Stock Car – Comentários de domingo – Santa Cruz do Sul 2018

Julio Campos

Marcos Gomes: Foi uma prova perfeita nossa. Pole position de manhã e agora veio a vitória. Eu queria dedicar esse primeiro lugar para a equipe Cimed Racing. Eu e o Manu (Hugon, engenheiro do time) fizemos um trabalho muito bom, mas gostaria de agradecer os 25 mecânicos da equipe, minha família, meus amigos e todos que torcem por mim. Eu tirei uma tonelada de peso das costas porque essa vitória vinha batendo na trave, mas hoje estou feliz demais por essa conquista. Fiz uma corrida planejando escapar dos problemas, já que o vencedor larga em décimo lugar. Fomos o maior pontuador da etapa e, se tivermos finais de semana assim sempre, vamos conseguir descontar a diferença para o líder até o final do ano.

Julio Campos: Sabemos que nosso carro está competitivo. Mas levei uma batida do Serra que fez meu carro vibrar durante todo o tempo. Acho que ele calculou mal, me acertou, retornou, bateu de novo e foi me empurrando até a grama. A direção de prova não fez nada, ela que costuma punir coisas menores. Mas acontece, vamos para a próxima porque não sou de ficar chorando. Ficou muito dianteiro. Algo começou a vibrar e ficou assim o tempo todo, mesmo depois da troca dos pneus externos nas duas corridas. Então, provavelmente danificou alguma coisa no carro, talvez o splitter dianteiro que estava batendo muito. Tiramos dois graus de asa na corrida 2 e o carro continuou saindo de frent. Na verdade, já devíamos estar andando por aí desde o ano passado, mas tivemos alguns percalços. Agora estamos mais fortes e no nosso lugar.

Átila Abreu: Queria agradecer muito à equipe. Em Londrina estivemos muito perto de ganhar, a equipe sempre busca milésimos de segundo e acabamos punidos no pit stop nessa tentativa. Hoje funcionou tudo perfeitamente aqui e agradeço a todos os mecânicos e engenheiros da Shell V-Power por essa performance que tivemos aqui. Agradeço também a todos os fãs que votaram em mim, porque a ultrapassagem para assumir a liderança foi com o Fan Push. Dei um push no miolo para aproximar e com o Fan Push fiz a ultrapassagem decisiva. Dedico a todo o meu time e quem votou em mim. Na primeira corrida terminei em quinto usando apenas três pushes, ou seja, tinha 13 para a segunda prova, mais o Fan Push. Que seja a primeira de muitas vitórias, é bom vencer essa corrida antes da pausa. Temos dois meses e meio até a Corrida do Milhão, mas nas duas últimas etapas brigamos pela vitória. Agora é comemorar!

Lucas Foresti: Na corrida 1 eu tive a sorte de fazer uma boa largada e contar com alguns enroscos à frente. Nos boxes a equipe fez um trabalho excepcional e ganhamos mais uma posição, o que me deixou muito feliz pois garantimos 15 pontos nesta prova em um final eletrizante contra outros três pilotos. Na prova seguinte virei passageiro, fui prensado entre dois carros, o que foi lamentável e estragou uma corrida onde tínhamos um potencial enorme.

Felipe Lapenna: Essa etapa foi muito legal. Na verdade a tomada de tempo não foi boa, porque o motor do Felipe (Fraga) estourou e vazou óleo e eu acabei perdendo minha volta. Eu fui muito rápido no treino de manhã, onde fui quarto e acabou dando esse azar na tomada. Largamos lá de trás, mas sabíamos que tínhamos um carro bom. Fizemos uma boa largada, desviamos dos acidentes e chegamos em décimo. Largamos na pole na corrida 2 sabíamos que o carro era competitivo e abrimos um pouco do Cesar (Ramos) e ficamos 13 voltas na liderança com um ritmo muito bom, mas no pitstop usamos uma estratégia de não abastecer e precisávamos de muito combustível para terminar. Além disso, perdemos um pouquinho na troca do pneu e voltei para a pista em sexto, onde tinham alguns pilotos que estavam com um pneu um pouco melhor e acabaram me ultrapassando, com isso chegamos em oitavo. Saímos daqui com dois top10 nas duas corridas e foi excelente.

