel Paludo e Marçal Muller tirava o carro #7 da prova e comprometia a corrida do #544.

Com Paludo fora, Werner necessitava apenas do quarto lugar para conquistar o título. Ciente dessa condição, o piloto do carro #8 não ofereceu resistência para Lico Kaesemodel, que assumia a terceira posição no sexto giro.

Faltando cinco minutos para o término da prova, Lico e Queirolo travavam uma intensa disputa pela vice-liderança da prova, enquanto Ricardo Baptista abria boa vantagem na frente. Após trocar de posição duas vezes com Queirolo, Lico finalmente conseguiu a ultrapassagem definitiva sobre o piloto do carro #13 para assumir a segunda posição da prova, na última volta.

Ricardo Baptista então recebeu a bandeira quadriculada na primeira posição, seguido por Lico, Queirolo, o campeão da categoria Werner Neugabauer e JP Mauro.

Na classe GT3 4.o, a vitória foi de Tom Filho, com Rodrigo Mello em segundo, Carlos Ambrósio em terceiro, Sylvio de Barros em quarto e Rouman Ziemkiewicz em quinto. Foi uma formidável recuperação do piloto do carro #19, que na sexta-feira cravou a pole, no sábado teve uma jornada conturbada e no domingo largou da pole e liderou todas as voltas para vencer.

 

3.8

Com a inversão dos cinco primeiros colocados, Pedro Aguiar partiu da pole position na corrida decisiva da Carrera Cup 3.8. Marcel Coletta era o segundo no grid com Bruno Baptista em terceiro abrindo a segunda fila. Vitor Baptista e Gaetano di Mauro, concorrentes ao título, saíram da sexta e nona posições, respectivamente.

Com grande largada, Bruno Baptista assumiu a ponta logo na primeira volta. Os pilotos que disputavam o título também se destacaram na parte inicial da prova. Vitor pulou da sexta para a segunda posição, e Gaetano, de nono para quinto, ainda no primeiro giro.

Já na segunda volta, Vitor fez a ultrapassagem em Bruno e assumiu a liderança. No giro seguinte, os cinco primeiros colocados estavam separados por pouco mais de dois segundos.

Uma volta depois, Gaetano já aparecia em quarto lugar, pressionando Pedro Aguiar na disputa da terceira posição -para competidor da Shell, apenas a vitória ou o segundo lugar serviam para suas pretensões de título.

Na GT3 3.8, Nelson Monteiro liderava a corrida, com André Gaidzinski em segundo, Chico Horta em terceiro. Precisando de um quinto lugar para ser campeão, Paulo Totaro aparecia em sexto, colado em Marco Billi.

Na disputa pelo terceiro lugar geral, Gaetano di Mauro e Pedro Aguiar acabam se tocando e abandonando a prova, definindo o título para Vitor Baptista, na sexta volta da corrida. Na passagem seguinte, Bruno Baptista recuperava a liderança da prova.

Na GT3, já na parte final da corrida, Nelson Monteiro rodava e perdia a liderança para Chico Horta. Quase simultaneamente, Paulo Totaro tentou ultrapassar André Gaidzinski, perdeu o ponto de freada e também rodou.

Na Carrera 3.8, a disputa por um lugar no pódio era intensa com Fernando Fortes, Murilo Coletta e Eloi Khouri trocando de posições a todo o instante.

Na última volta, Bruno Baptista segurou a pressão do campeão Vitor e assegurou a vitória, com Matheus Coletta em terceiro, Murillo Coletta em quarto e Eloi Khouri em quinto.

Na GT3, a vitória e o título ficaram com Chico Horta. André Gaidzinski, Ramon Alcaraz, Nelson Monteiro e Marco Billi completaram o pódio.

 

O que eles disseram:

“Meu objetivo era largar bem e colocar pelo menos um carro entre a gente. Consegui fazer isso, colocando dois ou três carros na largada. Aí estava administrando e impondo um ritmo de corrida normal, pois sabia que o Miguel poderia a qualquer momento lutar por essa recuperação. Então, quando o Guilherme (Ferro) avisou que ele tinha abandonado e eu precisava chegar até quinto lugar e estava em terceiro começou a me passar um filme do ano inteiro de tudo que a gente fez. Tive que respirar fundo e ir até o final. Foi demais! Estou muito feliz com esse grande final. Queria agradecer a todos que fazem parte deste time. Ao meu estrategista Guilherme Ferro, que juntos há dois anos iniciamos esse projeto, ao time todo da RCHLO Racing mecânicos e todos os profissionais envolvidos na equipe. A todas as mensagens que recebi. É assim que se constroem as vitórias. Agora vamos lutar para levar a RCHLO Racing ao título na Endurance Series e fechar o ano com uma vitória, para acabar 2018 como começamos: vencendo.”

