Piloto da Semana: GP do México – 05/11/2015

Nico Rosberg

Nome: Nico Erik Rosberg. Nascimento: 27 de junho de 1985, em Wiesbaden, Alemanha. Equipe: Mercedes GP (Fórmula 1). Títulos: Campeão da Fórmula BMW Alemã (2002); Campeão da GP2 (2005).

Nico Rosberg conquistou sua primeira vitória na Fórmula 1 desde junho, batendo confortavelmente seu companheiro de equipe na Mercedes, Lewis Hamilton, no retorno do GP do México ao calendário após 23 anos de ausência.

O alemão suportou a pressão de Hamilton na largada e ditou o ritmo da prova a partir daí; nem mesmo um período de safety car que anulou sua vantagem no final o impediu de obter sua quarta vitória da temporada e a 12º de sua carreira.

O tricampeão mundial cruzou a linha de chegada em segundo, seu 15º pódio em 17 etapas desta temporada, e Valtteri Bottas garantiu o último degrau.

O domínio da Mercedes foi tamanho que os dois pilotos conseguiram fazer uma segunda parada antes da entrada do safety car e ainda voltaram na frente.

Hamilton questionou a decisão da equipe de chamá-lo para os boxes, pois sentiu que seus pneus estavam em boa forma. No entanto, a Mercedes insistiu que outro pit-stop era necessário por razões de segurança, e ele eventualmente obedeceu.

Com o resultado, Rosberg retoma o segundo lugar no campeonato de pilotos, já que Sebastian Vettel abandonou depois de uma batida. Vettel largou em terceiro, mas colidiu com Daniel Ricciardo na primeira curva e teve um pneu furado.

Nico Rosberg começou sua carreira no kart em 1996, aos 10 anos de idade. Anos depois, atuou ao lado daquele que hoje é o seu maior rival na Fórmula 1: Lewis Hamilton. Já nos monopostos, foi campeão da F-BMW Alemã em 2002, atuou de Fórmula 3 entre 2003 e 2004, e foi o primeiro campeão da história da GP2 em 2005.

A estreia na F1 foi no ano seguinte, pela Williams, na qual fez a volta mais rápida em sua primeira corrida, no Bahrain. Com as limitações de equipamento, não conseguiu mais do que pódios ocasionais até 2009, dois em 2008. Foi respectivamente 17º, 9º, 13º e 7º nos campeonatos.

Em 2010 foi para a nova equipe Mercedes, ao lado da lenda Michael Schumacher, que retornava depois de três anos parado. Sempre foi mais rápido do que o compatriota e obteve a primeira pole position e vitória dele e da equipe em 2012, no GP da China.  No ano seguinte, passou a ter Hamilton como companheiro, vencendo dois GPs e obtendo três poles. Até então, foram mais dois sétimos e um nono lugar nos campeonatos.

Desde 2014 a Mercedes é dominante e a briga pelas vitórias e pelo título é interna. No ano passado, o alemão faturou cinco provas (Austrália, Mônaco, Áustria, Alemanha e Brasil) e 11 poles, ficando com o vice-campeonato após disputa ferrenha com Hamilton até a última etapa. Neste ano o desempenho está sendo um pouco mais tímido, pois o título foi definido em favor do inglês com três corridas de antecedência. Mesmo assim, Rosberg tem quatro vitórias (Espanha, Mônaco, Áustria e México) e cinco poles, quatro seguidas. Por isso, ele é o Piloto da Semana do Autoracing.

Nico Rosberg (F1) obteve a vitória entre os internautas com 35% dos votos. Valtteri Bottas (F1) ficou na segunda posição com 29% dos votos.

Texto: Eduardo Behling e Leandro Schmidt

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.