Stock Car – Comentários de sábado – Interlagos 2016

Átila Abreu

Átila Abreu

Diego Nunes, 4º colocado: Faltou muito pouco para a pole, mas mesmo assim é uma ótima posição, fazendo frente aos meus principais adversários dessa temporada. Vamos em busca de um pódio para encerrar o ano no top3 da classificação, o que seria maravilhoso, tanto para mim, quanto para a equipe.

Allam Khodair, 6º colocado: Estamos em uma posição que nos permite buscar a vitória amanhã. Infelizmente, pegamos a pista um pouco mais quente que o pessoal que entrou na pista nos instantes finais da tomada de tempos e isso nos tirou pelo menos um décimo, o que acabou fazendo toda a diferença.

Marcos Gomes, 10º colocado: O carro esteve muito bem acertado pela equipe durante todos os treinos, mas faltou encaixar um melhor volta melhor para poder brigar pela pole com o Felipe. Ele está de parabéns e vou ficar na torcida para que ele faça uma boa corrida e conquiste esse título.

Gabriel Casagrande, 12 colocado: Temos um carro rápido, bastante competitivo quando imprimimos ritmo de corrida. Por isso estou muito confiante de que poderemos brigar por um bom resultado nesta final.

Sérgio Jimenez, 14º colocado: Acho que foi bom. Claro que evoluímos muito ao longo do ano, como time, com a estrutura, com performance, mas ainda falta um pouco. Esses três ou quatro décimos que temos que buscar, mas que são os mais difíceis. Fizemos um bom trabalho hoje. Tinha feito o oitavo tempo no treino, e agora fizemos 14º no classificatório, mas estamos bem próximo do décimo, que é a nossa realidade. Vamos para a corrida. Acho que ninguém quer saber de clima de confraternização. Todo mundo vai acelerar e nós também. Vamos buscar os pontos, que serão importantes para tentar melhorar na classificação e terminar o ano da melhor forma possível.

Felipe Lapenna, 16º colocado: Fiquei muito feliz e por ter disputado o prêmio com pilotos muito bons. Foi bem legal ganhar este troféu. Sem dúvida, foi minha melhor largada na Stock Car. Ganhar 14 posições na primeira volta não é fácil.

Ricardo Zonta, 17º colocado: Foi uma pena, a pista melhorou muito e com isso quem entrou depois de mim acabou pegando uma condição melhor de asfalto. Mas temos um carro rápido para a corrida e podemos fazer uma corrida pensando em uma boa colocação.

Lucas Foresti, 23º colocado: O vento faz uma enorme diferença no equilíbrio aerodinâmico do carro. Quando o pegamos contra, dependendo do ponto da pista, é um grande dificultador.

Átila Abreu, 27º colocado: Confio muito nos mecânicos e engenheiros da equipe Shell Racing e sei que amanhã teremos um carro competitivo, como foi em todos os domingos deste ano. Já saímos do fundo do grid algumas vezes em 2016 e não estamos brigando pelo top5 do campeonato por acaso. Amanhã a corrida promete.

Raphael Abbate, 28º colocado: Nos treinos livres, o carro estava legal, competitivo, faltando apenas alguns ajustes, mas na classificação não conseguimos um bom acerto. Agora é buscar uma boa largada amanhã, fazer uma boa corrida e tentar disputar o Top 15 nesta etapa que tem pontuação dobrada.

Xandinho Negrão, 29º colocado: Apesar de não ser minha pista preferida, Interlagos é um circuito legal, tem muita área de escape e curvas rápidas. Foi bom voltar a acelerar aqui. Fazia quatro anos que não corria nesta pista. Estou contente de ter voltado. No classificatório, teve uma bandeira vermelha na minha volta e acabou me prejudicando um pouco, e talvez pudesse subir algumas posições. Mas, vamos ver como vai ser amanhã.

EB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que contenham ofensas não serão aprovados pelo moderador.