Rotax Kart – Brasileiro vai bem e conquista ótimo resultado em Le Mans

Murilo Rocha

Um dos principais objetivos de um piloto de kart em formação é adquirir experiência para ter uma carreira consolidada no automobilismo. É exatamente pensando nesse objetivo que a Rotax iniciou mais uma competição em seu calendário internacional, o Rotax Max Challenge International Trophy, que se encerrou neste sábado, em Le Mans, na França, com dois representantes do Brasil, com um deles terminando em sexto.

Com o já consolidado Rotax Max Challenge Grand Finals, que é conhecido como as Olimpíadas do Kart, a Rotax incentivou a criação do RMC International Trophy nesta temporada. O sucesso foi absoluto, com todos os grids cheios, inclusive com repescagem. “O que aconteceu em Le Mans neste final de semana é mais uma prova de que a Rotax só cresce no Mundo todo. Temos o maior e melhor campeonato mundial e agora temos mais um evento internacional de grande porte em nosso calendário. O nosso objetivo é internacionalizar a experiência dos pilotos e temos mais uma ótima ferramenta para isso”, disse Wilton Santos Junior, diretor da Mach5 Karting, detentora dos direitos da Rotax no Brasil e Paraguai.

Visando apoiar a nova competição e dar oportunidade para os brasileiros, a Mach5 incentivou os pilotos a disputarem o RMC International Trophy, dando a inscrição do evento para os campeões da Copa Rotax nas categorias Micro Max, Mini Max e Junior Max. “A Mach5 sempre irá incentivar esse intercâmbio e isso só é possível por conta de toda a base consistente que temos da Rotax”, disse Wilton.

Os representantes do Brasil na competição foram Murilo Rocha, na Micro Max, e Luigi di Lazzaro, na Mini Max. Rocha foi muito bem nas corridas classificatórias, sendo um dos pilotos com maior número de ultrapassagens no evento, já que havia tido problemas e largado em último. Na pré-final, o piloto brasileiro cruzou a linha de chegada em 16, entre 32 competidores e ná final sofreu um abandono restando 9 voltas para o final. “O Murilo adorou a experiência de correr pela primeira vez na Europa. Foi um grande aprendizado. A Rotax está de parabéns, pois o evento é muito bem organizado”, disse Gislaine Rocha, mãe do piloto.

Já Di Lazzaro conquistou a 13a colocação no treino classificatório e se manteve entre os 15 primeiros durante as três corridas classificatórias. Já na Pré-final, o piloto brasileiro deu um show, ganhou oito posições e cruzou a linha de chegada em quinto. Na final, Lazzaro conquistou a sexta colocação. “Foi tudo muito novo para a gente, pois foi nossa primeira experiência na Europa. O asfalto é muito mais emborrachado. O resultado final foi muito bom. Nosso objetivo era estar entre os 15 primeiros. Estamos muito contentes”, disse Danilo, pai de Luigi.

“O Murilo e o Luigi foram muito bem. Eu fico muito contente que eles foram para Le Mans e adquiriram muita experiência. O Luigi teve um resultado espetacular e o Murilo teria, certamente, se não tivesse o abandono na final”, comemorou Wilton.

Os números de Le Mans e os campeões:
Micro Max – Campeão: Lenn Nijs (Bélgica) – 32 competidores
Mini Max – Campeão: Arthur Poulain (França) – 32 competidores
Junior Max – Campeão: Thom Reinaerdts (Holanda) – 84 competidores
Senior Max – Campeão: Ilian Bruynseels (Bélgica) – 91 competidores
DD2 – Campeão: Luca Munaretto (Itália) – 33 competidores
DD2 Masters – Campeão: Romain Mange (França) – 24 competidores

Agora, os pilotos retornam para o Brasil e já focam seus esforços na disputa do Campeonato Brasileiro Rotax, que será disputado no próximo final de semana, no Kartódromo Aldeia da Serra, em Barueri (SP).

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.