Pilotos e equipes da F1 2016

Pilotos da Formula 1 2016

Pilotos da Formula 1 2016

Equipe – Motor

Mercedes GP – Mercedes

Presidente não executivo: Niki Lauda
Diretor Executivo: Toto Wolff
Diretor Técnico: Paddy Lowe
Diretor de Motores: Andy Cowell

Pilotos principais
Lewis Hamilton (44*)
Nico Rosberg (6)

Piloto(s) de testes e/ou reserva
A ser confirmado

 

Ferrari – Ferrari

Chefe de Equipe: Maurizio Arrivabene
Diretor Técnico: James Allison

Pilotos principais
Sebastian Vettel (5)
Kimi Raikkonen (7)

Piloto(s) de testes e/ou reserva

A ser confirmado

 

Williams – Mercedes

Chefe de Equipe: Frank Williams
Vice chefe de equipe: Claire Williams
Diretor Técnico: Pat Symonds
Engenharia de performance: Rob Smedley

Pilotos principais

Felipe Massa (19)
Valtteri Bottas (77)

Piloto(s) de testes e/ou reserva
A ser confirmado


Red Bull – Renault

Chefe de Equipe: Christian Horner
Diretor Técnico: Adrian Newey

Pilotos principais
Daniel Ricciardo (3)
Daniil Kvyat (26) originalmente, mas foi trocado por Max Verstappen (33) da Toro Rosso após o GP da Rússia.

Piloto(s) de testes e/ou reserva
Alfonso Celis

 

Force India – Mercedes

Chefe de Equipe: Vijay Mallya
Diretor Técnico: Andrew Green

Pilotos principais
Sergio Perez (11)
Nico Hulkenberg (27)

Piloto(s) de testes e/ou reserva
A ser confirmado

 

Renault – Renault

Diretor Técnico: Bob Bell
Diretor Técnico de motor: Rémi Taffin
Diretor Técnico de chassi: Nick Chester

Pilotos principais
Jolyon Palmer (30)
Kevin Magnussen (20)

Piloto(s) de testes e/ou reserva
Esteban Ocon

 

Toro Rosso – Ferrari

Chefe de Equipe: Franz Tost
Diretor Técnico: James Key

Pilotos principais

Carlos Sainz Jr (55)
Max Verstappen (33) originalmente, mas foi trocado por Daniil Kvyat (26) da Red Bull após o GP da Rússia.

Piloto(s) de testes e/ou reserva

A ser confirmado

 

Sauber – Ferrari

Chefe de Equipe: Monisha Kaltenborn
Diretor Técnico: Mark Smith

Pilotos principais
Marcus Ericsson (9)
Felipe Nasr (12)

Piloto(s) de testes e/ou reserva
A ser confirmado

 

McLaren – Honda

Diretor de Corrida: Eric Boullier
Diretor Técnico: Tim Goss
Engenheiro chefe: Peter Prodromou

Pilotos principais
Fernando Alonso (14)
Jenson Button (22)

Piloto(s) de testes e/ou reserva
Stoffel Vandoorme
Olivier Turvey

 

Manor – Mercedes

Chefe de equipe: Dave Ryan
Chefe Técnico: John McQuilliam

Pilotos principais
Pascal Wehrlein
Rio Haryanto

Piloto(s) de testes e/ou reserva
A ser confirmado

 

Haas – Ferrari

Chefe de equipe: Guenther Steiner

Pilotos principais
Romain Grosjean (8)
Esteban Gutierrez 21)

Piloto(s) de testes e/ou reserva
A ser confirmado

 

Nota: O número entre parenteses ao lado de cada piloto é o número que ele escolheu para ser seu. Lewis Hamilton, por ser o atual campeão mundial, poderia usar o número 1, mas preferiu continuar com o 44.

Curiosidade: O número 13 – usado por Maldonado em 2015 – não era usado na Formula 1 desde que o piloto mexicano Moises Solana o usou em 1963 de BRM no circuito da cidade do México e a britânica Divina Galica em 1976 de Surtees-Ford em Brands Hatch.  Contando Maldonado – que perdeu seu lugar este ano para Magnussen -, esses foram os três únicos pilotos a usarem o número 13 na Formula 1. Solana chegou em 11º lugar e Galica sequer conseguiu posição no grid.

www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que contenham ofensas não serão aprovados pelo moderador.