Rally Dakar 2017 – 7ª etapa Motos: Vitória de Brabec, Sunderland continua líder

Ricky Brabec

Ricky Brabec

O americano Ricky Brabec (Honda CRF 450 Rally) venceu a 7ª etapa da categoria Motos do Rally Dakar 2017, disputada nesta segunda-feira, dia 09/01, entre as cidades bolivianas de La Paz e Uyuni. O português Paulo Gonçalves (Honda CRF 450 Rally) foi o segundo, seguido do britânico San Sunderland (KTM 450 Rally Replica).

Com o resultado Sunderland manteve a liderança e ampliou sua vantagem na classificação acumulada após sete etapas. O chileno Pablo Quintanilla (Husqvarna FR 450 Rally) conseguiu manter a vice-liderança da prova com o nono melhor tempo do dia.

Devido à persistente má condição do tempo, e para também evitar um novo cancelamento de etapa, a organização da prova decidiu montar um trecho diferente do que havia sido planejado neste sétimo dia de competição. Originalmente ele teria um total de 622 km com o trecho cronometrado de 322 km. Neste novo percurso, que mescla partes da 6ª e 7ª etapas, o dia começou com um deslocamento de 400 km seguido de uma especial de 161 km e para terminar mais 260 km de deslocamentos. No total foram percorridos 821 km.

O percurso é válido como a primeira parte da etapa Maratona que será completada na terça feira. Portanto as equipes de apoio seguem diretamente para Salta, na Argentina, ponto final da próxima etapa. Nenhuma equipe de apoio poderá ir ao acampamento de Uyuni. Lá somente os próprios competidores poderão realizar qualquer tipo de manutenção nos veículos.

Sunderland abriu a pista enfrentando talvez o maior temor dos líderes do rally, as dificuldades de navegação. Numa etapa com muita areia e dunas, o monstro prometia aparecer, mas no momento crítico, quando chegou a estar 300 metros fora da pista ideal, Sunderland teve serenidade, diminuiu o ritmo e focou em achar o caminho, minimizando a perda.

Paulo Gonçalves foi o segundo a largar e não hesitou, fazendo uma navegação perfeita. Como o português está com uma grande desvantagem devidos aos problemas das etapas anteriores, incluindo uma penalização de 60 minutos por realizar um abastecimento fora do local permitido, Sunderland não se sentiu ameaçado e seguiu em seu ritmo.

Pablo Quintanilha teve mais dificuldades. Perdeu mais de 10 minutos para Brabec e 8 minutos para Gonçalves, mas como seu foco está na classificação acumulada, o mais importante foi fazer um tempo melhor que os adversários que o seguem na tabela, o francês Adrien Van Beveren (Yamaha WR 450 F), o espanhol Gerard Farres Guell (KTM 450 Rally Replica) e o austríaco Matthias Walkner (KTM 450 Rally Replica).

Brabec largou no bloco intermediário. Soube mesclar sua navegação com os rastros deixados pelos pilotos que largaram na frente. Seu companheiro de equipe, o espanhol Joan Barreda, também poderia ter tirado vantagem da posição de largada, mas acabou tendo algum problema de navegação nas dunas e foi o quarto colocado na etapa.

Ricardo Martins (Yamaha WR 450 F) voltou a ser o brasileiro melhor classificado nas motos. Ele completou a etapa na 51ª colocação. Richard Fliter (Honda CRFX 450) foi o 70ª.

O gaúcho Gregorio Caselani (Honda CRF 450 Rally) decidiu abandonar a prova antes da largada desta manhã. Caselani, que fez sua estreia no Dakar, vinha sofrendo com fortes dores devido a uma queda durante a 3ª etapa.

Classificação da 7ª etapa (extraoficial):

1 – Ricky Brabec (Honda CRF 450 Rally): 02:02:05
2 – Paulo Gonçalves (Honda CRF 450 Rally): + 00:01:44
3 – San Sunderland (KTM 450 Rally Replica): + 00:04:43
4 – Joan Barreda (Honda CRF 450 Rally): + 00:06:51
5 – Xavier De Soultrait (Yamaha WR 450 F): + 00:07:10

51 – Ricardo Martins (Yamaha WR 450 F): 00:38:52
72 – Richard Fliter (Honda CRFX 450): + 01:09:18

Classificação Geral após 7ª etapa (extraoficial):

1 – San Sunderland (KTM 450 Rally Replica): 17:28:53
2 – Pablo Quintanilla (Husqvarna FR 450 Rally): + 00:17:45
3 – Adrien Van Beveren (Yamaha WR 450 F): + 00:22:16
4 – Gerard Farres Guell (KTM 450 Rally Replica): + 00:28:36
5 – Matthias Walkner (KTM 450 Rally Replica): + 00:34:17

58 – Ricardo Martins (Yamaha WR 450 F): 05:40:27
62 – Richard Fliter (Honda CRFX 450): + 05:51:06

A 8ª etapa será disputada na terça-feira, dia 10/01. A largada de Uyuni na Bolívia e chegada em Salta, na Argentina. Ela é válida como a 2ª parte da Maratona. Motos, quadriciclos, carros, UTVs e percorrem o mesmo trajeto com um total de 892 km. O trecho cronometrado terá 492 km.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.