Melou… Por Fernanda de Lima

luiz-razia-650

Luiz Razia

 

“Razia perde vaga na Marussia para Bianchi”. Pensei imediatamente num palavrão.

Eu sei que a Fórmula 1 se renova a cada ano e tal, novidade é o que não falta a cada temporada, mas amadorismo??? Como que um piloto é contratado há um mês, realiza testes de pré-temporada e é dispensado? Por essa eu não esperava (ou esperava?).

Lá no auge dos boatos que colocavam Luiz Razia e Bruno Senna entre os pilotos concorrentes a uma vaga no grid de 2013, achei que fosse muito cedo para o baiano ser tomado pelo circo da F1. Se fosse para ter outro piloto brasileiro esse ano, eu claramente teria optado por Senna ao lado de Massa. Deixa eu explicar: a saída de Bruno da categoria, ao meu ver, traria muito mais estragos para ele do que a não entrada de Razia nessa temporada. Pensava eu, que Razia poderia esperar mais um ano e conseguir algo além de Caterham e Marussia.

Mas Bruno acabou ficando de fora e o vice-campeão da GP2 foi anunciado. Ainda que na base do “pagou, levou”, é claro que passei a torcer por um futuro, na medida do possível, do piloto brasileiro. No final das contas, correr ao lado de outro estreante não seria um péssimo negócio.

Só que o destino é meio traiçoeiro. Da mesma forma que a grana colocou Razia dentro do mundo da Fórmula 1, ela o tirou de lá. Porém, a sangue frio, era exatamente o que se esperar da categoria mais cara do automobilismo e, obviamente, da Marussia.

A equipe por pouco não fechou as portas por falta de dinheiro. Timo Glock ainda foi “solidário” (ou muito esperto) ao abdicar de sua posição para salvar alguns empregos e dar lugar aos pilotos pagantes. A grana de Max Chilton (o insuportável) entrou, já a de Razia… pela metade. Metade não foi suficiente para mantê-lo no cockpit da equipe russa, que opera exclusiva e inevitavelmente sob princípios financeiros. O desafio agora está nas mãos do francês Jules Bianchi.

Não vejo muito futuro para a Marussia, mesmo assim, de cabeça quente, é difícil aceitar o que aconteceu com Razia. No entanto, por mais tenebroso que seja, sempre haverão outros dias e, esperançosamente, outras equipes.

Let bygones be bygones…

Fernanda de Lima

AS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.