Vitória pode ser decisiva para o futuro da Honda na F1

Max Verstappen

A vitória da Red Bull no GP da Áustria pode ser decisiva na definição do futuro da Honda na Fórmula 1, em meio às conversas sobre a permanência da montadora na categoria após 2020.

O triunfo de Max Verstappen no Red Bull Ring foi a primeira vitória da Honda desde 2006 e também a primeira desde seu retorno à F1 com a McLaren em 2015.

Entretanto, apesar dos claros sinais de progresso que ela vem mostrando com a Red Bull depois de anos de frustração, surgiram sérias dúvidas sobre o comprometimento da Honda com a categoria a longo prazo.

A Honda deixou claro no começo da temporada que o sucesso com a Red Bull seria importante para seu futuro na F1, mas outra questão para a montadora japonesa é o novo pacote de regras que está sendo proposto para 2021.

Os planos iniciais de uma revolução no regulamento dos motores foram cancelados e as fabricantes concordaram apenas com ajustes, significando que o conceito atual do turbo híbrido será simplesmente refinado.

Porém, com a Honda enfrentando a mesma pressão que outras montadoras vêm sofrendo com a mudança para potência elétrica afetando seus negócios de carros de rua, seus chefes estão avaliando se o investimento exigido para as novas unidades de potência de 2021 é justificado.

Masashi Yamamoto, diretor de gerenciamento da Honda na F1, disse ao site Autosport que a companhia precisava saber se tinha uma chance de sucesso antes de se comprometer.

Ao ser questionado como as regras afetarão a decisão da Honda, Yamamoto respondeu: “É um pouco relacionado. É claro, nós não sabemos que tipo de corrida será e há uma possibilidade de estarmos em desvantagem com o novo regulamento. Portanto, é claro que está relacionado”.

Ele acrescentou: “A F1 é a principal categoria do automobilismo. Ela precisa ser uma categoria que inclua o auge da tecnologia. Essa é a exigência para a F1”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.