Magnussen: Novo calendário da F1 é “louco” e “brutal”

Kevin Magnussen

Kevin Magnussen diz que o prospecto de 18 corridas em seis meses parece uma “loucura”.

Alguns acreditam que a Fórmula 1 nem sequer correrá neste ano em meio à pandemia de coronavírus, mas o plano oficial é realizar entre 15 e 18 GPs a partir de junho.

“Parece uma loucura ter 18 corridas em seis meses”, declarou o piloto da Haas ao Viasat. “Mas se for assim, que seja e nós veremos a família no Natal. Não sei dizer se pode ser feito, mas certamente parece brutal”.

De acordo com alguns, a única maneira de viabilizar um calendário tão comprimido seria cortar o formato do fim de semana para dois dias ou talvez até mesmo fazer duas provas por circuito.

“Talvez pudesse ser legal tentar, mas nós só queremos correr logo”, acrescentou Magnussen.

Entretanto, segundo o ex-piloto Mika Salo, com a Liberty Media e as equipes enfrentando uma falta de renda crônica, esse plano é simplesmente necessário.

“Acho que eles não têm escolha”, disse ele ao C More. “Os pilotos têm contratos para correr e a Liberty está livre para fazer o resto da temporada como quiser. 22 corridas foram planejadas e eles precisam tentar realizá-las”.

“Todos simplesmente terão de se adaptar”, continuou Salo. “Vai ser difícil, mas todos estão tendo férias bastante longas no momento, portanto é uma boa ideia descansar agora”.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.