Piloto da Semana: GP da Inglaterra – 13/07/2016

Max Verstappen

Max Verstappen

Nome: Max Emilian Verstappen. Nascimento: 30 de setembro de 1997, em Hasselt, Bélgica. Equipe: Red Bull-TAG Heuer (Fórmula 1).

Lewis Hamilton conquistou uma vitória confortável no GP da Inglaterra deste domingo, marcado pela chuva, enquanto seu companheiro de equipe Nico Rosberg foi punido por uma violação das regras de rádio.

O atual campeão mundial, que garantiu seu terceiro triunfo consecutivo em Silverstone, cruzou a linha 6.9s à frente de Rosberg, com Max Verstappen (Red Bull) obtendo seu segundo pódio consecutivo em terceiro (que virou segundo) depois de ficar entre a dupla da Mercedes durante grande parte da prova.

Verstappen quase retomou a segunda posição quando Rosberg enfrentou problemas na caixa de câmbio nos estágios finais. O alemão recebeu instruções da equipe, mensagens que foram investigadas pelos comissários, que avaliaram que a Mercedes violou as restrições de rádio.

A corrida começou com seis voltas atrás do safety car após uma forte chuva que parou antes do início do evento.

Vários pilotos, liderados por Kimi Raikkonen em quinto, entraram imediatamente nos pits para colocar pneus intermediários quando o safety car saiu, mas Hamilton, Rosberg e Verstappen decidiram continuar na pista.

Acabou sendo uma decisão inteligente, já que o safety car virtual foi acionado quando Pascal Wehrlein (Manor) escapou e ficou preso na caixa de brita, permitindo que os três primeiros parassem e retornassem com uma vantagem considerável sobre os demais.

Verstappen teve um rendimento melhor do que Rosberg no asfalto secando, contornando a Becketts mais rapidamente, ultrapassando a Mercedes por fora no complexo de alta velocidade e abrindo vantagem.

Sebastian Vettel (Ferrari) deu início às trocas para os pneus slick logo em seguida, com os três primeiros se mantendo na mesma ordem depois de seus pit-stops.

Hamilton e Verstappen foram surpreendidos por uma poça na Abbey, indo para a área de escape e permitindo que os três primeiros ficassem separados por menos de cinco segundos logo após a metade da distância.

Com o circuito cada vez mais seco, Rosberg foi ficando mais veloz do que Verstappen; ele reclamou que o piloto da Red Bull se movimentou muitas vezes para se defender, mas eventualmente tomou o segundo lugar com uma ultrapassagem por fora na Stowe. Mas o resultado final acabou alterado quatro horas mais tarde pelos comissários: Verstappen segundo.

Um talento precoce. Assim é Max Verstappen, que após uma carreira bem-sucedida no kart, iniciada aos quatro anos de idade, estreou nos monopostos aos 16, no final de 2013. Disputou a temporada completa da Fórmula 3 Europeia em 2014, terminando o campeonato em terceiro lugar pela Van Amersfoot Racing. Logo de cara passou a fazer parte do programa de pilotos da Red Bull.

Sua estreia na F1 foi em 2015, pela “satélite” Toro Rosso. Seus melhores resultados foram dois quartos lugares, nos GPs da Hungria e dos Estados Unidos, terminando o ano na 12ª posição com 49 pontos. Neste ano, nas quatro primeiras etapas pela Toro Rosso, marcou 13 pontos, sendo sexto colocado no Bahrain.

Suas atuações chamaram a atenção de grandes equipes, como Mercedes e Ferrari, que passaram a cogitar sua contratação para 2017. Mas a Red Bull foi mais rápida ao efetivá-lo no lugar de Daniil Kvyat já para o GP da Espanha, e sua estreia na equipe principal foi bombástica, com vitória. Seu bom desempenho se manteve, com dois pódios nas duas últimas corridas, na Áustria e na Inglaterra. O que virá a seguir para o Piloto da Semana do Autoracing?

Max Verstappen (F1) obteve a vitória entre os internautas com 41% dos votos. Lewis Hamilton (F1) ficou na segunda posição com 34% dos votos.

Texto: Eduardo Behling e Leandro Schmidt

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.