MotoGP – Lorenzo assina contrato com a Honda

Jorge Lorenzo e Marc Marquez

O piloto da Ducati, Jorge Lorenzo, chegou a um acordo para se juntar ao campeão mundial de MotoGP Marc Marquez na Honda no próximo ano, revelou o site Autosport.

A montadora japonesa está pronta para anunciar um contrato de dois anos com Lorenzo em breve, tendo confirmado na terça-feira que não manteria o veterano Dani Pedrosa.

Espera-se que o acordo, avaliado em 4 milhões de euros por ano, tenha sido feito há vários dias – antes da primeira vitória de Lorenzo para a Ducati em Mugello.

Lorenzo, que venceu três títulos de MotoGP com a Yamaha, mas enfrentou dificuldades durante seu tempo na Ducati, dominou o GP da Itália no domingo passado, mas admitiu que a vitória chegou “tarde demais” para evitar que a parceria se dissolva no final de 2018.

Tendo assinado novamente o contrato com o atual campeão e líder de pontos, Marquez, a Honda negociou com vários pilotos para o segundo assento na equipe de fábrica.

Mas como Johann Zarco escolheu a KTM em vez da Honda, Andrea Dovizioso assinou uma extensão na Ducati e uma opção na Moto2 de Joan Mir foi autorizada, abrindo o caminho para ele se juntar à Suzuki, Pedrosa parecia cada vez mais apto a permanecer, somente para a Honda decidir sobre Lorenzo em vez disso.

Antes de se tornar o principal alvo da Honda, Lorenzo estava muito perto de finalizar um acordo para pilotar uma Yamaha satélite em 2019.

Embora o espanhol tenha sido atraído e nenhuma equipe atual do grid tenha oficialmente um contrato com a Yamaha satélite firmado para 2019, entende-se que o projeto – supostamente apoiado pela Petronas e pela Monster – ainda pode ser concretizado, com Franco Morbidelli, da Marc VDS Honda, como um dos pilotos.

IB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.