MotoGP – Comentários de sábado – Aragón 2018

Marc Marquez

Jorge Lorenzo (Ducati), P1: Dos três [da primeira fila], acho que sou o que menos tenho a perder, especialmente depois do meu erro em Misano, o acidente. Obviamente vou tentar lutar pelo segundo lugar [na classificação], mas depois do acidente, fica muito complicado tirar 24 pontos de Dovi. Então acho que Dovi tem essa pressão de não cometer erros amanhã, Marc tem a pressão do campeonato. Então, vou tentar lutar pela vitória. Estou muito feliz. Não foi simples, porque foi muito próximo, não como em Misano, porque os tempos eram muito iguais, e tendo tantos pilotos na frente à espera de algum [vácuo] foi difícil permanecer concentrado e empurrar na última volta. Mas, felizmente, esse grupo que tinha na minha frente realmente acelera, então eu tinha um caminho livre, eu poderia tentar melhorar um pouco o tempo de antes e por um pouquinho eu consegui esse pole.

Marc Márquez (Honda), P3: Hoje consegui lutar pele pole e, na verdade, os tempos de volta são muito próximos. Aqui, o vácuo conta muito e em certo ponto todos estavam esperando por um; dado que eu estava no topo após a primeira tentativa, eu também esperei antes de empurrar para a tentativa final. Na minha última volta, eu estava indo muito rápido atrás de Dovi, mas cometi alguns erros, um em particular na curva 12. Perdi um pouco a linha e perdi minhas chances lá. De qualquer forma, um começo na primeira fila foi nosso objetivo e fomos capazes de conseguir isso. Parece que é novamente entre eu e as Ducatis, como aconteceu nas corridas recentes, então amanhã veremos como será. Na TL4 sofri uma queda porque freiei um pouco tarde demais, mas até então nosso ritmo era competitivo em um pneu usado, o que é bom. Isso também foi um bom aviso porque encontrei o limite naquela curva. Será uma corrida longa, mas estamos lá; eu também me senti à vontade na minha moto nas outras sessões, então amanhã, se possível, vamos lutar até o final.

Valentino Rossi (Yamaha), P18: Já era um dia difícil a partir desta manhã. Às vezes, quando você tem um problema e tenta melhorar, piora a situação. Infelizmente também caí no TL3, mas especialmente a tarde foi difícil. Não tivemos ritmo suficiente, eu estava bem devagar. Depois disso, no Q1, tivemos uma certa confusão e perdemos muito tempo. Foi difícil dar uma volta rápida, mas também estar no ritmo. Parece que tudo o que pudemos fazer dentro dos boxes não mudou muito a nossa situação, mais ou menos o nosso problema permanece o mesmo. Amanhã vamos tentar outra coisa e vamos ver.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer a corrida da StockCar no Velo Città no próximo domingo!

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.