Irmãos Coletta comandam a festa na abertura da F3 Brasil em Curitiba

Guilherme Samaia

Guilherme Samaia

Uma festa em família marcou a etapa de abertura da F-3 Brasil 2017, neste sábado (18), em Curitiba. Quem puxou a comemoração foi Murilo Coletta, ganhador da segunda corrida e terceiro colocado na primeira. Marcel, seu irmão mais novo, triunfou em dose dupla na F-3 Academy, a nova divisão de acesso da categoria.

Com os 24 pontos somados, Murilo assume a liderança do campeonato, empatado com Pedro Caland, mas em vantagem no critério de desempate (o brasiliense foi segundo nas duas corridas). Guilherme Samaia, vencedor da primeira prova com autoridade, tem 20 e aparece em terceiro. Dos 13 pilotos alinhados no grid, 12 pontuaram.

A segunda etapa da F3 Brasil será nos dias 5 e 6 de maio, no autódromo de Interlagos, em São Paulo, também como evento suporte da Porsche Império GT3 Cup.

Corrida 1

Após perder a pole nas últimas voltas do treino qualificatório de sexta-feira com pista molhada por conta do mau tempo, Guilherme Samaia deu a volta por cima e venceu a prova da manhã em grande estilo.

Vice-campeão da categoria em 2016, ele impôs um ritmo forte desde o início, tanto que cruzou a linha de chegada com 27s3 de vantagem para o segundo colocado, Pedro Caland -abriu mais de um segundo por volta, de um total de 26. Ele também teve o caminho facilitado com os problemas enfrentados por Vitor Baptista, detentor na pole position, ainda no grid. Murilo Coletta completou o pódio após largar apenas na sexta fila por punição no quali.

Quinto colocado no geral, Marcel Coletta foi o vencedor entre os pilotos da F-3 Academy.

Campeão da Euroformula Open em 2015, Vitor Baptista mal pôde defender a primeira posição no grid, já que seu carro ficou parado e ele só conseguiu largar com 45 segundos de atraso. Samaia, que dominou os treinos livres de quinta e sexta, aproveitou a brecha do rival para assumir a liderança e disparar. Pedro Caland e Leonardo de Souza também se deram bem com o incidente e saltaram três posições, ocupando segundo e terceiro lugares, respectivamente.

Enquanto Samaia mantinha a liderança com tranquilidade, Baptista buscava uma prova de recuperação e, após 14 voltas, já era o sexto colocado. Mas não era o dia dele, que voltou para o box e abandonou a prova.

Já Murilo Coletta, que havia largado na parte de trás do grid, cresceu de rendimento e foi ganhando posições até tomar o terceiro lugar de Barbosa.

Corrida 2
Com o tempo instável em Curitiba, os irmãos Coletta foram conservadores e largaram com pneus de chuva na corrida da tarde -estratégia que se mostrou a mais acertada após os 30 minutos de corrida.

Outros, no entanto, optaram por usar slick, apostando em pista mais seca no decorrer da prova. Foi o caso de Vitor Baptista, que estava na posição 11 do grid e antes da primeira curva já era o quarto colocado.

Enzo Elias, pole por conta do grid invertido em relação à primeira corrida e também de slicks, não conseguiu sustentar a posição e viu Pedro Caland assumir a liderança, seguido por Murilo Coletta.

A tática ousada de Baptista parecia que daria certo. Mais rápido do que os pilotos com pneus de chuva, ele ultrapassou Caland e Coletta ao mesmo tempo antes do fim da reta dos boxes, na abertura da sexta volta, e pulou para a ponta. Mas logo a chuva voltou forte, ele perdeu desempenho e passou a ter dificuldades para manter o carro reto na pista.

Com pneus mais adequados para o momento, Coletta foi tirando a diferença e virou líder, na volta 13, e assim seguiu até a bandeirada, com Caland no segundo posto. Mesmo sofrendo para seguir na corrida, Baptista manteve-se em terceiro até a volta final, quando Marcel Coletta o ultrapassou com o bólido da F-3 Academy.

