Stock Car – Comentários de sexta-feira – Grande Final de 2019

Atila Abreu

Denis Navarro, P2: O carro desde o shakedown se mostrou bem competitivo, ainda tem alguns ajustes para melhorar, mas isso demostra que o carro esta no caminho certo, então temos chances no qualy de largar mais a frente.

Átila Abreu, P3: Foi um dia diferente porque a chuva pela manhã atrapalhou no primeiro treino. Saímos para andar e tinha trechos molhados e secos, e aí veio uma chuva forte, não conseguimos andar nem no seco, nem no molhado. No segundo treino, a dinâmica foi diferente. A previsão é de amanhã é de chuva para a manhã e seco para a tarde, então não tivemos muito tempo para mexer no carro. Simulamos condições para que se a tomada for no seco e o treino, no molhado, já tenhamos um caminho. Foi um treino muito rápido, o carro se comportou de uma maneira interessante. Nossos pneus eram muito velhos, então não dava para fazer uma leitura perante os outros. Ainda não estou 100% satisfeito, o carro pode ter um equilíbrio melhor, ainda mais que temos de classificar e correr com o mesmo acerto, temos de fazer um carro rápido para a tomada, mas que preserve o pneu na corrida. Vamos analisar os dados, mas começamos bem e pode ser um fim de semana promissor.

Marcel Coletta, P4: Na segunda sessão conseguimos andar mais, a pista ainda estava um pouco molhada no começo, mas ela foi secando e colocamos um pneu bom para ficar entre os primeiros. O carro vem em uma evolução muito boa nessa parte final da temporada e eu prefiro a pista seca para o restante do final de semana porque é o tipo de condição que temos andado mais durante o ano, assim podemos mostrar nosso crescimento na temporada.

Rafael Suzuki, P5: Lideramos o grupo nos dois treinos, mas é difícil dizer, porque só usamos o primeiro jogo de pneus, que era usado. Essa corrida vai ter uma particularidade, que é a classificação de tanque cheio, então amanhã é que vamos saber mesmo. Mas, independentemente do tempo de volta e da posição em que terminamos, o feeling do carro é muito bom. Estou indo muito mais pela sensação, e o carro está muito bom.

Cacá Bueno, P9: Eu basicamente não andei no primeiro treino porque a pista estava muito molhada. Coloquei um pneu melhor no meio do treino, logo quando voltou a chover e a pista não estava tão boa e aí acabei cometendo um erro, ficando uns três décimos do que gostaria. Eu acho que mesmo assim eu ainda precisaria melhorar mais um pouco com velocidade de reta. Vamos trocar o motor e ver se encontramos esses três décimos. E três décimos na Stock é bastante coisa porque aqui tem muito equilíbrio. Sobre a estratégia, no Milhão eu resolvi classificar mais leve e agora temos a chance de fazer diferente.

Ricardo Zonta, P13: Foi difícil. No primeiro treino, choveu, e a gente optou por não sair. Agora, no segundo treino livre, o grupo 1 pegou a pista seca, e pegamos a pista indo para chover, começou a pingar, e a pista ficou bastante escorregadia. Comecei com pneus muito velhos, e quando coloquei um pneu melhor, a pista já tinha mudado demais. É uma pena, estamos com um balanço de carro muito bom. Agora é tentar achar as condições exatas da pista que sejam iguais para todos, e aproveitarmos o melhor momento da pista.

Bia Figueiredo, P14: Foi um dia difícil, com a chuva atrapalhando bastante e poucas voltas completadas. O que conseguimos fazer foi bom. Essas condições deixam todo mundo sem muito parâmetro, mas vamos para a classificação confiantes.

Galid Osman, P17: O dia foi complicado para todos, com chove, para, seca, molha… Isso deu uma atrapalhada no cronograma das equipes, inclusive a nossa, mas no fim deu para andar bem no seco. Andamos com o carro bem pesado, então nossa referência é boa. Estamos evoluindo o carro, vamos tentar melhorar o carro e largar numa boa posição.

Thiago Camilo, P20: Hoje foi difícil avaliar o desempenho do carro em comparação aos principais adversários, porque as condições climáticas variaram muito. Ainda assim eu achei que nosso acerto estava bom tanto em condições de chuva quanto na pista seca. Para a classificação, temos uma situação bastante delicada, que é fazer um acerto de classificação que funcione também para a corrida. Mas acho que isso nós conseguiremos. Por outro lado, muitos pilotos que não estão pensando no título podem arriscar tudo, classificando com o tanque vazio, mais leves. E ainda há o risco de as condições de pista seca e molhada variarem durante o treino. Então para classificar e correr bem será necessária uma combinação de estratégia, sorte, e, é claro, velocidade.

Gaetano di Mauro, P21: Dia um pouco atípico aqui, tivemos muita diferença de pista. Um treino foi na chuva, e no outro não andamos. No segundo não consegui andar com o pneu bom. Está incerto, não sabemos como estão as coisas, vai começar a aparecer tudo amanhã. Agora é trabalhar e ver o que dá para fazer, e acelerar.

Gabriel Casagrande, P25: Minha preferência é que amanhã esteja seco e que a gente tenha condições iguais para todo mundo, pois se ficarmos nessa chuva imprevisível um grupo vai ser diferente do outro e já vimos na etapa passada que um dos grupos foi favorecido pela chuva. Isso não é bom para os pilotos, então por mim o tempo deveria estar estável. Se tiver chovendo, beleza, mas que seja uma chuva para todo mundo. Sobre a estratégia de peso do carro, não temos muito o que fazer, não podemos nos desesperar. Tem muita gente que irá com o carro leve e estamos preparando nosso carro para vencer a corrida, então vamos continuar trabalhando e com certeza teremos um bom dia amanhã e no domingo.

Felipe Fraga, P27: O dia foi estranho hoje porque choveu, depois secou e cada piloto está com uma condição diferente de pneus e combustível. É uma prova diferente justamente também porque cada piloto vai largar com uma medida de gasolina no tanque: uns com mais e outros com menos. Eu acho que o carro está bom e com certeza vamos disputar ali entre os primeiros no domingo. O carro tem andado bem no seco nas últimas corridas, mas para mim não faz diferenças e vai chover amanhã ou não, porque o carro está bom também com pista molhada. Só esperamos que seja uma condição de igual para igual no classificatório.

Tuca Antoniazi, P29: Andamos pouco hoje, mas já foi possível enxergar uma direção no acerto do carro. Amanhã espero poder andar mais, pegar mais tempo de pista.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.