Werner Neugebauer

 

“Senti que tinha que me dedicar um pouco a mais que os outros por ter parcipado do Porsche Junior Program. Chegamos a última corrida empatados já com os descartes, então era chegar na frente ou perder o campeonato. Consegui largar muito bem, assumi a ponta e quando fui avisado do abandono do Gaetano, me conformei apenas em terminar a corrida. Agora é só comemorar.”

Vitor Baptista

 

“A corrida foi espetacular. Ontem foi um dia ruim, mas nada como um dia após o outro. Eu sabia que precisava fazer uma corrida de campeão para passar o Totaro, que estava na minha frente no campeonato. Larguei em nono sabendo que não podia errar, fui escalando o pelotão e controlando a posição no campeonato pelo rádio. No final o Totaro errou, mas mesmo assim foi um fechamento de campeonato espetacular, largando de nono para primeiro e sendo campeão aqui na Formula 1.”

Chico Horta

 

“Sem dúvida foi muito legal, a família sai vencedora da preliminar da Formula 1. Foi uma corrida bem difícil, principalmente no começo. Meu carro estava saindo muito de frente, depois com o desgaste dos pneus acabou melhorando e consegui manter um ritmo mais constante. Estou bem feliz com a vitória, muito feliz de vencer no mesmo dia do Bruno e pela Hero também”

Ricardo Baptista

 

“A corrida foi muito boa, largamos em terceiro e já conseguimos a liderança na largada. Eu sabia que teria a chance de conseguir a primeira posição na largada. Ao decorrer da corrida, vi que o Vitor tinha pneus novos e por isso ele conseguiu bom rendimento nas primeiras voltas, sendo superior a mim. Mas depois, logo em seguida, consegui reverter essa situação e ultrapassa-lo. Depois foi manter a primeira posição e levar a vitória para casa.”

Bruno Baptista

 

“A corrida foi muito legal. Fiz uma largada normal, vi que o Paludo ficou mais atrás e o Marçal ficou entre a gente, com o Werner na frente. Eu vim fazendo minha corrida e consegui passar o JP e cheguei no Werner, que não demonstrou vontade de disputar posição e o ultrapassei. Depois comecei uma disputa muito legal com o Queirolo, que é osso duro de passar. Consegui passar ele, mas na outra volta ele me passou na freada do lago. Na última volta, consegui passa-lo novamente e cheguei em segundo. Largar de sétimo e chegar em segundo foi muito legal, não fui campeão mas mostrei que sou competitivo.”

Lico Kaesemodel

 

“Fui por fora e acho que sai do campo de visão do Marçal. Achei que ele ia me dar um espaço, mas ele não me viu e eu assumo meu erro. Infelizmente acabou ali o campeonato, Lutamos até o fim, de cabeça erguida, quero parabenizar o Werner pelo campeonato. Foi por pouco, mesmo fora da prova quase beliscamos o campeonato, mas automobilismo é assim, um dia a gente ganha outro dia a gente perde. Cabeça erguida, tem mais dois campeonatos em disputa, ano que vem estamos de volta, se Deus quiser”.

Miguel Paludo

 

“A corrida foi espetacular. Fechar o ano com um top 3, mais um pódio na Fórmula 1 é especial. Só quero agradecer meus engenheiros. O Maguila, meu mecânico. Paulo, meu coach, que não veio nessa etapa mas fez parte de toda a minha preparação. O Marco Cozzi, que me ajudou nessa etapa, que ficou comigo no rádio e teve um papel importante. Isso é um resultado de todos que citei. E quero agradecer meu pai, que me deu essa oportunidade, fechar o ano assim é animador para começar bem a próxima temporada.”

Matheus Coletta

 

“Foi um ano muito bom, começamos muito bem o campeonato. Tinha tudo para disputar o campeonato, sempre estivemos na briga, vencendo corridas. Esse campeonato me fez evoluir muito como piloto. Saio um pouco triste, pois não tive a chance de lutar pelo título nessa última etapa, pelos incidentes ontem e hoje. Mas saio de cabeça erguida, corridas são assim. Tudo faz parte de um aprendizado que todo o piloto passa na carreira. É isso, vamos buscar fazer o melhor na próxima temporada.”

