Stock Car – Felipe Fraga é pole com 0s011 de vantagem para Barrichello

Felipe Fraga

Felipe Fraga

O último treino classificatório do ano na Stock Car foi emocionante. Em Interlagos, templo do automobilismo nacional, o líder Felipe Fraga registrou sua quarta pole position na temporada – e a primeira em São Paulo. Assim, precisando de apenas um 12º lugar para sagrar-se campeão, o piloto da Cimed Racing já ganha uma vantagem sobre seus adversários. Seguindo exatamente a ordem do campeonato, Rubens Barrichello e Valdeno Brito ocupam a segunda e terceira posições, respectivamente.

O tocantinense de 21 anos cravou 1min38s939, apenas 11 milésimos de segundo mais rápido que Rubinho. “A parte mais tensa do fim de semana seria mesmo a classificação, e eu estou muito mais tranquilo agora largando na frente do Rubens. Mesmo se eu estivesse entre os cinco primeiros e ele na pole, eu também não estaria preocupado, porque eu tenho de chegar em 12º. Agora só temos que largar bem e chegar entre os 12”, afirmou Fraga, já avisando que pode, inclusive, abdicar da vitória para evitar disputas mais duras. “Se ele (Barrichello) quiser vir para cima, eu não vou brigar. Não quero vencer a corrida: eu quero ser campeão”.

Felipe vai além dizendo que não adiantaria um jogo psicológico com seu adversário 23 anos mais experiente. “Eu até acho que coloco uma pressão nele, porque para que ele tivesse uma chance melhor, eu teria de ir mal na classificação e consegui tirar o tempo dele na última volta. Mas não dá para mexer com o psicológico dele, pois ele já passou por muitos momentos bem mais tensos do que esse. O que importa é que estou tranquilo comigo mesmo e precisava desta pole hoje. É meio caminho andado para o título”, resumiu.

Rubens Barrichello reconhece que sua missão, 36 pontos atrás de um piloto que larga à sua frente, em uma prova de 40 minutos sem paradas de box, fica bem mais difícil. Mas não perde o foco e a esperança neste duelo de gerações. “Trocamos o motor para classificar e a equipe entregou um carro excelente. O Fraga vem em um campeonato muito bom, bem no alto mesmo, um carro forte, guiando muito bem, então não é surpresa. Somos nós que temos que tentar passar por cima disso tudo. Estou feliz com este meu final de campeonato, porque fiquei 11 milésimos atrás – o que não é nada – e preciso chegar 11 posições na frente dele”, destacou.

“O Felipe é um dos grandes jovens talentos que temos no Brasil. Ele começou um campeonato muito bom, vem liderando desde o começo. Temos que contar também com o jogo das coisas. Quero amanhã ganhar a prova, vou dar o máximo por isso, e depois é questão de ver o que o destino reserva”, concluiu.

Já sem chances matemáticas de título, Valdeno Brito “lava as mãos” na disputa e promete ir para cima brigando pela vitória. “Eu vou para cima e lutar para vencer. Eu quero muito ganhar essa corrida para fechar bem o ano e dar este presente para a equipe TMG”, disse o “Expresso da Paraíba”, que deixa o time sediado em Americana (SP) para juntar-se à Eisenbahn Racing Team em 2017.

Para Diego Nunes, quarto colocado, foi por muito pouco. Dentro do penúltimo grupo de pilotos que foram à pista, o piloto da União Química Racing sustentou a pole provisória praticamente até a última tentativa dos três líderes do campeonato, que então superaram a sua marca de 1min39s212. Daniel Serra, Allam Khodair, Max Wilson, Thiago Camilo, Ricardo Maurício e Marcos Gomes fecham os dez primeiros do grid.

A corrida de decisão do campeonato tem largada às 10h10 deste domingo com transmissão ao vivo pela TV Globo. A prova terá 40 minutos mais uma volta de duração, sem pits stops obrigatórios e com oito acionamentos do botão de ultrapassagem por piloto.

Grid de Largada*:
1-) 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) – 1min38s939
2-) 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – 1min38s950
3-) 77 Valdeno Brito (TMG Racing) – 1mn39s210
4-) 70 Diego Nunes (União Química Racing) – 1min39s212
5-) 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) – 1min39s238
6-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) – 1min39s306
7-) 65 Max Wilson (Eurofarma RC) – 1min39s331
8-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – 1min39s338
9-) 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – 1min39s357
10-) 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) – 1min39s423
11-) 0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) – 1min39s478
12-) 83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) – 1min39s586
13-) 63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) – 1min39s611
14-) 73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) – 1min39s635
15-) 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) – 1min39s710
16-) 110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições) – 1min39s730
17-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – 1min39s783
18-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) – 1min39s798
19-) 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – 1min39s815
20-) 9 Guga Lima (TMG Racing) – 1min39s922
21-) 4 Julio Campos (C2 Axalta Racing) – 1min39s941
22-) 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) – 1min40s004
23-) 12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP) – 1min40s016
24-) 117 Guilherme Salas (RZ Motorsport) – 1min40s103
25-) 8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) – 1min40s237
26-) 25 Tuka Rocha (RZ Motorsport) – 1min40s249
27-) 51 Átila Abreu (Shell Racing) – 1min40s409
28-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) – 1min40s438
29-) 99 Xandynho Negrão (Cavaleiro Sports) – 1min40s518
*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

EB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que contenham ofensas não serão aprovados pelo moderador.