Mercedes-Benz Challenge – Raijan Mascarello conquista primeira vitória

Raijan Mascarello

Raijan Mascarello

Foi um fim de corrida de tirar o fôlego. A quinta etapa do Mercedes-Benz Challenge, disputada neste domingo (10) no Autódromo Ayrton Senna, em Londrina (PR), foi marcada por intensas disputas pela liderança e terminou com os três primeiros colocados na categoria CLA AMG Cup separados por 0s243. Sob sol forte e temperatura na faixa dos 30oC, os pilotos enfrentaram um novo desafio no seletivo circuito de Londrina, que fez sua estreia no campeonato.

Líder desde a primeira curva, o paranaense Raijan Mascarello parecia caminhar para uma vitória tranquila, mas depois do pit stop obrigatório viu crescer em seu retrovisor os carros de Fernando Jr. e Betão Fonseca. “Foi uma disputa muito dura porque no final, por causa do calor, perdi eficiência nos freios”, avaliou o vencedor. Além disso, Raijan cruzou a linha de chegada perdendo pressão no pneu dianteiro direito, e caso a prova tivesse tido mais uma volta teria sido muito difícil segurar os dois líderes do campeonato. Depois de um sufoco que durou quase dez minutos, ele pôde, enfim, comemorar sua primeira vitória na categoria já em seu ano de estreia na competição.

“Nosso carro veio rápido desde o início da temporada. Faltava encaixar o resultado. Em todas as corridas anteriores tive pequenos problemas, mas hoje foi tudo perfeito. Nas últimas três voltas ainda tive uma dificuldade com o freio, que começou a endurecer e tornou difícil a tarefa de segurar o carro. Só tenho a agradecer à minha equipe pelo excelente trabalho”, disse Mascarello.

Conforme revelou após a prova, o pole position Betão Fonseca foi cauteloso no momento da bandeira verde. Ao perceber que Mascarello e gaúcho Roger Sandoval haviam largado melhor, ele não dificultou a disputa da primeira curva e deixou para lutar por posições durante no decorrer da prova. E o resultado foi uma disputa emocionante pela vitória que só foi decidida na última volta.

“Não quis jogar tudo fora na primeira curva. O Sandoval largou muito bem, estava do meu lado esquerdo, que era o meu local de apoio. E o Raijan largou bem também. Então eu tive que tirar o pé, deixar os dois brigarem e esperar a corrida. Estávamos seis, quatro décimos mais rápidos por volta, e consegui chegar no final. Minha equipe fez um excelente trabalho”, disse Fonseca.

Quinto colocado no grid, Fernando Jr. renasceu na prova após o pit stop obrigatório. Ele deixou a área de box muito próximo do líder, e iniciou uma perseguição que duraria até a bandeirada final. “A largada foi um pouco complicada. Tomei alguns toques e quase rodei, mas a corrida foi boa e minha equipe, na parada de box, foi excelente. Conseguimos até ganhar uma posição na volta para a pista”, explicou o líder do campeonato. “O Betão ficou no meu encalço durante boa parte da prova. Ele fez uma baita corrida, me passou na última volta e mereceu o segundo lugar. Achei até que ele fosse vencer hoje, porque notamos que o carro do Raijan estava perdendo rendimento. Como ele terminou com um pneu furado, talvez não resistisse mais uma ou duas voltas”, acrescentou Fernando Jr.

Simão vence e amplia liderança – a etapa de Londrina também foi positiva para o catarinense Claudio Simão. Depois de liderar os treinos de sexta-feira, ele fez uma prova memorável neste domingo e conquistou a vitória tanto na divisão geral da C 250 Cup quanto na categoria Master.

“Foi um fim de semana perfeito. Trabalhamos bem na sexta, mas tivemos um pequeno problema na tomada de tempos, que me tirou da disputa pela pole. Cada vitória, pelo trabalho que a gente faz, é emocionante. E esse momento é muito gratificante. Além da minha dedicação pessoal, há todo o trabalho da equipe. Fico muito feliz por poder retribuir o empenho deles com uma vitória. O que eu quero é trazer um título para esta equipe maravilhosa”, comentou Simão.

O pole position João Lemos revelou após o pódio que fez uma corrida estratégica, com o objetivo de chegar no pódio. “Não tive na corrida o mesmo ritmo da classificação, e como cheguei a dar uma escapada da pista, precisei cuidar ainda mais do carro. O Simão é um piloto muito experiente e eu não quis arriscar. Preferi ficar na pista, o que para mim foi muito bom pensando no campeonato”, encerrou o piloto português.

O próximo desafio do Mercedes-Benz Challenge será no dia 22 de outubro, em Tarumã (RS). Veja como terminou a prova deste domingo no Paraná. 

CLA AMG Cup

1) Raijan Mascarello (Mottin Racing)
2) Betão Fonseca (Center Bus Sambaiba Racing)
3) Fernando Júnior (WCR)
4) Luiz Carlos Ribeiro (Ourocar Racing)
5) Pierre Ventura (Cordova Motorsports)
6) Roger Sandoval (Mottin Racing)
7) Lorenzo Varassin (Cordova Motorsports)
8) Fernando Poeta (Mottin/Sul Racing)
9) Paulo Varassin (Cordova Motorsports)
10) Fernando Amorim (Mottin/Sul Racing)
11) Fabio Escorpioni (Hot Car Competições)
12) Renato Braga (Rsports Racing)
13) Danilo Pinto (Cordova Motorsports)
14) Adriano Rabelo (Cordova Motorsports)
15) José Vitte (WCR)

C250

1) Claudio Simão (Center Bus Sambaiba Racing)
2) João Lemos (PGL Racing)
3) André Moraes Jr. (PGL Racing)
4) Alexandre Navarro (Rsports Racing)
5) Cello Nunes (Rsports Racing)
6) Flavio Andrade (Hot Car Competições)
7) Marcos Paioli/Peter Gottschalk (Paioli Racing)
8) Beto Rossi (Paioli Racing)
9) Carlos Machado (Center Bus Sambaiba Racing)
10) Raphael Teixeira/Rodrigo Cruvinel (Brandão Motorsport)
11) Ciro Lobo/Fabio Peterson (Center Bus Sambaiba Racing)
12) Carlos Alberto Guilherme/Sergio Kuba (Center Bus Sambaiba Racing)
13) Peter Michael Gottschalk (Paioli Racing)
14) Luiz Barcellos (Center Bus Sambaiba Racing)

Os primeiros colocados no campeonato são:

CLA AMG Cup

1) Fernando Júnior, 91 pontos

2) Betão Fonseca, 61

3) Roger Sandoval, 55

4) José Vitte, 51

5) Lorenzo Varassin, 48

C 250 Cup

1) Claudio Simão, 81 pontos

2) André Moraes Jr., 68

3) R. Teixeira/R. Cruvinel, 66

4) Flavio Andrade, 59

5) João Lemos, 52

EB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que contenham ofensas não serão aprovados pelo moderador.