Vettel vence em Interlagos e adia a decisão para Abu Dhabi

f1-vettel-vence-gp-brasil10

Sebastian Vettel dominou o GP do Brasil disputado neste domingo em Interlagos e conquistou uma vitória que o manteve na disputa pelo título mundial. Mark Webber foi o segundo e Fernando Alonso, da Ferrari, completou o pódio em terceiro.

A dobradinha da Red Bull garantiu o primeiro título de construtores para a organização baseada em Milton Keynes, mas a disputa entre os pilotos só será definida no GP de Abu Dhabi do próximo fim de semana.

Lewis Hamilton, da McLaren, chegou em quarto, resultado que ainda lhe dá uma pequena esperança de ser campeão na última etapa. No entanto, seu companheiro Jenson Button – quinto colocado – não tem mais chances matemáticas. A dupla da Mercedes terminou em sexto e sétimo lugares, com Nico Rosberg à frente de Michael Schumacher.

Como era previsto, o pole position Nico Hulkenberg (Williams) não conseguiu acompanhar o ritmo dos pilotos de ponta e caiu para oitavo na bandeirada. Robert Kubica (Renault) e Kamui Kobayashi (Sauber) fecharam a zona de pontuação.

Vettel largou bem e ultrapassou Hulkenberg na freada do S do Senna. Na curva do Lago, o piloto da Williams tentou defender a linha interna e espalhou, permitindo que Webber também o deixasse para trás. Na segunda volta, Alonso se aproveitou de um erro similar de Hamilton no mesmo ponto e assumiu a quarta colocação.

Enquanto as Red Bulls abriam uma vantagem confortável na frente, Alonso começou a colocar muita pressão sobre Hulkenberg. O espanhol conseguiu a ultrapassagem na sétima volta, em uma manobra parecida com a de Webber na volta inaugural. Em seguida, foi a vez de Hamilton ficar preso atrás do jovem alemão, que desta vez se defendeu bem e segurou a McLaren até sua parada.

Button foi o primeiro a fazer o pit-stop para troca de pneus, na 12ª volta. Massa entrou na passagem seguinte, voltando imediatamente à frente do inglês mas sendo superado na freada da curva do Lago. Barrichello parou na 14ª, e logo atrás dele, Massa foi obrigado a retornar aos boxes com problemas na roda dianteira direita. O brasileiro voltou à pista, mas perdeu qualquer chance de obter um bom resultado.

Na sequência, foi a vez de Hulkenberg, Kubica e Nick Heidfeld (Sauber). Hamilton entrou na volta 21 e voltou à frente de seu companheiro de equipe. Schumacher parou na mesma passagem. O próximo foi Alonso, na 25ª, seguido por Vettel e Webber nas duas voltas subsequentes. Enquanto isso, Hamilton ultrapassou Kobayashi na freada do S do Senna e assumiu o quinto lugar. Rosberg, que havia subido para quarto, entrou na volta 27.

Button foi quem se deu melhor na estratégia das paradas, subindo para quinto após fazer uma ultrapassagem idêntica à de seu companheiro sobre Kobayashi na 31ª volta. Em outro duelo, Rubens Barrichello (Williams) teve o pneu dianteiro esquerdo furado depois de um toque com Jaime Alguersuari (Toro Rosso) e precisou voltar aos boxes. Na volta 40, Rosberg também superou Kobayashi no S do Senna, com o japonês adiando sua troca de pneus até a 50ª passagem.

Na volta 51, Vitantonio Liuzzi (Force India) bateu forte na saída do S do Senna e provocou a entrada do safety car. Vários pilotos aproveitaram a oportunidade para trocar novamente os pneus, entre eles Massa, Barrichello, Rosberg e a dupla da McLaren, arriscando tudo na tentativa de continuar na disputar pelo campeonato.

As principais posições permaneceram inalteradas na relargada, com Vettel mantendo uma diferença relativamente confortável sobre Webber graças à presença de retardatários entre os dois. O tráfego intenso também impediu Alonso de ameaçar o australiano, e os três seguiram assim até o final, já que Hamilton, mesmo com pneus novos, não conseguiu se aproximar.

Classificação da prova:

Pos Piloto Equipe Tempo
1. Vettel Red Bull-Renault 1h33:11.803
2. Webber Red Bull-Renault a 4.243
3. Alonso Ferrari a 6.807
4. Hamilton McLaren-Mercedes a 14.634
5. Button McLaren-Mercedes a 15.593
6. Rosberg Mercedes a 35.300
7. Schumacher Mercedes a 43.400
8. Hulkenberg Williams-Cosworth a 1 volta
9. Kubica Renault a 1 volta
10. Kobayashi Sauber-Ferrari a 1 volta
11. Alguersuari Toro Rosso-Ferrari a 1 volta
12. Sutil Force India-Mercedes a 1 volta
13. Buemi Toro Rosso-Ferrari a 1 volta
14. Massa Ferrari a 1 volta
15. Petrov Renault a 1 volta
16. Barrichello Williams-Cosworth a 1 volta
17. Heidfeld Sauber-Ferrari a 1 volta
18. Kovalainen Lotus-Cosworth a 2 voltas
19. Trulli Lotus-Cosworth a 2 voltas
20. Glock Virgin-Cosworth a 2 voltas
21. Senna HRT-Cosworth a 2 voltas
22. Klien HRT-Cosworth a 6 voltas

Abandonos:

Di Grassi – Virgin-Cosworth, 63 voltas
Liuzzi – Force India-Mercedes, 50 voltas

LS – www.autoracing.com.br


Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.