Rubens Barrichello estreia novo banco da Stock Car

Rubens Barrichello

Rubens Barrichello

Sempre com o objetivo de aumentar a segurança dos pilotos, a Stock Car estreia novos bancos na próxima etapa – a décima da temporada – da Copa Caixa Stock Car, dia 21 de outubro no Autódromo de Curitiba. Projetado e fabricado pela empresa norte-americana Fiber Works Composites sob a supervisão da JL, a fabricante dos carros da principal categoria do automobilismo brasileiro, esses bancos são feitos de fibra de carbono e substituirão os atuais, fabricados em alumínio. O material é o mesmo utilizado na construção dos cockpits dos carros de Fórmula 1 e a espuma interna que reveste os bancos, também é homologada pela FIA (Federação Internacional do Automóvel) e tem a fabricação de empresas especializadas. O composto tem a capacidade de absorver energia de impactos de eventuais acidentes.

“A Vicar junto com a CBA e a JL estão sempre trabalhando para aumentar a segurança dos carros da Stock Car. Esse é um ponto em constante processo evolutivo. O novo banco é a mostra disso, com um conceito atual e com homologação do nível mais alto da FIA para carros de Turismo, o chamado “superbanco” coloca a Stock Car no mais elevado patamar de segurança do automobilismo mundial”, disse Maurício Slaviero, diretor geral da Vicar.

Este novo banco se assemelha bastante a um cockpit. O projeto teve a participação de pilotos da Stock Car, que opinaram e destacaram pontos que poderiam ser aperfeiçoados. Outra vantagem é que este novo acessório foi feito especialmente para o chassi JL G09, que equipa a categoria. Depois, com todas essas informações em mãos, o projetista Guenther Steiner finalizou a construção. Ele tem mais 25 anos de experiência em grandes e conhecidas categorias internacionais como WRC (World Rally Championship), a alemã DTM (Deutsche Tourenwagen Masters), a norte-americana Nascar e a Fórmula 1. Os testes para a homologação pela FIA foram feitos pelo Newton Labs, o laboratório italiano nomeado pela entidade que comanda o esporte a motor no mundo.

“Sempre buscamos preservar o elemento mais importante do carro e que faz a ligação com o Stock Car, que no caso é o piloto”, diz o projetista Gustavo Lehto, da JL.

Curiosamente, o primeiro piloto a usar o novo banco será justamente o estreante Rubens Barrichello. Rubinho terá um dia de testes na pista de Curitiba, no Paraná, na próxima segunda-feira, dia 15. Ele está assegurado na Corrida do Milhão Goodyear, dia 9 de dezembro em Interlagos. Dono do maior número de provas na história da Fórmula 1 (326), Rubinho vai conhecer o Stock Car, um carro de Turismo totalmente diferente dos monopostos que se acostumou a guiar nas 19 temporadas da F 1 e neste ano de 2012 na Fórmula Indy.

“Todos os pilotos da Stock Car contribuíram para o desenvolvimento deste novo banco, mas tendo o Barrichello como primeiro a usá-lo, com sua enorme experiência de muitas temporadas de F1, será uma ótima referência para todos”, finaliza Slaviero.

Além de Rubinho, outro nome forte que vai disputar duas etapas da Copa Caixa Stock Car é Tony Kanaan, que acertou para correr em Brasília e em Interlagos com a Bassani Racing. Patrocinado pela Itaipava, o campeão da Fórmula Indy de 2004, já tem como ficará a pintura do seu carro na mais importante categoria do automobilismo brasileiro.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.