Gaetano di Mauro

 

“A temporada 2018 de Sprint foi sem dúvida a mais disputada, tanto que todos os campeonatos foram decididos na última etapa, na pista. Isso prova cada vez mais o equilíbrio da categoria e dos carros. A equipe RCHLO fez um trabalho espetacular, o Miguem com a equipe Brandt também. Isso demonstra que nosso campeonato tem cada vez mais espaço para esses times profissionais que não precisam de fato ter uma equipe técnica, mas pode ter a sua equipe de estratégia, de ajustes no carro, de trabalho mental. Enfim, tudo aquilo que leva um piloto a ser campeão. Acho que para 2019, nós temos que intensificar ainda mais isso, já temos uma procura muito grande de pilotos com esse perfil para disputar o nosso campeonato. Acho que ter o vencedor do Junior Program como campeão foi bastante importante. Vitor Baptista e Gaetano di Mauro já são dois nomes consagrados no automobilismo. Gaetano fez corridas maravilhosas, mas deu mais azar ao se envolver em acidentes na última etapa. Acredito que o Junior Program é um caminho comprovado para os jovens talentos, não só aqui. Logo teremos novos talentos disputando o Junior Program na Europa. É isso que eu quero ver, um brasileiro que começou com a gente levantar a taça na Europa.”

Dener Pires, promotor da Porsche Cup Império

 

Resultados

4.0

Ricardo Baptista +27min52s309
Lico Kaesemodel +3.825
Pedro Queirolo +3.967
Werner Neugebauer + 4.671
JP Mauro +5.389
Tom Filho (*) +17.726
Eduardo Azevedo+19.139
Rodrigo Mello (*) +19.914
Carlos Ambrosio (*) +21.079
Sylvio de Barros (*) +23.439
Rouman Ziemkiewicz (*) +25.470
Marçal Müller +25.701
Marcio Mauro (*) +41.184
Guilherme Reischl (*) +44.250
Dominique Teyssere +72.718
Foressi (*) +77.698
Beto Leite (*) +1 volta
Não completaram

Miguel Paludo 27min37s054**

Maurizio Billi (*) +23.261

Rodolfo Toni (*) +26.934***

Magnus Oheman (*) +34.322

(*) GT3 Cup

** Punido em 20s por atitude antidesportiva contra o carro #544

***Desclassificado por atitude antidesportiva contra o carro #34

3.8

Bruno Baptista 26min41s478
Vitor Baptista +0.166
Matheus Coletta +14.478
Murilo Coletta +16.303
Eloi Khouri +16.416
Fernando Fortes +18.553
Chico Horta (*) +47.951
Andre Gaidzinski (*) +50.148
Ramon Alcaraz (*) +53.471
Nelson Monteiro (*) +60.199
Marco Billi (*) +60.605
Paulo Totaro (*) +60.762
Patrick Choate (*) +63.984
Ayman Darwich (*) +80.018
Alexandre Auler (*) +80.097
Mario Chomali (*) +90.774
Sangho Kim +1 volta
Leonardo Sanchez (*) +1 volta
Carlos Renaux (*) +2 voltas

Não completaram

Marcel Coletta
Pedrinho Aguiar
Enzo Elias
Gaetano di Mauro

(*) GT3 Cup

Os campeonatos (pontuação com descartes):

Carrera Cup 4.0

Werner Neugebauer, 172 pontos
Miguel Paludo, 170
Lico Kaesemodel, 168
Marçal Müller, 154
Pedro Queirolo, 142
Constantino Jr., 138
Ricardo Baptista, 129
JP Mauro, 115
Daniel Schneider, 31
Luca Seripieri, 27
Eduardo Azevedo, 19
Rodrigo Mello, 18

Carrera Cup 3.8

Vitor Baptista, 182
Gaetano di Mauro, 167
Bruno Baptista, 141
Marcel Coletta, 132
Murilo Coletta, 131
Fernando Fortes, 125
Enzo Elias, 109
Eloi Khouri, 108
Marcus Vario, 100
Matheus Coletta, 90
Pedrinho Aguiar, 89
Rodrigo Mello, 27
Kreis Jr., 24
Tom Filho, 12
William Starostik, 7

GT3 Cup 4.0

Sylvio de Barros, 188
Adalberto Baptista, 159
Maurizio Billi, 122
Tom Filho, 108
Carlos Ambrósio, 105
Rodolfo Toni, 103
Guilherme Reischl, 100
Rouman Ziemkiewicz, 99
Dominique Teysseyre, 74
Márcio Mauro, 72
Tom Valle, 68
Ramon Alcaraz, 44
Luca Seripieri, 32
Bruno Garfinkel, 17
Marcel Visconde, 0
Rodrigo Mello, 0
Foressi, 0
Magnus Öhman, 0
Beto Leite, 0

GT3 Cup 3.8

Francisco Horta, 172
Paulo Totaro, 165
Patrick Choate, 155
Marco Billi, 154
Nelson Monteiro, 150
André Gaidzinski, 132
Alexandre Auler, 88
Sang Ho Kim, 82
Alan Turres, 44
Anderson Faita, 17
Ramon Alcaraz, 5
Carlos Renaux, 0
Sun Moodley, 0
Dominique Teysseyre, 0
Ayman Darwich, 0
Mario Chomalí, 0
Leonardo Sanchez, 0

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.