Stock Car – Comentários de sábado – Santa Cruz do Sul 2018

Atila Abreu

Antonio Pizzonia: A pista estava bastante molhada, evidentemente, mas dava para andar.

Átila Abreu: Choveu muito durante o dias de ontem e de hoje. Mesmo com a chuva menos forte, a pista estava encharcada e os rios continuavam na pista. Andei com o diretor de prova um pouco antes de cancelarem. Realmente para a segurança não teria como, porque já começaria a ficar sem luz, seria muito risco. Para amanhã a previsão é de seco, talvez classifique numa situação em que ninguém vai ter treinado no seco, talvez esteja ainda úmido no shakedown e a classificação seja no seco. Vai ser um pouco mais de loteria, mas a situação de hoje, de muito risco para os pilotos de baterem, era desnecessária. A corrida já seria às duas da tarde só, vai ter tempo de sobra, vai ser legal para o público, que vai poder ver treino e corrida no mesmo dia. Desde que eu corro na Stock Car é a primeira vez que isso acontece, então vamos ver como será.

Bia Figueiredo: Ano passado consegui um sexto lugar na segunda corrida em Santa Cruz do Sul e sinto que posso repetir ou até melhorar o resultado esse ano, apesar de todos os percalços. A gripe está indo embora junto com a chuva e espero que amanhã as coisas clareiem em todos os sentidos.

Cacá Bueno: É claro que a gente queria fazer o classificatório hoje, mas as condições de pistas já foram bem complicadas no treino livre. Fizemos com o máximo de cautela as voltas para não bater, mas se fosse na classificação todo mundo ia forçar mais e os riscos iam aumentar muito.

Felipe Fraga: Havia muitos pontos onde o carro aquaplanava e, com a chuva aumentando, a chance de a pista ficar melhor foi ficando praticamente impossível, mas particularmente preferia ter feito a classificação hoje mesmo, mas respeito a decisão da direção de prova.

Julio Campos: Claro que a segurança vem em primeiro lugar, mas não seria impossível fazer a classificação.

Marcos Gomes: Se a previsão se confirmar, teremos uma condição que não testamos aqui em Santa Cruz do Sul em 2018, mas seria igual para todos, então considero que a decisão foi correta.

Ricardo Zonta: A mudança é boa para todos. Como a chuva estava constante o dia todo, sempre que os carros da outra categoria ou da Stock Car entravam na pista, alguém batia, ou rodava, ou ficava no barranco, e isso é muito ruim. Essa decisão foi a mais acertada tanto para a segurança como para o espetáculo. As condições amanhã serão de seco e isso faz com que o espetáculo fique melhor ainda. O dia será tumultuado, com muitas coisas, mas será melhor para todo mundo.

Thiago Camilo: Usaremos pouquíssima informação desses treinos na chuva se a pista secar, mas confio na competência da equipe para encontrar rapidamente um bom acerto para classificação.

EB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.