Denis Navarro: Nós quase ficamos na pole da corrida 2, faltou ganhar uma posição na primeira prova e isso poderia ter mudado toda a história do nosso final de semana. Nós poderíamos ter largado até mais à frente também na primeira prova. Na corrida 2, eu tomei um toque na curva 1 e depois me envolvi em uma disputa com o Tuka (Rocha) e isso nos tirou disputa. Agora vamos pensar na Corrida do Milhão em Goiânia.

Rafael Suzuki: A corrida 1 teve um saldo positivo. Ganhamos 12 posições sem push. Infelizmente, não encontramos o acerto ideal na tomada de tempos, mas na corrida o ritmo era bom. Eu consegui me defender bem e estar no Top-15. Não é o que a gente quer ainda, mas não passamos zerados. Eu fiz a curva 1, ninguém me tocou, mas no meio da curva eu vi um carro rodando e só senti bater. Não rodei, não toquei em ninguém, mas na verdade peguei este carro rodando e foi completamente impossível de evitar. Só senti o choque. Foi azar mesmo. Essa pausa vai ser muito boa pra gente organizar bem as coisas e fazer da segunda parte da temporada um novo campeonato.

Ricardo Zonta: Tínhamos um bom carro no fim de semana, mas infelizmente fui tocado no começo das duas corridas e isso dificultou o nosso dia aqui em Santa Cruz. Pelo menos, o ritmo estava bom e esperamos que continue assim na sequência do campeonato.

Felipe Fraga: Hoje foi um dia que começou bem difícil para nós, mas o pódio foi importante para mostrarmos o tamanho do nosso potencial. Eu tinha grandes chances de ir para o Q3 se não fosse o problema de motor no classificatório e largando de último nós sabíamos que talvez perderíamos posições no campeonato. Foi uma etapa divertida ali dentro do carro, fiz várias ultrapassagens, teve vários toques pelo caminho e acho que isso até me impediu de disputar o primeiro lugar na corrida 2. Agora vamos trabalhar para recuperar na Corrida do Milhão daqui quase dois meses. Espero voltar com tudo na segunda parte do campeonato.

Diego Nunes: Não teve o que fazer, tentamos a estratégia de Londrina, mas os pneus acabaram muito rápido, não tivemos vantagem nenhuma e não conseguimos conquistar os pontos que esperávamos. Na largada minha porta abriu, tive que fechar, nisso perdi uns três segundos, não foi o resultado que tínhamos planejado. Espero reverter esse resultado e depois dessa pausa alavancar nos pontos e no campeonato, vamos trabalhar bastante para isso.

Antonio Pizzonia: Acho que este tem sido o ano mais difícil para mim desde que comecei na Stock Car. Hoje, mais uma vez, fiquei com as provas comprometidas pelo acidente. Vamos ver se a sorte muda no segundo semestre.

Guilherme Salas: Essa é uma pista que demanda muito dos pneus e isso faz muita diferença. Então, priorizamos a corrida 2 e nossa ideia era estar entre os 12 primeiros e marcar pontos. Mas, infelizmente, no pit stop tivemos um problema na troca de um dos pneus, enroscou e nossas chances terminaram ali. Estes dois meses e meio sem provas vai ajudar nossa equipe. Com corridas a cada 15 dias, como aconteceu agora, tivemos muitos problemas com câmbio, batida e você tem de arrumar o carro ao invés de procurar a melhor performance. Essas ‘férias’ vão nos ajudar a rever o que aconteceu até aqui, para estarmos mais alinhados e terminarmos o segundo semestre numa posição melhor.

Galid Osman: Segunda corrida seguida que eu não consigo correr em função de dois acidentes na primeira volta. Hoje fui acertado pelo Valdeno (Brito) e espero apagar esse início de campeonato e partir para a outra metade mais forte.

Cacá Bueno: O final de semana complicou um pouco por não ter ido bem no classificatório, aqui a largada também é complicada e acabei perdendo algumas posições. Eu me recuperei bem e tentei fazer a estratégia de Curitiba e Londrina privilegiando a segunda corrida. A ideia era tentar permanecer ali no top-10 da primeira prova para largar entre os líderes da corrida 2. Isso vinha funcionando até o (Vitor) Genz tentar uma manobra infeliz cruzando por trás do meu carro. O lado esquerdo era meu, eu já havia decidido isso antes dele, portanto não havia espaço para a manobra e ele acabou acertando minha traseira. O acidente nos tirou das duas provas.

EB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.