Villeneuve: Verstappen é amado por ser um dos últimos “gladiadores” da F1

Jacques Villeneuve

Max Verstappen está entre os últimos dos “gladiadores” da Fórmula 1. Esta é a visão do campeão do mundo de 1997, Jacques Villeneuve, que se viu no centro de outra controvérsia em Monza.

Verstappen tinha chegado a Monza chamando o aposentado Nico Rosberg de “novo Villeneuve”, por criticar o seu acidente de primeira volta com Kimi Raikkonen em Spa.

Lewis Hamilton, um antigo e feroz rival de Rosberg, postou os comentários do “novo Villeneuve” sobre Verstappen nas redes sociais, admitindo que isso o fez rir. “Max é um cara engraçado, então eu estava enlouquecendo quando vi isso”, disse Hamilton.

Mas o que Hamilton e Villeneuve concordam é que ambos gostam da personalidade de Verstappen. “A Fórmula 1 se tornou muito limpa”, declarou Villeneuve à rede de TV Sporza. “Vemos cada vez menos grandes lutas ou pilotos que repreendem uns aos outros. É por isso que Verstappen é tão amado. Ele ainda é um gladiador”.

Embora agora seja um comentarista da TV italiana, Villeneuve admite que não é grande fã da F1 moderna. “A Fórmula 1 não é um esporte econômico, mas foi longe demais nessa direção”, comentou Villeneuve.

“Também não é um esporte verde, mas agora você é punido por mudar um motor. Por quê? Para as corridas ecológicas, agora temos a Fórmula E”, comparou o canadense.

E Villeneuve, de 48 anos, diz que há muitas pessoas que concordam com ele. “Muitas pessoas anseiam pelo momento em que a Fórmula 1 não era tão politicamente correta”, lembrou ele.

“No passado você tinha homens de verdade, mas agora os meninos são colocados atrás do volante muito rapidamente. Sou fã de corridas e a F1 continua a ser o auge do esporte a motor, mas não sou grande fã destes regulamentos”, finalizou Villeneuve.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.