Indy – Conheça a história do Chicagoland Speedway

A Formula Indy entra em sua reta final, preparando-se para a 14ª das 17 etapas previstas em 2010. A prova agora é no oval de Chicago, tipo de circuito onde em geral os carros da Chip Ganassi se sobressaem, com a Penske também na briga. Com o sistema push to pass, as disputas por posições serão constantes, fazendo com que a corrida fique emocionante.

O traçado do Chicagoland Speedway

O Chicagoland Speedway é um circuito oval localizado na cidade de Joliet, no estado norte-americano de Illinois. Possuí 1,5 milhas ou 2,4 quilômetros de extensão, com um formato tri-oval. Tem inclinações de 18° nas curvas de maior raio, 11° na curva principal e 5° na reta oposta.

A capacidade do circuito é de 75 mil espectadores. Recebe anualmente uma etapa da NASCAR Sprint Cup, uma da Nationwide Series e outra da Formula Indy. Assim como vários outros circuitos dos Estados Unidos, pertence à International Speedway Corporation (ISC), empresa da família France, que também é dona da NASCAR.

O Chicagoland Speedway estreou na Indy Racing League em 2001. Na ocasião, a prova foi inteiramente dominada por Jaques Lazier, da equipe Menard, que fez a pole e venceu. No ano seguinte, foi a vez de Sam Hornish Jr (Panther) ser soberano, também largando e chegando na frente. Em 2003, Hornish voltou a vencer, mas a pole foi de Richie Hearn (Menard).

2004 – Adrian Fernandez faturou a 14ª etapa. O mexicano da equipe que leva seu nome largou em décimo e concluiu a prova com apenas 0s0716 de vantagem para Bryan Herta, o segundo colocado. A pole era de Helio Castroneves (Penske).

Acidente com Ryan Briscoe em 2005

2005 – Dan Wheldon, da Andretti Green, conquistou sua sexta vitória na temporada praticamente garantiu o título. O inglês teve uma grande atuação, e mesmo tendo sido punido por exceder a velocidade em um de seus pit-stops, conseguiu se recuperar e vencer. O brasileiro Helio Castroneves, da Penske, foi o segundo colocado, apenas 0s0133 atrás de Wheldon. A pole foi Danica Patrick (Rahal Letterman).

2006 – Sam Hornish Jr, da Penske, conquistou o título na última etapa, disputada em Chicago. A equipe Ganassi fez dobradinha na prova, com Dan Wheldon conseguindo a vitória e Scott Dixon em segundo lugar, mas o terceiro posto foi suficiente para o pole Hornish garantir o campeonato.

2007 – O escocês Dario Franchitti, da Andretti Green, largou na pole, venceu o emocionante GP de Chicago e conquistou o título da temporada. Seu adversário, o neozelandês Scott Dixon, da Ganassi, perdeu o campeonato na última curva ao ficar sem combustível.

A decisão do título de 2008

2008 – Scott Dixon (Ganassi) confirmou o seu segundo título na Indy com um segundo lugar. Mas a vitória foi de Helio Castroneves, o vice-campeão, que derrotou o rival por ínfimos 0s0033. A pole foi de Ryan Briscoe (Penske).

2009 – Ryan Briscoe (Penske) venceu o GP de Chicago da Indy, com Scott Dixon (Ganassi) em segundo e Mario Moraes (KV), o melhor brasileiro na prova, foi o terceiro.

Eduardo Behling – 28/08/10
www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.