Newgarden: F1 despreza pilotos dos EUA

Josef Newgarden

Josef Newgarden, bicampeão da Fórmula Indy, pensa que o mundo da Fórmula 1 “minimiza” o cenário de corridas da América. O piloto de 29 anos do Tennessee, que ganhou os títulos da F-Indy em 2017 e 2019, teve uma campanha fracassada na GP3 em 2010 e depois disso começou sua ascensão rumo às fileiras da Indy.

Newgarden admitiu ao jornal New York Times que sempre teve a intenção de tentar chegar à Fórmula 1. “Sim, definitivamente. Quando eu tinha 17 anos, fui para a Europa. Eu queria ficar lá e tentar chegar à Fórmula 1”, disse ele. “Eu me saí muito bem, mas fiquei sem dinheiro depois do meu segundo ano”.

Ele admite que ainda sonha com a F1, mas acha que a atitude dos que estão no auge do automobilismo é o problema. “Eu gostaria de fazer isso”, declarou Newgarden. “Mas hoje em dia, é um pouco difícil para qualquer americano. Há uma bolha de Fórmula 1 na Europa”.

“Vou ser honesto, eles olham pouco para os americanos, de cima para baixo por lá. É realmente uma tolice. Há talentos americanos que, se tiverem no lugar certo na hora certa, podem ganhar campeonatos, sem problemas”, prosseguiu.

E no final do dia, ele disse que a F-Indy é uma série muito mais competitiva do que a F1. “A F1 é muito glamurosa, mas se você não está em uma Ferrari ou Mercedes, mais vale não aparecer. Não há nenhuma chance de você ganhar a corrida. Isso é desmoralizante”, concluiu ele.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.