Indy – Barrichello exalta traçado e destaca importância do warm-up

Indy12-BarricaSPRubens Barrichello teve enfim um início de atividades livre de problemas. Ao contrário de St. Pete e Barber, quando enfrentou problemas mecânicos nos primeiros treinos livres, e da chuva que adiou uma sessão em Long Beach, o piloto da KV Racing Technology pôde aproveitar todo o tempo de pista disponível na preparação para a São Paulo Indy 300, apesar de duas bandeiras vermelhas no segundo treino. Até o classificatório, foram 42 voltas (26 no primeiro e 16 no segundo). No classificatório, Barrichello ficou próximo de passar à fase seguinte, e por isso larga da 13ª posição, entre seus dois companheiros de equipe: Tony Kanaan (12º) e EJ Viso (14º).

“Fiquei a centésimos de segundo do Tony, que está andando forte e conhece a pista. Fiquei 40 voltas conhecendo a pista e ainda sofrendo com esta falta de experiência (na Indy)”, disse.

A situação, de poder aproveitar o máximo possível de tempo na pista, agradou a Barrichello. Segundo ele, durante a classificação, ele forçou o ritmo ao máximo durante cinco voltas seguidas. “Eu não queria deixar nenhuma porcentagem, era 100% o tempo todo. Aprendi a pista hoje cedo e ainda estou aprendendo sobre o pneu de banda vermelha (mais macio). Foi um bom treino. Os tempos estão bem próximos e ainda estou trabalhando para chegar no top-10”, comentou.

Barrichello, que neste sábado recebeu a visita do amigo e agora ex-colega de Fórmula 1, Felipe Massa, elogiou o circuito do Anhembi. “O traçado me surpreendeu pelo fato de ser possível carregar velocidade para dentro das curvas, e geralmente em pista de rua, com curvas de 90 ou 180 graus, o normal é frear parando o carro, contornar e acelerar na saída. Aqui a coisa flui mais, dá para fazer um contorno de curva bacana. A reta é um tanto longa demais. O maior barato é que eu sempre sonhei andar na Marginal nessa velocidade. Adorei o traçado, é seletivo e dá direito a ultrapassagens”, apontou.

O domingo começa com o warm-up às 8h30. Segundo Rubens, uma atividade curta, de apenas meia hora, mas determinante. “O importante é fazer algumas modificações, sentir o carro melhor no warm-up – que é o único momento em que todos andam de tanque cheio. E amanhã é outro dia”, concluiu. A largada para a São Paulo Indy 300, quarta etapa da temporada da Fórmula Indy, acontece às 12h30 (horário de Brasília).

EB – www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.