Indy – Confirmada corrida em Brasília para 2015

Circuito de Jacarepaguá em 2000

O retorno tão esperado da Indy para o Brasil foi confirmado, com a categoria programada para correr em Brasília em 8 de março do próximo ano.

Os planos para um retorno ao Brasil tem sido trabalhado por muitos meses, e Mark Miles, diretor executivo da Hulman & Co., empresa que controla a Indy, disse que a confirmação da corrida é um passo significativo para a reconstrução em curso da categoria.

“Estamos ansiosos para continuar a rica história das corridas da Indy no Brasil, com o anúncio de hoje de um evento em Brasília na próxima temporada”, disse Miles.

A pista, um circuito permanente construído em 1973, será o terceiro local brasileiro a sediar corridas da Indy.

A categoria visitou pela primeira vez o país quando correu no Rio de Janeiro entre 1996 e 2000, e mais tarde mudou para um circuito de rua em São Paulo, entre 2010 e 2013.

“É uma notícia fantástica que vamos voltar para o Brasil no ano que vem”, disse o vencedor das 500 Milhas de Indianápolis de 2013 e campeão de 2004 Tony Kanaan.

“O projeto prevê reforma total da pista, paddock, paisagismo, tudo. Uma obra ampla que vai de dois a três anos, dividida em etapas. Primeira etapa atenderá a Indy pra a prova de março. Um investimento em algo de 300 milhôes de reais, mas o valor exato ainda não está definido. A licitação será em outubro e as obras para a Indy começam neste ano”, disse a presidente da Terracap, Maruska Lima.

A corrida deixou São Paulo neste ano porque o prefeito Fernando Haddad não quis investir R$ 30 milhões para bancar a prova de rua no Anhembi, como aconteceu nos anos anteriores – a categoria também passou pelo Rio de Janeiro, no oval de Jacarepaguá, entre 1996 e 2000.

O apoio do Governo do Distrito Federal chegou em boa hora para a Bandeirantes, que havia decidido não realizar a corrida no Brasil neste ano por contenção de custos. Sem a prova em solo brasileiro, a direção da Indy ameaçava acionar o canal de TV na Justiça. Agora o imbróglio judicial deve ser extinto.

A confirmação da corrida em Brasília acontece apenas dois meses depois que o Governo do Distrito Federal cancelou a prova da MotoGP que seria realizada no mesmo autódromo, em setembro deste ano.

Na ocasião, o governo alegou que não haveria “tempo hábil” para o circuito ser reformado de acordo com as exigências da Federação Internacional de Motociclismo (FIM), mas informou que os trabalhos seguiriam no autódromo com o objetivo de sediar uma etapa da MotoGP em 2015.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.