Uma pequena homenagem ao kartismo amador

Eu e meu inseparável Marlborão, acelerando na Granja Viana

Por Bruno Aleixo

Não sei se já comentei isso aqui ou no “Loucos por Automobilismo”, mas sou piloto. Amador, claro. Aliás, já me disseram que quem corre de kart amador não é piloto, mas eu acho que sou. E não estou sozinho nessa. Aqui em São Paulo, corro no Campeonato Paulista de Kart Amador – CPKA e todos os outros que disputam o mesmo campeonato são pilotos. Conversam como pilotos. Agem como pilotos. Brigam como pilotos. Então, se você não acha que somos pilotos, o errado é você.

Mas há um motivo que me leva a defender o kart amador e todos os abnegados que militam nesse emocionante e dispendioso esporte: o fato de que os diversos campeonatos amadores espalhados por todo o país representam o máximo da resistência contra o lento e gradual esvaziamento das corridas. Você pode não acreditar, mas o kart é um esporte que une as pessoas, cria grandes e duradouras amizades e traz uma enorme consciência coletiva. Sim porque, embora seja um esporte individual, você divide a pista com mais 25 ou 30 competidores e precisa saber como se portar, para não estragar a corrida dos outros. Isso, claro, sem jamais deixar de ser competitivo.

O kart amador tanto pode servir para atletas ocasionais (como eu) quanto pode ser a porta de entrada no automobilismo para gente que ainda não tem recursos suficientes para entrar no profissional. Na entrevista que eu e o graaaaaande Adauto Silva fizemos com Felipe Drugovich, o brasileiro disse que suas primeiras voltinhas numa pista foram no kart amador. Foi picado pelo bichinho da velocidade ali, no meio de gente como eu e você.

Por isso, é preciso não apenas exaltar os campeonatos, como também os organizadores. O CPKA tem uma organização show de bola, se você pensa em enveredar pelo mundo da velocidade, super recomendo o campeonato (http://cpka.brasilkart.com.br/). Da minha parte, tenho orgulho de ter dado uma pequena contribuição, participando da fundação da gloriosa Copa BH Kart, que tive que abandonar quando me mudei para SP. No início do mês, tive a honra de participar do evento de abertura da temporada 2020 e foi incrível ver como a pequena semente, se transformou numa bela árvore. Se você for de BH, entre no site e converse com a turma que organiza (http://www.copabhkart.com.br/).

Família da Copa BH Kart reunida para o lançamento da temporada 2020. E tô ali no meio. Ó eu de blusa preta ali no meio, ó

O kart não envolve somente os pilotos, mas as famílias também. Cria vínculos entre pessoas que jamais se cruzariam na vida. E, fisicamente falando, é um ótimo esporte, aprimora reflexos, condicionamento, exige do piloto o desenvolvimento constante, tanto do corpo quanto da mente. É caro, mas acreditem, vale cada centavo gasto.

Portanto, se você gosta de corridas, gosta de esporte e não sabe o que praticar, corra em um campeonato de kart amador. Você estará ajudando não apenas o automobilismo, mas estará dando um mega upgrade na sua vida. E, quem sabe, não nos encontramos na pista?

Bruno Aleixo
São Paulo – SP

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

AS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.