A dobradinha em família teve comemoração e emoção, especialmente com Murilo, que saiu do carro com lágrimas nos olhos. “Acho que eu não chorava desde 2015, quando fui campeão brasileiro de kart”, disse o jovem piloto da Cesário F3.

Depoimentos dos pilotos
Murilo Coletta – líder do campeonato
Sair com uma vitória em minha estreia na F-3 é algo que eu não esperava. Estou muito feliz. É uma emoção inexplicável, nunca vou esquecer essa corrida.

Marcel Coletta – vencedor da F-3 Academy nas duas corridas
O sábado foi muito bom. Nos treinos, a gente teve um pouco de dificuldade com o câmbio, mas graças a Deus no fim deu tudo certo. Na primeira corrida, tive uma quebra, mas consegui me manter na pista e ganhar. Na segunda, foi um pouco mais difícil, ganhei posições depois que o piloto na minha frente tomou uma penalização. Estou feliz porque deu tudo certo.

Pedro Caland – segundo colocado nas duas corridas do dia
Foi uma surpresa essa corrida por causa do clima. Teve gente andando de slick, mas eu optei pelos pneus de chuva. No início, larguei bem e consegui abrir um pouco, mas depois conseguiram me passar. Quando a chuva aumentou, fui tirando a diferença, mas no fim tive um problema com a bateria. Agora é tentar ficar na liderança do campeonato na próxima etapa.

Guilherme Samaia – vencedor da primeira prova
Estou muito feliz com o desempenho, tudo correu superbem, o carro estava ótimo, bem acertado. Coloquei um ritmo bom, puxei o máximo que pude, tentando dar o melhor em cada volta. No fim, consegui achar um trecho de pista limpa e, com o carro mais leve, consegui andar mais próximo do limite. Parabéns a todos pelo trabalho hoje.

Vitor Baptista – quarto colocado na segunda prova

Foi um desafio andar de slick, mas era uma tentativa nossa para o começo da corrida. A gente sabia que a chuva viria, só não sabia em qual horário. Assim como deu certo até o meio da corrida, logo a chuva voltou forte e não deu mais para manter o ritmo. Se eu fosse para o box, perderia muito tempo. Como não é todo dia que a gente consegue pilotar um Fórmula com pneu slick na chuva, deu para curtir e se divertir.

Classificação final – Corrida 1
1° G. Samaia – 31:58.918
2° P. Caland – a 27.305
3° Mu. Coletta – a 53.663
4° L. Souza – a 1:14.355
5° Ma. Coletta* – a 1 volta
6° E. Elias* – a 1 volta
7° P. Goulart* – a 2 voltas
8° L. Barbosa* – a 3 voltas
9° G. Raucci – a 8 voltas
10° S. Henrique* – a 9 voltas
11° V. Batista a 12 voltas
12° I. Fraga* – a 25 voltas
13° R. Barranco* – a 25 voltas

Classificação final – Corrida 2
1° Mu. Coletta – 32:29:055
2° P. Caland – a 2s015
3° Ma. Coletta* – a 1 volta
4° V. Batista – a 1 volta
5° L. Souza – a 1 volta
6° G. Samaia – a 1 volta
7° I. Fraga* – a 1 volta
8° R. Barranco* – a 2 voltas
9° S. Henrique* – a 2 voltas
10° P. Goulart* – a 2 voltas
11° L. Barbosa* – a 5 voltas
12° E. Elias* – a 7 voltas
13° G. Raucci – a 9 voltas
* F-3 Academy.

Classificação:
F-3 Brasil
Piloto Pontos
1° Mu. Coletta – 24
2° P. Caland – 24
3° G. Samaia – 20
4° L. Souza – 14
5° V. Baptista – 9

F-3 Academy
Piloto Pontos
1° Ma. Coletta – 30
2° P. Goulart – 14
3° E. Elias – 12
4° I. Fraga – 12
5° L. Barbosa – 12
6° R. Barranco – 9
7° S. Henrique – 7

EB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que contenham ofensas não serão aprovados pelo moderador.