Piloto da Semana: MotoGP – Etapa de San Marino – 14/09/2016

Dani Pedrosa

Dani Pedrosa

Nome: Daniel “Dani” Pedrosa Ramal. Nascimento: 29 de setembro de 1985, em Sabadell (Espanha). Equipe: Repsol Honda Team (MotoGP). Títulos: Três vezes campeão do Mundial de Motovelocidade, categorias 125cc (2003) e 250cc (2004 e 2005).

Dani Pedrosa encerrou um jejum de 11 meses sem vitórias na MotoGP neste domingo em San Marino. O espanhol da Honda se tornou também o oitavo vencedor em 13 etapas já disputadas em 2016.

Oitavo no grid, Pedrosa se aproveitou de seu pneu frontal macio e atacou do início ao fim. Ganhou a quinta posição de Maverick Viñales (Suzuki) na sexta volta e a quarta de Andrea Dovizioso (Ducati) na sétima. O companheiro de equipe Marc Márquez ficou para trás na 14ª volta.

Pedrosa ganhou a segunda posição de Jorge Lorenzo na 17ª das 28 voltas. Faltava apenas o outro piloto da Yamaha, Valentino Rossi, a quem superou a sete voltas do final na curva 4. A partir de então, foi só levar até a bandeira quadriculada.

Rossi tomou a liderança de Lorenzo na segunda volta, e a segunda posição o deixou a 43 pontos do líder do campeonato, Márquez. A Honda não teve ritmo para acompanhar os três primeiros e cruzou em quarto, atrás do pole Lorenzo.

No duelo pelo quinto lugar, vantagem para Viñales. A Suzuki chegou a andar em terceiro no início, até ser superada pelas Hondas. Dovizioso ficou logo atrás em sexto.

“Eu apenas tentei me concentrar no meu ritmo. Eu não tinha muitas opções no início, mas uma vez que eu estava em quarto eu adquiri ritmo e não estava realmente perdendo ou recuperando. Eu sabia que poderia fazer uma boa corrida, mas pouco a pouco, eu pude ver que eu poderia começar a chegar. Eu não pensava sobre a vitória até 10 voltas para o final… eu não estava pensando na vitória, mas então eu percebi que eu poderia pegar Valentino. Depois que eu alcancei o meu ritmo contra Marc e Jorge, eu sabia que poderia chegar no Valentino, eu tinha que passar”, afirmou Pedrosa.

“Eu estava preocupado no início da corrida, porque eu nunca tinha usado este pneu nas condições de calor – apenas pela manhã. Mas o meu sentimento era bom. No grid eu estava um pouco nervoso sabendo que era o único de nós com essa escolha de pneus, mas uma vez que larguei, eu sabia que era o melhor para mim. Tem sido difícil e é ótimo dar aos meus fãs, equipe, família e amigos algo de volta pelo seu apoio. Eu não desfrutei de algumas corridas recentemente, mas nesta isso realmente aconteceu. Precisamos manter o foco para a próxima corrida – vimos que cada uma pode ser diferente. Precisamos manter nossos pés no chão!”, completou o espanhol.

Dani Pedrosa estreou no Mundial de Motovelocidade em 2001, nas 125cc, sendo campeão desta categoria em 2003. Nos dois anos seguintes, obteve os títulos das 250cc, o que o credenciou a estrear na MotoGP em 2006, já pela equipe de fábrica da Honda. Nunca foi campeão, mas foi vice nas temporadas 2007, 2010 e 2012. Na categoria principal, obteve 28 vitórias em 11 temporadas (51 contando as três categorias), sendo que a última de forma acachapante em Misano. Por isso, ele é o Piloto da Semana do Autoracing!

Dani Pedrosa (MotoGP) obteve a vitória entre os internautas com 35% dos votos. Matheus Leist (F-3 Inglesa) ficou na segunda posição com 25% dos votos.

Texto: Eduardo Behling – www.autoracing.com.br

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.