Porsche Cup – Baptista, Lunardi e Viscardi lutam pelo título na preliminar do GP do Brasil de F1

Ricardo Baptista em 2012

Ricardo Baptista

Um grid com os três pretendentes ao título largando nas três primeiras colocações. É com essa formação que será dada a largada para a prova 15 da Porsche Cup, que será disputada em Interlagos como preliminar do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1. Ricardo Baptista, líder do campeonato, conquistou a pole position com apenas 0s2 de vantagem sobre o vice-líder Clemente Lunardi. Fábio Viscardi, terceiro colocado e também com possibilidades de título, abre a segunda fila, ao lado de Roberto Posses.

O tempo da pole foi significativamente mais rápido que o estabelecido pelo próprio Baptista no treino livre de sexta-feira, disputado com forte calor e a pista bastante escorregadia devido ao óleo e detritos de borracha acumulados no asfalto. Neste sábado, o tempo esteve instável no autódromo paulistano: no fim da manhã, uma chuva repentina fez o início do treino classificatório da Fórmula 1 acontecer com asfalto molhado. Em seguida, os pilotos da Porsche Cup entraram na pista. O piso já estava seco, mas a possibilidade de chuva era real. “O treino teve muitas variáveis. Eu queria entrar logo na pista e virar um bom tempo o quanto antes. Deu certo e garanti a pole”, explicava Baptista.

Lunardi, segundo colocado, acredita que poderia ter conseguido um tempo mais baixo se tivesse aproveitado melhor o começo do treino. “Eu estava numa volta rápida quando começou a aparecer no painel um aviso de alta temperatura da água. Parei no box e o problema foi resolvido rapidamente, mas a volta ‘boa’ dos pneus já estava perdida. Se não fosse por isso, eu certamente teria virado mais rápido. Não sei se o suficiente para tirar a pole do Ricardo, mas certamente mais próximo do tempo dele”, comentava.

Fábio Viscardi destacou a melhora da pista e o bom acerto de seu Porsche como fundamentais para conquistar a terceira colocação no grid: “Estou contente por ter ficado bem perto do Ricardo e do Clemente, que são os dois a serem batidos”. Sua vantagem em relação ao quarto colocado, Roberto Posses, foi de apenas 2 milésimos de segundo. Marcelo Franco e Marcel Visconde preenchem a terceira fila. Charles Reed, sétimo, também estava contente: “Foi meu melhor treino de sempre”, comemorava o piloto. “Vou ficar muito feliz se conseguir subir ao pódio, coisa que já não acontece comigo há um bom tempo na Porsche Cup.”

A prova da Porsche Cup começará às 10h35. Será a última corrida antes da largada do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1. E a previsão do tempo indica grande possibilidade de chuva para todo o domingo em São Paulo. “Não é uma situação que me agrada porque a corrida vira uma loteria”, analisa Viscardi. Para Baptista, não há escolha: “É entrar no carro e fazer o melhor possível, na chuva ou no seco”. Lunardi, por sua vez, garante: “Correr com chuva não é algo que me incomoda”.

Grid de largada da prova 15 Porsche Cup:

1) 27-Ricardo Baptista, 1:38.992, média de 156,703 km/h
2) 7-Clemente Lunardi, 1:39.229
3) 81-Fábio Viscardi, 1:39.635
4) 52-Roberto Posses, 1:39.637
5) 70-Marcelo Franco, 1:39.701
6) 55-Marcel Visconde, 1:39.800
7) 36-Charles Reed, 1:39.819
8) 40-Maurizio Billi, 1:39.851
9) 89-Daniel Paludo, 1:39.959
10) 75-Henrique Assunção, 1:40.026
11) 53-Ronaldo Kastropil, 1:40.065
12) 13-Pedro Queirolo, 1:40.158
13) 63-Sérgio Ribas, 1:40.226
14) 51-Otávio Mesquita, 1:40.232
15) 99-Tom Valle, 1:40.390
16) 18-Zeca Feffer, 1:40.523
17) 11-Omilton Visconde Júnior, 1:41.133
18) 10-Adalberto Baptista, 1:41.290
19) 8-Cristiano Piquet, 1:41.419
Sylvio e Schneider formam primeira fila da Challenge na prova inicial do domingo em Interlagos

Líder e vice-líder do campeonato da Porsche Challenge dividirão a primeira fila do grid na corrida que abrirá, às 9h30, o domingo do GP Brasil de Fórmula 1 em Interlagos. Sylvio de Barros, que pode se tornar bicampeão nesta oitava etapa, e Daniel Schneider, que já venceu em 2012 no autódromo paulistano, prometem travar uma bela disputa desde a primeira curva. Mas outros pilotos podem se intrometer e tornar a prova ainda melhor.

