Horner: Motores de Fórmula 1 têm relevância zero

Christian Horner

Christian Horner

Christian Horner continuou a criticar as atuais regras do motor da Fórmula 1, explicando que eles têm uma “relevância zero” para os carros de rua e a categoria deve se concentrar em pilotos e equipes em vez de tecnologia.

O diretor da equipe da Red Bull tem sido um oponente de longa data para os motores híbridos V6 turbo desde que foram introduzidos na F1 em 2014 e pede à categoria que altere suas regras o mais cedo possível.

As novas críticas de Horner vieram depois que foi anunciado que a McLaren deixou a Honda para começar uma nova parceria com a Renault como fornecedora de unidades de potencia, com a Honda iniciando um novo acordo com a Toro Rosso, enquanto no fundo o futuro do motor da Red Bull também foi questionado.

Rumores em Cingapura sugerem que a Renault está apontando para sair do seu acordo com a Red Bull no final da temporada de 2018, após inúmeras críticas da equipe, com a equipe de Milton Keynes ligada a potenciais trocas para a Honda ou Aston Martin.

“Não há relevância para os carros de rua o que temos aqui”, disse Horner ao Sky Sports F1. “Os motores não têm qualquer relevância para o que está acontecendo no uso diário do carro de rua e a aerodinâmica não tem importância”.

“A Fórmula 1 é um entretenimento e um esporte, e é por isso que as pessoas vem para ver os melhores pilotos no melhor carro. Deve ser predominantemente sobre os pilotos e, claro, a equipe também”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.