Stock Car – Full Time larga na 2ª fila com Barrichello e Piquet

Rubens Barrichello

A equipe Full Time Sports deu um importante passo neste sábado (6) para brigar por um bom resultado neste domingo (7) na etapa de abertura da Stock Car 2019, que está sendo disputada no autódromo do Velopark, em Nova Santa Rita (RS). Aliás, três grandes passos.

O time, comandado por Maurício Ferreira, colocou três de seus quatro carros no Q3 e vai largar em terceiro com Rubens Barrichello, quarto com Nelsinho Piquet e sexto com o estreante Gaetano di Mauro.

Galid Osman também tinha boas chances de lutar por um melhor resultado, mas não conseguiu evoluir o seu tempo, já que no Q1 estava no segundo grupo, quando a chuva aumentou no circuito. O piloto vai partir da 18ª posição.

A prova deste domingo, que marca a corrida de número 500 da Stock Car, terá sua largada às 11 horas, com transmissão ao vivo do SporTV2. A corrida terá 45 minutos, mais uma volta, e cada piloto terá 12 acionamentos do botão de ultrapassagem. No pit stop, haverá a obrigatoriedade da troca de pelo menos dois pneus, com o reabastecimento facultativo.

“75% da estatística mostra que o resultado da corrida de Stock Car é construído na classificação. E, felizmente, a nossa classificação hoje foi muito boa”, comentou Maurício. “Estamos no jogo, com bastante possibilidades de marcar bons pontos. O campeonato é longo, então começar com o pé direito é fundamental para que o grupo, a equipe de forma geral, se entrose cada vez mais, vá ganhando autoconfiança”, destacou.

“Costumo dizer sempre que nós estamos aqui para ‘construir’ um campeonato, não só uma corrida, não só uma vitória, não só uma pole. O sonho sempre é vencer o campeonato. Então, foi um bom resultado hoje, principalmente, porque sabemos da competividade da categoria”, continuou Maurício.

O chefe da equipe, o mais novo a conquistar um título da Stock Car nesta função em 2014, quando tinha 37 anos, também tenta quebrar um tabu no traçado gaúcho. “O Velopark é uma pista difícil, fácil de errar. Não temos aqui um histórico muito positivo, mas vamos tentar quebrar esse tabu também. Quem sabe amanhã vem o nosso pódio no Velopark”, finalizou.

Barrichello, que faz sua sétima temporada na equipe Full Time Sports, também celebrou o bom resultado. O piloto foi o mais rápido no Q2 e mostrou muito potencial com o Stock #111 (Mobil / Ale Combustíveis).

“Estou super feliz. Acho que, mais do que a pole ou o terceiro lugar no grid, nosso foco era poder se adaptar às condições diferentes de cada momento. Tivemos condições super adversas nos treinos de sexta e sábado, então estar entre os três primeiros, pra mim, ainda tem um gostinho de vitória e, mais ainda, nos dá a chance de lutar pela sonhada vitória amanhã”, disse o campeão de 2014.

Piquet também deixou a pista muito satisfeito. É a melhor posição de largada do piloto com a equipe Full Time, onde estreou no ano passado em sua primeira temporada completa na Stock Car.

“É sempre bom começar com o pé direito, vamos continuar positivos e trabalhando. É óbvio que sempre tem que melhorar, mas estamos com três carros da equipe no Q3. Não é tudo por acaso ou sorte, então a equipe está evoluindo e vamos continuar assim”, relatou o piloto do Stock #33 (Texaco / Havoline / Autotrac).

Já o novato Di Mauro foi a sensação dos treinos. O piloto foi o único do segundo grupo no Q1 a passar para o Q2 e, na sequência, chegar ao Q3, onde enfrentou grandes feras: três campeões da Stock Car (Barrichello, Daniel Serra e Marcos Gomes), Piquet e o experiente Thiago Camilo, que ficou com a pole position.

“Estou muito feliz com o resultado. Sempre trabalhamos o máximo que dá. Tivemos um pouco de dificuldade no último segmento da classificação por causa do pneu mais baixo, mas mesmo assim estou muito contente”, comemorou o piloto do Stock #11 (Shell Helix Ultra).

O companheiro Galid lamentou o aumento da chuva no seu grupo no Q1, mas segue confiante na busca por pontos neste domingo. “Foi uma pena, fui no grupo em que a chuva caía com mais força, o terceiro no meu grupo, havia muito potencial. Faltou pouco mais de um décimo para chegar ao Q2, e a história teria sido totalmente diferente. Amanhã tentaremos fazer o maior número possível de pontos, é uma corrida longa e espero ir para a frente”, finalizou o piloto do Stock #28 (Shell Helix Ultra).

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.