MotoGP – Comentários de domingo – Brno 2018

Jorge Lorenzo

Andrea Dovizioso (Ducati), P1: Que fim de semana! Eu esperava ser rápido, mas não assim. Pole e, em seguida, uma corrida realmente perfeita, porque todo mundo estava lutando com o pneu traseiro e pilotava muito bem, mas eu não achava que seria perfeito. Jorge estava lá e Marc estava lá, mas eu tinha a sensação de que eles estavam em um limite diferente de mim, então minha estratégia funcionou e eu não desisti, e isso foi uma jogada perfeita. Estou muito feliz pela equipe e por todas as pessoas da Ducati porque sei quantas horas estão trabalhando.

Jorge Lorenzo (Ducati), P2: Desta vez eu precisava mudar a estratégia, quase como uma obrigação, porque especialmente eu tive alguns problemas para terminar a corrida com o pneu da frente do lado direito. Eu precisava andar um pouco diferente no começo e, aproveitando uma largada nada boa, decidi ficar em terceiro, quarto por um tempo, economizar energia, economizar pneus. Isso foi novo para mim, muito novo, mas desta vez compensou essa nova estratégia, porque eu tinha uma velocidade muito boa e fui muito competitivo, especialmente na frenagem, comparado a Marc e Dovi. Infelizmente eu perdi um pouco na aceleração, então isso me fez frear um pouco longe deles. Eu estava pegando eles, mas talvez muito longe, isso me faz correr algum risco em algumas chicanes para tentar ultrapassar Andrea – normalmente eu tentaria em uma zona de frenagem normal. Foi uma grande batalha para entre os três, provavelmente cheguei tarde demais na primeira posição, uma volta a mais era suficiente, quando superei Marc para tentar a última jogada contra Andrea, porque consegui uma velocidade final muito boa.

Marc Marquez (Honda) P3: O bom é que o Valentino ficou atrás, por isso o meu principal objetivo era tentar aumentar a vantagem no campeonato. Nós sabíamos, Andrea e Jorge ganharam alguns pontos, mas eles ainda estão 68 pontos atrás de mim. Então, estamos a caminho. Estou feliz porque este é um circuito que eu normalmente luto um pouco a cada ano, e terminamos tão perto da vitória. Então, isso é o mais importante. Estamos liderando o campeonato por 49 pontos, 68 para o Dovi, e o objetivo é este. Se me sinto forte (aqui) haverá circuitos em que serei muito forte.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP da Áustria da MotoGP!

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.