No treino classificatório da Challenge, realizado neste sábado apenas 1h25 depois do término da tomada de tempos da Fórmula 1, Sylvio de Barros fez uma volta voadora que lhe deu a pole position. O piloto afirmou ter preferido a pista como estava hoje: mais aderente, apesar da garoa. “Na verdade, ontem a pista estava muito ruim. Para mim hoje foi como se estivesse totalmente seca”, disse. Com uma vitória, Sylvio será bicampeão. “Agora já dá para pensar em vencer. Sair na pole é um primeiro grande passo para amanhã.”

Sylvio ainda valorizou o fato de o Porsche GT3 Cup Challenge Brasil fazer parte da programação do GP brasileiro: “Correr aqui é uma emoção especial. Desde que me conheço por gente gosto de Fórmula 1. Estou superansioso. Será difícil dormir hoje”.

Segundo colocado no grid e no campeonato, Daniel Schneider pretende dar trabalho a Sylvio, ultrapassá-lo e impedir que ele seja campeão antecipadamente. “O importante é largar ao lado dele na primeira fila. Tenho quase meia hora para achar uma brecha e ultrapassá-lo. Não passa pela minha cabeça terminar em segundo. Hoje ele foi rápido, o que não quer dizer que ele será rápido amanhã. Tenho um bom ritmo de corrida. Não será fácil para ele. Mesmo em primeiro, ele terá de olhar muito para trás”, afirmou o piloto, que disse ser indiferente para ele chover ou não.

Gilberto Farah, que ficou apenas 0s046 atrás de Schneider, também afirmou não ter sido afetado pela garoa. “Não a senti. Guiei como se estivesse no seco. Graças a Deus deu certo”, declarou o quarto colocado no campeonato, que, assim como Gui Affonso, terceiro, também ainda tem chances matemáticas de título.

Desta vez, o treino classificatório não foi dividido em duas fases. Foram 35 minutos de tempo corrido, e os pilotos não puderam trocar pneus ao longo dele. Também se destacaram Eduardo Azevedo, vencedor desta etapa em 2011, Johnny Freire e Edu Guedes. O estreante Carlo Collet, tradicionalmente piloto de quadriciclos em ralis, foi bem e conquistou a 15ª posição de largada, prevista para as 9h30 deste domingo.

Grid da Porsche Challenge em Interlagos:

1) 1-Sylvio de Barros, 1:41.488, média de 152,849 km/h
2) 77-Daniel Schneider, 1:42.100
3) 81-Gilberto Farah, 1:42.146
4) 88-Eduardo Azevedo, 1:42.278
5) 11-Johnny Freire, 1:42.369
6) 9-Edu Guedes, 1:42.606
7) 4-Gui Affonso, 1:42.658
8) 19-Franco Giaffone, 1:42.678
9) 63-Fábio Alves, 1:42.699
10) 25-Guilherme Ribas, 1:42.802
11) 10-Carlos Silveira, 1:43.342
12) 17-Marcelo Stallone, 1:43.509
13) 16-Ludovico Pezzangora, 1:43.691
14) 18-Carlos Ambrósio, 1:43.820
15) 23-Carlo Collet, 1:44.075
16) 69-Esio Vichiese, 1:44.102
17) 66-Bruno Henriques, 1:44.562
18) 31-Marcello Sant’Anna, 1:44.573
19) 55-Caê Coelho, 1:45.056
20) 57-Jorge Borelli, 1:45.569

Domingo, 25 de novembro de 2012
09:30 – 10:05 Porsche Challenge, prova 10 (25 minutos mais uma volta)
10:35 – 11:10 Porsche Cup, prova 15 (25 minutos mais uma volta)
13:30 Formação do Grid de Largada F1
14:00 41º Grande Prêmio do Brasil, 71 voltas

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.