Porsche pode voltar à F1

Alain Prost - McLaren MP4/3 Tag Porsche

Alain Prost – McLaren MP4/3 Tag Porsche

Na semana passada, reportamos uma recente reunião sobre os novos motores da F1, assistida pela Aston Martin e Cosworth, e agora sabe-se de que os representantes da Porsche também estiveram presentes na reunião, de acordo com a revista alemã Auto Motor und Sport.

A Porsche não está envolvida na Formula 1 desde 1991, quando seu desastroso motor 3512 V12 que equipou a Footwork Arrows cometeu todos os crimes conhecidos pelos fabricantes de motores de corrida: era pesado, tinha pouca potência e era tão confiável como uma promessa de campanha eleitoral. Antes disso, a Porsche esteve envolvida na era anterior do Turbo da Formula 1 e produziu motores entre 1983 e 1988 ganhando múltiplos títulos com a McLaren, Lauda e Prost.

Naquele época os motores foram batizados de Tag Porsche. Antes disso, a Porsche não tinha se envolvido oficialmente desde 1962.

Há até rumores de que Ron Dennis possui um antigo 911 com um dos antigos motores Turbo V-6 da Porsche na parte de trás. Será?

A Auto Motor und Sport descreve o tédio da Porsche com seus atuais esforços no WEC, tendo conquistado três vitórias consecutivas em Le Mans e, em duas semanas, decidirá onde reorientar seu foco, seja continuando a dedicação no WEC, Formula 1, Formula E, ou talvez um combinação das três categorias.

Devido à falta de concorrência esperada no WEC até 2020, possivelmente o ano para a próxima geração de motores da Formula 1, a marca de Stuttgart pode sair de seu programa de corridas de resistência em favor do desafio maior, como bater a marca premium alemã rival Mercedes na F1 . Conquistar uma das melhores equipes da F1 (Red Bull?) em uma briga direta faria maravilhas para a publicidade da Porsche.

Como um passo intermediário em direção à F1, a Formula E está sendo considerada, pois manterá o conhecimento da Porsche sobre o papel da eletricidade no automobilismo atual, se seu programa no WEC for arquivado. Grande parte da tecnologia do 919 Hybrid é possível ser transferível para a próxima geração de motores de F1, então a Porsche ainda pode ter uma vantagem na competição em 2021.

AS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.